NFL

Redskins devem usar franchise tag em Kirk Cousins se acordo longo não foi fechado

Kirk Cousins, quarterback do Washington Redskins

(Crédito: Instagram/reprodução)

O Washington Redskins definitivamente deseja ter Kirk Cousins como seu quarterback titular. E, caso o time não consiga chegar a um acordo de contrato de longa duração, a franchise tag deve ser utilizada no jogador pelo segundo ano seguido, de acordo com informações apuradas pelo jornalista Jason La Canfora, da ‘CBS Sports’.

Receber uma franchise tag para ficar por mais um ano vinculado à franquia não é o sonho de nenhum jogador da NFL, já que a preferência é ter um contrato longo e, consequentemente, mais segurança. Porém o camisa 8 realmente não deve ficar muito chateado, pois uma tag em 2017 viria com um bom aumento em seu salário, de 120%, e o quarterback faturaria mais de US$ 23,9 milhões no ano que vem.

O quarterback dos Redskins só vai ganhar um valor nessa casa por um ano de serviço de receber a franchise tag, mas as duas partes com certeza vão negociar um contrato de longa duração.

Como nota La Canfora, se a organização da capital dos Estados Unidos utilizar novamente a tag no signal caller, isso significa que, basicamente, o Washington Redskins deu um contrato de dois anos, com valor de US$ 44 milhões, para Cousins por 2016 e 2017.

Assim, as negociações de um contrato de longa duração girariam em torno de US$ 23 milhões a US$ 25 milhões por temporada, valor que deve ser o que o quarterback exigirá.

De acordo com a ‘CBS Sports’, a razão pela qual os Redskins estão cogitando utilizar a franchise tag novamente é que vários times que estão precisando de quarterback na liga devem correr atrás de Cousins caso ele fique disponível no mercado. Assim, a tag seria um recurso de segurança para Washington.

Jason La Canfora acrescenta que executivos de cinco franquias da National Football League concordam que os Redskins não podem se dar ao luxo de deixar Kirk Cousins virar free agent.

“Eles não têm uma escolha e eles sabem disso. Todo mundo sabe disso”, declarou um dirigente.

Cousins vem fazendo mais um ano muito bom em sua carreira e, com tantas poucas opções de bons quarterbacks à disposição na NFL, ele é cotado como uma das melhores opções da liga caso fique solto no mercado.

Em 2016, sua quinta temporada como profissional, Kirk Cousins acertou 67,2% de seus passes para 3.091 jardas, 17 touchdowns e sete interceptações em 10 jogos como titular.

Após a vitória sobre o Green Bay Packers por 42 a 24, no último Sunday Night Football, Cousins não escondeu a sua empolgação no término da partida e chegou a gritar com o general manager Scot McCloughan. O quarterback garantiu que não quis mandar nenhum recado com a atitude e que foi apenas algo feito no calor do momento.

Nesta partida contra os Packers, o camisa 8 dos Redskins acertou 70% de seus passes para 375 jardas e três touchdowns, o que deu a ele um excelente passer rating de 145.8.

É bastante improvável que os Redskins fechem um acordo longo com Cousins antes de aplicarem a franchise tag, já que a franquia deve utilizar o recurso para ter mais tranquilidade e, assim, poder negociar um contrato longo até o meio de julho. Apesar disso, tudo indica que o quarterback vai ficar em Washington.

Comments
NFL, NBA e MLB. Notícias, relatos e colunas. E uma pitada de humor de tiozão. Contato: [email protected]
Copyright © 2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18


Jogue com responsabilidade


To Top