NFL

Washington Redskins coloca Trent Wiliams na lista NFI; veja mais movimentações nesta quinta

Trent Williams, left tackle do Washington Redskins

O tackle Trent Williams passou pouco tempo no elenco do Washington Redskins nesta temporada. A franquia anunciou nesta quinta-feira (7) que colocou o offensive lineman na lista de reservas/lesões não-relacionadas ao futebol americano (NFI list).

Williams fez um boicote prolongado depois que terminou o prazo final para trocas na National Football League, no final de outubro, quando ele se reapresentou à equipe depois de não ser trocado pelos Redskins.

Apesar disso, o tackle ainda não treinou no time nesta temporada, já que foi incapaz de passar em um teste físico devido a um desconforto com seu capacete.

No dia 31 de outubro, Williams revelou aos repórteres que tinha um crescimento cancerígeno – uma forma rara de câncer nos tecidos moles – que foi removido de sua cabeça e que não tinha sido diagnosticado por cerca de seis anos.

Segundo o jogador de linha ofensiva, o tumor foi removido semanas antes de chegar ao cérebro e se tornar algo que ameaçaria sua vida, de acordo com o jornal ‘Washington Post’.

Os comentários de Williams levaram os Redskins a solicitar uma investigação conjunta em relação aos relatórios médicos e cuidados dados ao jogador.

Neste meio tempo, Williams foi incapaz de jogar devido ao desconforto com o capacete relacionado ao tumor removido. E, agora, a equipe de Washington D.C. determinou que o melhor curso de ação era colocar o tackle na lista NFI.

Também há um elemento financeiro na situação. O jornalista Ian Rapoport, da ‘NF Network’, noticiou nesta quinta que a ida de Williams para a lista de reservas/lesões não-relacionadas ao futebol americano (NFI list) significa que sua temporada está acabada sem ele disputar um jogo sequer em 2019. Assim, os Redskins não terão que pagar os cerca de US$ 6 milhões remanescentes de seu salário deste ano.

Sem Trent Williams, os Redskins vão seguir em frente com o veterano Donald Penn na posição de left tackle em 2019.

Agora, resta saber se foi o fim da passagem de Williams pelos Redskins.

Derrius Guice é ativado da IR – O running back Derrius Guice voltará à ação após a semana de folga dos Redskins. O time da capital dos Estados Unidos anunciou nesta quinta que ativou o segundo anista da injured reserve.

No Twitter, o RB escreveu “agora, vamos tentar isso de novo”, na legenda de uma foto dele jogando.

Atualmente com 22 anos de idade, Guice está afastado desde a semana 1 devido a uma contusão no joelho. O camisa 29 sofreu a contusão depois de correr 10 vezes para apenas 18 jardas na derrota para o Philadelphia Eagles, na estreia. Pouco depois, ele foi colocado na IR.

Guice está elegível para atuar na semana 11 contra o New York Jets.

Após perder toda a sua temporada de calouro em 2018 devido a uma ruptura no ligamento cruzado anterior, Guice agora espera contribuir de fato com o ataque dos Redskins no longo prazo.

Confira mais notícias de lesões e movimentações ao redor da NFL nesta quinta (7):

– No Baltimore Ravens, o quarterback titular Lamar Jackson perdeu o treino desta quinta devido a uma doença. A doença não é séria e não ameaça sua disponibilidade para o jogo de domingo contra o Cincinnati Bengals, segundo Tom Pelissero, da ‘NFL Network’.

Os Ravens vêm de uma bela vitória sobre o New England Patriots por 37 a 20, no Sunday Night Football, e Jackson teve uma bela atuação. O signal caller foi responsável por três touchdowns (dois corridos e um aéreo) e completou 17 passes de 23 para 163 jardas, saindo com um passer rating de 107.7, número muito bom.

Jackson vem se firmando como um dos candidatos ao prêmio de MVP da temporada 2019. E, no ritmo atual, ele está prestes a bater o recorde de jardas corridas por um QB em uma temporada, feito que pertence a Michael Vick. Lamar tem mais jardas corridas (637) do que todo o time do Cincinnati Bengals (476) nesta temporada.

Em outras notícias do DM dos Ravens, o safety Earl Thomas (não-relacionado à lesão/joelho), o guard Marshal Yanda (doença) e o tackle Ronnie Stanley (joelho) novamente treinaram de forma limitada.

– Por fim, o wide receiver A.J. Green não fará sua estreia na temporada 2019. O recebedor do Cincinnati Bengals disse aos repórteres que ele não vai atuar no domingo contra o Baltimore Ravens.

“Eu não posso entrar lá quando não estou 100 por cento. Não faz sentido para mim me colocar nesta situação onde pode voltar a me machucar, assim como fiz com meu dedo do pé. Tudo se trata de assegurar que estou cuidando de mim mesmo em primeiro lugar. Tudo mais vem depois disso”, frisou Green, segundo Jay Morrison, do ‘The Athletic’.

Green disse que seu tornozelo inchou depois da atividade de quarta. Apesar disso, ele acrescentou que seu status será avaliado dia a dia.

O técnico Zac Taylor disse na última quarta que Green provavelmente faria sua estreia na temporada neste próximo domingo. Tudo isso para, horas depois, confirmar que o wideout tinha sofrido um contratempo.

Green disse a Tom Pelissero, da ‘NFL Network’, que controlar o inchaço tem sido o maior problema com sua lesão no tornozelo. Uma vez que o local incha, o wideout perde a mobilidade.

– No New Orleans Saints, o técnico Sean Payton disse aos repórteres que ele espera que o running back Alvin Kamara (joelho/tornozelo) possa jogar no domingo contra o rival Atlanta Falcons. Kamara treinou sem limitações nesta quinta, após treinar com limitações na quarta.

Kamara tem estado fora de combate devido a uma combinação de lesões no tornozelo e no joelho sofridas no campo de treino e durante um jogo. Foi em uma partida posterior que o RB lesionou o joelho.

A combinação das duas o manteve fora nas semanas 7 e 8, e a bye week veio na hora certa, na semana 9.

– O invicto San Francisco 49ers está com um problema de kicker antes do Monday Night Football contra o Seattle Seahawks. O jornalista Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, noticiou nesta quinta que Robbie Gould está com um problema no quadríceps e deve perder o jogo da noite de segunda-feira.

Rapoport acrescentou que a lesão de Gould não é séria e não é considerada algo de longo prazo.

Os Niners contrataram o kicker free agent Chase McLaughlin, como anunciou a equipe, para substituir Gould nesta semana 10.

Atualmente com 36 anos de idade, Gould tem enfrentado dificuldades nesta temporada, acertando apenas 13 de 20 field goals, o que o deixa com 65% de aproveitamento, pior marca de sua carreira até o momento. Apesar disso, o camisa 9 acertou todos os 26 extra points que chutou.

McLaughlin atuou em quatro jogos do Los Angeles Chargers nesta temporada, acertando seis de nove field goals entre as semanas 5 e 8, com o mais longo sendo de 50 jardas. O kicker de 23 anos também acertou todos os seus sete extra points.

Em outra notícia dos Niners, o técnico Kyle Shanahan disse que o tight end George Kittle não ia treinar nesta quinta. Ele está lidando com problemas no joelho e no tornozelo, mas não foi descartado para o MNF contra os Seahawks.

– No Dallas Cowboys, o wide receiver Amari Cooper passou por uma ressonância magnética em seu joelho na última quarta, segundo o técnico Jason Garrett, e não treinou nesta quinta. Em vez disso, o wideout estava se consultando com os médicos da equipe, como frisou o head coach.

À jornalista Jane Slater, da ‘NFL Network’, Cooper disse que não prestou muita atenção nos resultados da ressonância e que tudo com o que ele se preocupou era que o problema é algo administrável. Ele vai treinar nesta sexta e espera atuar no domingo.

Cooper sofreu a lesão no joelho durante a vitória por 37 a 18 sobre o New York Giants, no último Monday Night Football, e tem um dia a menos na semana para se recuperar antes do Sunday Night Football contra o Minnesota Vikings.

Em outras notícias do DM dos Cowboys, o tackle La’el Collins (joelho), o guard Zack Martin (costas/tornozelo), o tackle Tyron Smith (tornozelo) e o linebacker Leighton Vander Esch (pescoço) treinaram de forma limitada.

– No New York Jets, o running back Le’Veon Bell (joelho/tornozelo) treinou de forma limitada. Bell ficou fora dos treinos de quarta. Já o cornerback Darryl Roberts (panturrilha) não treinou após treinar de forma limitada na quarta.

– No Los Angeles Rams, o linebacker Clay Matthews (fratura na mandíbula) e o running back Malcolm Brown (tornozelo) participaram normalmente dos treinos. O wide receiver Brandin Cooks (concussão) não treinou.

– No Pittsburgh Steelers, o running back James Conner (ombro) e o center Ramon Foster (concussão) não treinaram, depois de participarem dos treinos de forma limitada na quarta.

– No Arizona Cardinals, o running back David Johnson (tornozelo) já havia afirmado que ele “definitivamente estará jogando” contra o Tampa Bay Buccaneers. Contudo, o técnico Kliff Kingsbury ressaltou que o time não vai sobrecarregar o RB em seu retorno.

– No Carolina Panthers, o running back Christian McCaffrey (joelho) treinou de forma limitada, mas o técnico Ron Rivera não demonstrou preocupação em relação ao status do seu ‘canivete suíço’ para a partida de domingo contra o Green Bay Packers. O defensive lineman Gerald McCoy (joelho) também treinou de forma limitada, enquanto que o cornerback James Bradberry (virilha) perdeu seu segundo treino consecutivo.

– No New York Giants, o wide receiver Sterling Shepard (concussão) esteve presente nos treinos.

– No Minnesota Vikings, o wide receiver Adam Thielen (músculo posterior da coxa) não treinou nesta quinta, depois de perder o treinamento de quarta também.

– No Indianapolis Colts, o quarterback Jacoby Brissett (joelho) e o center Ryan Kelly treinaram de forma limitada nesta quinta. Os wide receivers T.Y. Hilton (panturrilha) e Parris Campbell (mão) não treinaram.

– No Atlanta Falcons, o quarterback Matt Ryan (tornozelo) treinou de forma limitada novamente.

– No Seattle Seahawks, o wide receber Josh Gordon (tornozelo) treinou de forma limitada em seu primeiro treino no novo time. O tackle Duane Brown (bíceps/joelho) não participou das atividades.

– No Cleveland Browns, o center JC Tretter fechou um acordo de extensão de contrato de três anos, com valor de US$ 32,5 milhões, com a equipe de Ohio, segundo informações de Ian Rapoport, da ‘NFL Network’. O contrato contém mais de US$ 23 milhões garantidos.

Tretter chegou aos Browns na free agency antes da temporada 2017 e ele vem melhorando muito em sua primeira temporada sob o comando de James Campen, treinador de linha ofensiva. Campen treinou Tretter durante suas primeiras quatro temporadas na NFL, quando ele defendeu o Green Bay Packers.

– O Oakland Raiders colocou o defensive end Arden Key na injured reserve e promoveu o linebacker Quentin Poling ao elenco ativo antes do Thursday Night Football contra o Los Angeles Chargers.

Os Raiders anunciaram os seguintes inativos para o TNF: o wide receiver Keelan Doss, o wide receiver/retornador Dwayne Harris, o quarterback DeShone Kizer, o center Erik Magnuson, o defensive end Josh Mauro, o cornerback Keisean Nixon e o tackle Brandon Parker.

– O Los Angeles Chargers anunciou os seguintes inativos para o Thursday Night Football contra o Oakland Raiders: o quarterback Easton Stick, o wide receiver Geremy Davis, o running back Justin Jackson, o safety Roderic Teamer, o tackle Sam Tevi, o defensive tackle Cortez Broughton e o defensive tackle Justin Jones.

Durante a derrota para os Raiders por 26 a 24 no TNF, o left tackle Russell Okung sofreu uma lesão na virilha.

Comments
To Top