NFL

Ravens fecham novo contrato com tight end Nick Boyle; veja mais movimentações

Nick Boyle, tight end do Baltimore Ravens

(Crédito: Twitter/reprodução)

O Baltimore Ravens segurou um de seus principais jogadores ofensivos antes da free agency. O time fechou uma extensão de contrato de três anos com o tight end Nick Boyle, com valor total de US$ 18 milhões.

O acordo inclui US$ 10 milhões em garantias, como apurou o jornalista Ian Rapoport, da ‘NFL Network’.

A equipe confirmou a renovação de maneira oficial.

Selecionado na quinta rodada do draft de 2015 pelos Ravens, com a 171ª escolha geral, Boyle ia se tornar um agente livre na semana que vem. Com poucos TEs no mercado aberto, provavelmente Boyle ia atrair o interesse de vários times.

“Eu ficaria muito pressionado para encontrar um grupo de TEs melhor na liga neste momento”, declarou John Harbaugh, head coach dos Ravens, durante uma coletiva de imprensa para falar sobre as recentes transações da franquia de Maryland.

Com o novo contrato, Boyle vai se tornar o 15º tight end mais bem pago da NFL, com média de US$ 6 milhões por temporada.

O valor de contrato de Boyle é ótimo para um tight end que é ótimo bloqueador no jogo corrido, mas não brilha tanto no jogo aéreo. Com 48 jogos de temporada regular na liga, o camisa 86 soma 75 recepções para 613 jardas e nenhum touchdown.

Desde que o quarterback Lamar Jackson assumiu o posto de titular dos Ravens, Boyle fez apenas nove recepções para 70 jardas.

Confira mais movimentações na NFL nesta quinta (7):

– Dois dias depois de fechar um novo contrato de três anos com o left tackle Donovan Smith, o Tampa Bay Buccaneers segurou mais um dos grandes membros de sua linha ofensiva e exerceu a opção pelo ano final de contrato do right tackle Demar Dotson.

Em 2019, Dotson vai faturar um salário-base de US$ 3,975 milhões, com um bônus prorrogado de US$ 125 mil e um bônus de elenco de US$ 750 mil por jogo. O RT vai ‘pesar’ US$ 4,8 no salary cap em 2019.

Jogador que há mais tempo está no elenco dos Bucs, Dotson faz parte da organização da Flórida desde 2009, quando assinou como free agent não draftado. Ele, que está com 34 anos de idade, vai trabalhar com seu quinto técnico diferente.

– O Oakland Raiders marcou três free agents restritos antes de a free agency abrir, na semana que vem. O jornalista Tom Pelissero, da ‘NFL Network’, apurou que a franquia aplicou propostas no running back Jalen Richard e no cornerback Daryl Worley, além do safety não draftado Erik Harris.

Todos os três jogadores podem, teoricamente, assinar ofertas de outros times. No caso de Richard e Worley, os Raiders receberiam uma escolha de segunda rodada de draft caso se recusem a igualar as propostas. Já no caso de Harris, Oakland não receberia compensação nenhuma se ele assinasse com outra equipe.

– O New York Giants aplicou uma proposta de free agent restrito no wide receiver Corey Coleman, ex-selecionado na primeira rodada do draft. A informação é de Ian Rapoport, da ‘NFL Network’.

– O Detroit Lions aplicou uma proposta de direitos exclusivos no safety free agent Charles Washington, como anunciou o time.

– O Pittsburgh Steelers aplicou uma proposta de segunda rodada no offensive lineman B.J. Finley, como apurou Tom Pelissero, da ‘NFL Network’.

– O Dallas Cowboys acertou um novo contrato de um ano com o safety Darian Thompson.

– O Denver Broncos renovou com o long snapper Casey Kreiter por um ano.

– O Jacksonville Jaguars renovou com o long snapper Matt Overton, que ia se tornar um free agent na semana que vem.

– O New York Jets aplicou uma proposta de segunda rodada no wide receiver Robby Anderson, como anunciou o time.

– O San Francisco 49ers anunciou que aplicaram propostas de um ano no running back Raheem Mostert, um free agent restrito, no linebacker Elijah Lee e no defensive back Greg Mabin, free agents de direitos exclusivos.

Além disso, a franquia californiana exerceu as opções para 2019 nos contratos do fullback Kyle Juszczyk, do defensive lineman Cassius Marsh, no linebacker Dekoda Watson e no cornerback K’Waun Williams. Os 49ers declinaram a opção no contrato do wide receiver Pierre Garçon.

– O Tennessee Titans acertou uma extensão de quatro anos, com valor de US$ 12,55 milhões, com o punter Brett Kern. O acordo inclui um bônus de assinatura de US$ 2,2 milhões, de acordo com Ian Rapoport, da ‘NFL Network’.

Comments
To Top