NFL

Reuben Foster testa positivo para amostra diluída de urina; veja as manchetes da quinta-feira

Reuben Foster, linebacker de Alabama

(Crédito: Twitter/reprodução)

No Huddle – O boletim de notícias de NFL do Quinto Quarto

– Reuben Foster, ex-linebacker de Alabama, disse, nesta quinta-feira, que testou positivo para uma amostra diluída de urina no Combine da NFL. De acordo com as regras da liga, uma amostra diluída é tratada como um teste de doping positivo.

“Isso é algo que vai sair. Eu não dou desculpas. Sou um cara de verdade. Tento ser uma boa pessoa. . . só espero que os treinadores compreendam. Isso é tudo o que eu posso esperar e rezar”.

Foster disse à ‘NFL.com’ que o teste positivo veio após ele tentar de reidratar depois do que ele acredita ser uma intoxicação alimentar. O linebacker afirmou que, antes dos testes do Combine, ele vomitou, teve cólicas e diarreia e que tomou medicamentos.

– Mesmo com uma semana de OTAs e com o prazo para uma decisão chegando, o Buffalo Bills ainda está avaliando se vai exercer a opção de um quinto ano de contrato do wide receiver Sammy Watkins ou não. “Sammy é um bom jogador. Está em um bom lugar. Ele está indo bem na reabilitação. Temos que continuar a avaliar”, disse o treinador Sean McDermott.

– O New England Patriots ofereceu um contrato de dois anos e US$ 6,4 milhões para o agente livre restrito Mike Gillislee e o Buffalo Bills está analisando se irá ou não igualar a oferta que o running back reserva recebeu. “Mike é um bom jogador. Estamos no processo de avaliação da oferta e termos uma decisão em poucos dias”.

– O Indianapolis Colts assinou contrato com o ex-jogador de basquete Mo Alie-Cox, informou Joe Flanegan, agente do atleta, à ‘ESPN’. Alie-Cox realizou um treino para 30 das 32 franquias no início deste mês.

– Depois do ‘New York Times’ soltar uma foto comparando as visitas à Casa Branca dos Patriots com Barack Obama como presidente e com Donald Trump como presidente, a franquia de Massachusetts respondeu negando que menos pessoas foram visitar o atual governante americano. O porta-voz da equipe também alegou que quando uma equipe ganha vários títulos em poucos anos, é uma tendência menos pessoas irem às visitas. Já Trump declarou que a comparação e a afirmação era uma mentira.

– Com os rumores de que o quarterback Kirk Cousins pode ir para o San Francisco 49ers após essa temporada, quando estará livre, o próprio jogador revelou onde ele quer jogar. “Eu quero estar onde me querem. Isso é o que eu disse o tempo todo”, declarou Cousins. “Quando uma equipe está disposta a se comprometer a longo prazo, então por que eu iria querer estar em outro lugar? Quero dizer, está é uma incrível base de fãs”.

– Joe Flacco não conseguiu participar de todas as atividades do Baltimore Ravens na última temporada apesar de não ter perdido nenhum jogo por causa da sua recuperação de lesão no joelho e o quarterback planeja um ano melhor agora que está participando desde o começo das atividades da franquia de Maryland.

“Tudo ficará melhor (com uma pré-temporada completa). Você pode ir com tudo para cima disso e começar uma base melhor”.

– De acordo com relatos dos jogadores Paul Posluszny e Malik Jackson, o treinador Doug Marrone mudou a mentalidade do Jacksonville Jaguars, acabando com os grupinhos por posição e misturando o elenco no vestiário. Entre os elogios, Jackson ressaltou a possibilidade de os líderes do time estarem em todos os cantos do vestiário.

Comments
To Top