NFL

Recuperado, Jimmy Graham retorna aos treinos do Seattle Seahawks

(Crédito: Instagram/Reprodução)

(Crédito: Instagram/Reprodução)

Em seu primeiro ano no Seattle Seahawks, Jimmy Graham teve sua temporada encurtada por uma contusão no tendão patelar do joelho direito, sofrida na semana 12. Feita a cirurgia para reparar a lesão, os Seahawks contavam com o retorno do tight end para a semana 1 da próxima temporada, mas Graham já está de volta nesta quarta-feira (10).

No começo do training camp da franquia, Graham estava na lista PUP (de jogadores fisicamente inaptos para jogar) do Seattle Seahawks, de onde saiu também nesta semana. No dia anterior, o técnico Pete Carroll chegou a afirmar que o atleta “estava no caminho para retornar”.

Apesar de não haver garantias, a saída de Jimmy Graham da famigerada lista pode ser um sinal de que o tight end estará pronto para retornar como titular na próxima temporada regular, a um mês de distância. Em 2015, durante sua estreia pelos Seahawks, ele participou como titular nos onze jogos em que conseguiu jogar.

Sobre o processo de reabilitação, Jimmy Graham deixou claro nesta quarta que não foi nada simples ficar tanto tempo fora.

“Houve alguns dias sombrios. Foram oito meses. Tem sido uma constante por oito meses. Eu nunca tinha passado por algo em que a cada dia você tem que fazer alguma coisa para isso. Todo dia, você acorda e, até você ir para a cama, você está fazendo algum tipo de reabilitação. Tem sido assim para mim durante oito meses, e continuará a ser assim para mim pelos próximos oito meses”, declarou Graham nesta quarta. “É algo que eu sempre vou ter que prestar atenção. É uma parte da vida agora. Isso me faz apreciar ainda mais o esporte do que eu apreciava. Só de estar fora lá hoje, eu estou cheio de paixão e cheio de fogo. Eu fico arrepiado apenas de passar por aquela porta. Então foi um grande dia”, completou.

Graham percorreu rotas e agarrou passes dos quarterbacks durante a primeira parte do treinamento desta quarta. Nada que ele fez necessitou que ele estivesse a toda velocidade e o tight end ficou na lateral do campo assim que o ataque e a defesa começaram a se enfrentar no treino coletivo.

Carroll afirmou que o camisa 88 está no caminho certo para voltar a jogar na semana 1 da temporada regular, a menos que haja algum contratempo.

O tight end, que depois de passar por cirurgia ficou com a perna imobilizada por um período entre 11 e 12 semanas, deu mais detalhes sobre a recuperação.

“Para mim, acho que uma das maiores batalhas é a mental. Você tem dias bons e tem dias ruins. Aleatoriamente, você vai se sentir bem por semanas e então, de repente, você vai ter um mau dia em que você está realmente com dores. E você acaba se questionado, como ‘estou fazendo a coisa certa? Por que isso é tão difícil?'”, observou. “Especialmente para mim e para minha carreira, sinto que muitas coisas vieram facilmente. Eu sempre fui atlético e fui rápido. Ter que aprender a andar de novo, é um exercício de humildade, com certeza”, finalizou.

No último mês de novembro, Graham se machucou enquanto fazia uma rota ‘fade’ do lado direito, enquanto era marcado pelo cornerback Antwon Blake. O quarterback Russell Wilson lançou a bola na direção de seu companheiro, mas o passe saiu ruim e Graham caiu de forma estranha e sem conseguir agarrar o lançamento.

Até os 13min36s remanescentes na partida, que terminou com vitória contra o Pittsburgh Steelers, Graham havia anotado quatro recepções para 75 jardas.

Outra preocupação da franquia é o running back Thomas Rawls, que fraturou o tornozelo e sofreu dano ligamentar em dezembro do ano passado. Assim como para Jimmy Graham, a expectativa é que Rawls consiga retornar já para o começo da próxima temporada.

Comments
To Top