NFL

Richard Smith não será mais o coordenador defensivo dos Falcons; veja as manchetes da quarta-feira

Richard Smith, coordenador defensivo

(Crédito: Twitter/reprodução)

No Huddle – O boletim de notícias de NFL do Quinto Quarto

– O Atlanta Falcons não terá Richard Smith como seu coordenador defensivo na próxima temporada após a dura derrota no Super Bowl LI. Além de demitir Smith, que poderá voltar à equipe como conselheiro, a franquia da Geórgia não contará com o treinador da linha defensiva Bryan Cox.

De acordo com fontes da ‘ESPN’, o head coach Dan Quinn começou a assumir mais o controle da defesa no final da temporada regular e nos playoffs e os Falcons melhoraram, apesar de ainda terem problemas a serem resolvidos.

Marquand Manuel, treinador da secundária do time de Atlanta é fortemente considerado para substituir Richard Smith, que virou o head coach quando Quinn foi contratado em 2015 para ser o head coach.

– Recentemente foi revelado que a mãe de Tom Brady, Galynn, estava passando por tratamento ode radioterapia e quimioterapia e o quarterback do New England Patriots trouxe boas notícias. Além dizer que sua “mãe está melhorando”, Brady informou que o “prognóstico é bom” para ela.

– Com John Lynch como general manager e Kyle Shanahan como head coach, o San Francisco 49ers irá começar a construir uma nova cultura vencedora no vestiário e um dos desafios é a posição de quarterback.

“Nós já discutimos isso, mas vamos nos reunir e descobrir exatamente o que ele está procurando em um quarterback”, disse Lynch, que também falou que todas as opções serão avaliadas e que revelou que o ataque de Shanahan pode ser difícil para um signal caller calouro.

– Mike Adamle, ex-running back da NFL, disse que tem demência. O ex-jogador de 67 anos disse ter falhas na memória e mudanças no humor. Ele também falou que testes feitos em janeiro revelaram que ele provavelmente tem encefalopatia traumática crônica.

– Julian Edelman, wide receiver do New England Patriots, previu que a sua equipe iria conseguir uma virada no Super Bowl LI. “Vai ser uma baita história”, disse ele para Brady antes do terceiro quarto começar.

– Depois de Martellus Bennett e Devin McCourty revelarem que não irão na visita à Casa Branca, o linebacker Dont’a Hightower revelou que, assim como em 2015, não irá participar do evento.

– Kyle Rudolph revelou, juntamente com a sua esposa, que a angariação de fundos para o projeto End Zone para um hospital infantil foi concluída.  O espaço terá 2.500 metros quadrados e as crianças e adolescentes poderão brincar, relaxar e envolver-se em terapias. O objetivo é abrir o espaço até o início da temporada de futebol americano de 2017.

Comments
To Top