NFL

Ravens flertam com reação, mas Chargers vencem e avançam nos playoffs da AFC

Los Angeles Chargers

(Crédito: Instagram/reprodução)

A partida no M&T Bank Stadium estava morna até pouco antes da metade do último quarto. Então houve emoção. Perdendo por 23 a 3, o Baltimore Ravens anotou dois touchdowns na reta final do jogo e Lamar Jackson quase foi de vilão a herói. Mas a falta de experiência do quarterback calouro pesou e o Los Angeles Chargers saiu da casa do adversário com a vitória por 23 a 17.

Com o resultado, o time da Califórnia se classifica para a rodada de divisão dos playoffs da Conferência Americana (AFC) e agora se prepara para enfrentar o New England Patriots no próximo domingo, novamente fora de casa. Já os Ravens estão eliminados.

Apesar de uma atuação ofensiva modesta, os Chargers dominaram defensivamente e limitaram os Ravens a apenas 229 jardas totais. Os visitantes aplicaram impressionantes sete sacks em cima de Jackson (para uma perda total de 55 jardas), sendo dois de Melvin Ingram, e forçaram três turnovers (dois fumbles e uma interceptação).

O quarterback Philip Rivers, do time da Califórnia, teve apresentação trivial e acertou 22 passes de 32 para 160 jardas, sem touchdowns e nem interceptações. O melhor jogador ofensivo foi o running back Melvin Gordon, que chegou a dar um sustinho com uma lesão no joelho, mas voltou e correu para 40 jardas e um TD.

Do lado dos Ravens, Lamar Jackson chegou a ouvir vaias da torcida, após a decisão tomada pelo técnico John Harbaugh de mantê-lo mesmo em meio a uma apresentação fraca nos primeiros três quartos e meio de jogo. Apesar disso, o novato soube se recuperar um pouco no último período e encerrou com 14 passes certos de 29 para 194 jardas, dois touchdowns e uma interceptação. Ele também correu para 54 jardas.

Mesmo assim, o camisa 8 foi responsável por dois dos três turnovers de seu time, uma interceptação e um fumble nos segundos finais que selou a vitória dos Chargers.

Recebendo bolas, Michael Crabtree fez duas recepções para 38 jardas e dois TDs, sendo o melhor jogador ofensivo da equipe de Maryland.

Primeiro tempo é marcado por turnovers do Baltimore Ravens

As defesas dominaram os ataques nos primeiros dois quartos e as únicas pontuações que saíram foram em quatro field goals convertidos pelo Los Angeles Chargers. O kicker Mike Badgley acertou chutes de 21 e 53 jardas no primeiro quarto e de 40 e 34 jardas no segundo quarto para colocar o time californiano com vantagem de 12 pontos.

Os Ravens não pontuaram e muito por conta da ineficiência do quarterback Lamar Jackson, que fechou o primeiro tempo com dois passes certos de oito para 17 jardas e uma interceptação. E, é claro, por causa dos turnovers.

Foram três fumbles nas primeiras oito jogadas ofensivas (isso mesmo) e um deles, cometido pelo running Kenneth Dixon, foi perdido. Contudo, apesar de começarem a campanha na linha de 15 do campo adversário e de avançarem à linha de uma jarda, os Chargers foram incapazes de entrar na end zone. Assim, tiveram que se contentar com o primeiro FG do jogo.

O segundo turnover dos Ravens ocorreu no segundo quarto, quando Jackson forçou um de seus poucos passes e foi interceptado pelo safety Adrian Phillips.

Baltimore produziu apenas 69 jardas ofensivas nos dois quartos iniciais, enquanto o L.A. Chargers somou 129 jardas. E foram 12min24s de posse para os donos da casa contra 17min36s para os forasteiros da costa oeste.

Ravens reagem, sonham com virada, mas caem

Os Chargers começaram o terceiro quarto recebendo a bola e as coisas ficaram ainda melhores depois de um retorno de kickoff de 72 jardas de Desmond King, que colocou a equipe visitante já perto da red zone. Contudo, L.A. não conseguiu avançar muito e teve que tentar mais um FG. Badgley errou a tentativa de 41 jardas e o placar permaneceu em 12 a 0.

Com 10min36s remanescentes no período, Virgil Green cometeu um fumble e os Chargers cometeram o primeiro turnover.

Os Ravens iniciaram a campanha no campo de ataque pela primeira vez, mas pouco avançaram e Justin Tucker acertou seu primeiro field goal no jogo, de 33 jardas, para reduzir a diferença para 12 a 3.

A campanha ofensiva seguinte dos Chargers terminou em punt e o chute foi parcialmente bloqueado pelos special teams dos Ravens. Assim, Baltimore já começou a campanha na linha de 40 do território ofensivo.

Quatro jogadas mais tarde, Tucker entrou em campo novamente para um FG de 50 jardas, que deixaria a diferença em uma posse de bola, mas o sempre confiável kicker errou seu primeiro chute em playoffs e o placar seguiu o mesmo. Uma gafe brutal.

O drive seguinte dos Chargers foi uma confusão só, com um possível touchdown não marcado pela arbitragem sendo revisado, Melvin Gordon quase entrando na end zone e, ao mesmo tempo, quase sofrendo um fumble que seria retornado pelos Ravens para TD. Mas, no final, os representantes da Califórnia se deram bem e marcaram touchdown em corrida de uma jarda de Gordon em uma quarta para o goal da linha de uma jarda.

A conversão de dois pontos foi bem-sucedida, em passe de Philip Rivers para Mike Williams, e o placar foi para 20 a 3.

A 9min14s do término, Badgley acertou um field goal de 47 jardas e aumentou a vantagem do L.A. Chargers para 23 a 3.

Jogo basicamente definido e sem emoção, certo? Nada disso!

Os Ravens acordaram.

Com 6min33s remanescentes, finalmente o ataque de Baltimore apareceu. E com os braços de Jackson (acredite se quiser). O jovem signal caller encontrou Michael Crabtree sozinho do lado direito, conectou passe de 31 jardas e anotou o primeiro TD dos Ravens.

O placar foi para 23 a 10 e, pouco depois, os Ravens forçaram o punt do oponente.

Menos de três minutos mais tarde, Jackson novamente encontrou Crabtree na end zone. O passe de sete jardas teve que ser revisado para ver se a recepção foi dentro da zona de pontuação, mas o TD foi confirmado e a desvantagem dos mandantes caiu para 23 a 17.

A defesa dos Ravens apareceu e o time da casa teve a bola novamente com 45s restantes. Jackson completou um passe para avanço de 13 jardas com Mark Andrews, mas duas jogadas mais tarde ele sofreu um fumble após o sack e os Chargers confirmaram o triunfo.

Comments
To Top