NFL

Reunião com Belichick convenceu McDaniels a voltar atrás; agente encerra relação

Josh McDaniels, coordenador ofensivo do New England Patriots

(Crédito: Twitter/reprodução)

Josh McDaniels, coordenador ofensivo do New England Patriots, chegou ao Gillette Stadium na última terça (6) com a intenção de limpar seu escritório e se tornar o novo técnico principal do Indianapolis Colts. Mas uma reunião com Bill Belichick o fez mudar de ideia e recusar o emprego na franquia de Indiana.

O planejamento de Belichick de levar seu planejamento de orientação a um nível mais alto foi fundamental para mudar a cabeça de McDaniels, de acordo com uma reportagem do jornalista Mike Reiss, da ‘ESPN’ norte-americana.

Belichick disse a McDaniels que o assistente passaria mais tempo com ele no funcionamento interno dos Patriots, incluindo a construção de elenco e administração de teto salarial, o que foi visto como “extremamente valioso” por McDaniels.

É um acordo que os proprietários Robert e Jonathan Kraft aprovaram porque ele pode, em última instância, ser parte de um plano de sucessão para Bill Belichick. Contudo, nenhuma garantia de que ele será o futuro head coach da franquia de Foxborough foi feita a McDaniels.

Atualmente com 65 anos de idade, Belichick tem sido o head coach dos Patriots nas últimas 18 temporadas da National Football League e ele levou o time a oito Super Bowl, conquistando cinco títulos. O time perdeu o Super Bowl LII, neste último domingo, por 41 a 33 para o Philadelphia Eagles.

Segundo fontes, outro fator usado pelos Patriots para convencer McDaniels a ficar foi um compromisso contratual de longo prazo que dará aos quatro filhos do coordenador (que estão com idades de 12, 10, 6 e 3 anos) a oportunidade de permanecer no mesmo sistema escolar por um bom tempo.

Josh McDaniels disse a pessoas próximas que tal estabilidade é algo raro na profissão de treinador e que é algo que ele valoriza.

Até a manhã da última terça, McDaniels estava preparado para assumir o cargo de head coach dos Colts. Entretanto, as conversas com Robert Kraft, Jonathan Kraft e Bill Belichick o fizeram mudar de ideia, já que havia novas informações para serem avaliadas.

Enquanto isso, os Colts ficaram a ver navios e o general manager Chris Ballard falou sobre a recusa de McDaniels em uma entrevista coletiva nesta quarta.

Logo após a recusa de última hora feita na noite da última terça, quando a franquia já havia inclusive comunicado o acerto com Josh McDaniels via Twitter, o Indianapolis Colts divulgou uma nota oficial.

“Após concordar com termos de contrato para se tornar o novo técnico principal do Indianapolis Colts, o treinador assistente do New England Patriots Josh McDaniels nos informou nesta noite que ele não vai se juntar ao nosso time”, afirmou o Indianapolis Colts.

– Agente encerra relação de trabalho com McDaniels

O agente Bob LaMonte está encerrando seu relacionamento de trabalho com Josh McDaniels, depois que ele foi pego de surpresa pela decisão de seu cliente de voltar atrás depois de estar apalavrado e não aceitar o emprego de head coach do Indianapolis Colts. A informação foi confirmada em primeira mão por Dan Graziano, jornalista da ‘ESPN’ norte-americana.

O próprio agente confirmou que não está mais trabalhando com McDaniels.

“Minha palavra é minha garantia. Uma vez que você quebra isso, não resta mais nada”, disse LaMonte ao jornalista Mike Garafolo, da ‘NFL Network’.

LaMonte ficou perplexo na última terça quando McDaniels o informou que ele seguiria com o New England Patriots como coordenador ofensivo. LaMonte então disse a McDaniels que ele estava “cometendo suicídio profissional”, de acordo com uma fonte.

Como também informou Mike Garafolo no programa Good Morning Football, LaMonte disse a seu cliente que ele talvez estaria cometendo o maior erro profissional de sua carreira ao recusar o emprego nos Colts neste momento.

Ao receber uma ligação de McDaniels, LaMonte achou que o assunto fosse algo relacionado à preparação para a coletiva de apresentação como novo head coach dos Colts, que seria nesta quarta.

Vale ressaltar que Bob LaMonte também é agente de Chris Ballard, general manager do Indianapolis Colts.

É possível questionar se o fato de LaMonte ser agente tanto de McDaniels quanto de Ballard não possa ter gerado um conflito de interesses. Contudo, o agente disse a Garafolo que as ações de McDaniels tornaram isso “não uma questão de conflito de interesses. É um conflito de princípios”.

Comments
To Top