NFL

Reserva dos Seahawks, Trevone Boykin é detido pela segunda vez em 11 dias

Trevone Boykin, quarterback do Seattle Seahawks

(Crédito: reprodução)

O quarterback Trevone Boykin, reserva do Seattle Seahawks, foi preso nesta quinta-feira (6) por uma suposta violação de sua liberdade condicional. Ele foi liberado após pagar fiança no valor de US$ 2.500, de acordo com os registros da corte do Condado de Bexar, no Texas.

A prisão de Boykin é derivada de uma moção para revogar sua condicional de um incidente ocorrido em 2015, depois que ele foi preso em março sob acusações de posse de maconha e intoxicação pública. Assim, foi a segunda detenção em um intervalo de 11 dias.

O jogador era o passageiro em um carro que acertou pedestres e colidiu com uma boate no dia 27 de março. Oito pessoas ficaram feridas no acidente e sete foram mandadas a um hospital local.

Na época desta prisão no final de março, Boykin estava em meio à condicional de um episódio de 2015 em um bar, quando ele ainda era quarterback de TCU.

Em junho de 2016, Boykin assumiu a culpa pela acusação de resistir à prisão e pagou uma multa de US$ 1.500, além de US$ 237 em custos judiciais. Ele foi colocado sob liberdade condicional de um ano e foi obrigado a participar de aconselhamento relacionado ao uso de álcool, a frequentar cursos de gestão de raiva e de prestar 80 horas de serviços comunitários.

O Seattle Seahawks contratou o QB como agente livre não draftado no ano passado e ele foi reserva de Russell Wilson.

Na temporada passada, sua primeira na National Football League, o signal caller de 23 anos de idade entrou em campo em cinco partidas e acertou 13 passes de 18 para 145 jardas, um touchdown e uma interceptação.

Na semana passada, durante o encontro anual da NFL, o técnico Pete Carroll indicou que a permanência de Trevone Boykin na franquia do estado de Washington não estava ameaçada.

A audiência inicial de Boykin está marcada para o dia 3 de maio.

Comments
To Top