NFL

Reggie Bush quer continuar a jogar: “ainda tenho muito a provar”

Reggie Bush, running back da NFL

(Crédito: Twitter/reprodução)

A offseason não está sendo das melhores para os running backs veteranos, muito menos para os que passaram dos 30 anos de idade. Adrian Peterson que o diga, já que ele demorou meses para encontrar uma nova casa no New Orleans Saints. Mas nem isso é suficiente para desanimar Reggie Bush

Em participação nesta segunda-feira (22) no programa Up to the Minute Live, da ‘NFL Network’, Bush deixou claro que planeja continuar atuando profissionalmente em 2017.

“Esse é o meu plano. Entrando no 12º ano, ainda sinto que tenho muito a provar, muito para dar a este esporte antes de eu parar. Eu não quero colocar um número em relação a quantas temporadas ainda tenho. Acho que, uma vez que você passa do décimo ano, você só tem que levar um ano de cada vez e partir daí. Eu ainda estou empolgado, estou ansioso para jogar futebol americano novamente nesta temporada, ainda mantendo a forma, ainda treinando. Eu pretendo estar em algum lugar em setembro”, declarou.

Na temporada 2016, Reggie Bush defendeu o Buffalo Bills e, em 13 jogos, ele marcou um touchdown corrido, mas somou -3 jardas em 12 tentativas. Ele também fez sete recepções para 90 jardas.

As estatísticas bem ruins no ano passado não dão a impressão de que Bush ainda possa ser produtivo aos 32 anos de idade. Mas o running back garante ter conversado com alguns times da NFL nesta offseason.

“Eu conversei com alguns times sim”, afirmou Bush, ao ser questionado se tinha alguma oferta na mesa. “Mas eu vou ser paciente e ter a certeza de que tomarei a decisão certa para mim e para minha família”, prosseguiu.

É provável que Bush só tenha uma chance real de ficar em um elenco para a próxima temporada caso haja alguma lesão importante no backfield de alguma equipe e essa franquia deseje apostar em um veterano experiente, mas que já está claramente entrando na reta final de sua trajetória na liga.

Perguntado se um mercado com poucas opções para running backs veteranos teve peso em sua decisão de tentar seguir na NFL, Bush explicou.

“Eu acho que depende. Se você está nisso pelo dinheiro, então é possível. Mas eu comecei a jogar futebol americano quando eu tinha oito anos de idade, e sempre foi uma paixão forte, sempre foi uma paixão que nunca vai embora. Para mim, neste momento, eu já ganhei muito dinheiro e não tem a ver com dinheiro”, observou. “Eu quero ter uma chance de entrar no campo de futebol americano e apenas continuar a jogar o esporte que amo. Eu sou tão apaixonado pelo futebol americano e eu o amo, e não estou preparado para pendurar (as chuteiras) ainda. Eu quero assegurar que esgotei tudo antes de pendurá-la para que eu não tenha nenhum arrependimento quando eu fizer isso”, finalizou.

Selecionado na primeira rodada do draft de 2006 pelo New Orleans Saints, com a segunda escolha geral, Reggie Bush defendeu a franquia da Louisiana em suas primeiras cinco temporadas na National Football League. Posteriormente, ele ainda passou por Miami Dolphins (2011 e 2012), Detroit Lions (2013 e 2014), San Francisco 49ers (2015) e Buffalo Bills (2016).

Em 11 temporadas até agora, Reggie Bush correu 1.286 vezes para 5.490 jardas e 36 touchdowns em 134 jogos de temporadas regulares, além de ter feito 477 recepções para 3.598 jardas e 18 touchdowns.

Comments
To Top