NFL

Quinta Descida: avaliando as novas regras da NFL

Crédito: Reprodução

Crédito: Reprodução

Todo ano a NFL promove uma reunião com técnicos e donos de todas as equipes para discutir mudanças na liga. São colocadas em pauta possíveis aumentos de partidas na temporada regular até novas regras propostas por times. Quase todas as equipes propõem novas regras para serem colocadas em votação. Algumas esdrúxulas, como a ideia do Indianapolis Colts de um touchdown valendo 9 pontos, outras interessantes, como a mudança da regra de recepção para validar a já famosa não-recepção de Dez Bryant no jogo de playoffs entre Green Bay Packers e Dallas Cowboys.

Ao final, das muita propostas feitas, somente poucas foram aceitas (infelizmente a regra de recepção não foi alterada), vamos a elas:

Mudança: Times recebem mais um pedido de tempo ao final do segundo e quarto quarto, além de prorrogações, com o intuito de usá-lo como pedido para rever o tempo de jogo
Avaliação: Ok. A medida vem para trazer justiça para a partida. Algumas vezes times perdem jogos por conta de juízes errando o tempo em que a jogada terminou e técnicos não tendo mais timeouts para desafiar. Não é muito comum, mas quando acontecer, é bom haver uma regra para garantir esse tipo de desafio.

Mudança: Jogadores declarados inelegíveis terão que se alinhar na tackle box.
Avaliação: Não gostei nem um pouco. Essa regra deveria se chamar “regra do mal perdedor”. Ela veio após os Patriots a utilizarem contra os Ravens durante a semifinal da conferência americana, em lance já explicado aqui. É uma regra que tira um pouco do brilho do futebol americano que é a variedade de nuances de uma jogada, e a capacidade de jogadores de se adaptarem ao que acontece durante a partida. Já existia uma regra que impedia jogadores inelegíveis de ultrapassar a linha de scrimmage durante a jogada, e isso já ajudava imensamente a defesa, com essa nova regra, a NFL parece tratar jogadores da unidade defensiva como idiotas que não sabem ler jogadas.

Mudança: Todo jogo contará com um especialista para observar se algum jogador em campo mostra sinais de lesão ou concussão. Caso esse especialista note algum sinal anormal, ele tem o direito de parar o jogo para retirar o jogador “baleado”.
Avaliação: Gostei. Essa regra vem sendo chamado de “Regra Edelman” uma vez que durante o Super Bowl, o wide receiver levou grande pancada de Kam Chancellor, ficou tonto e mesmo assim continuou na partida. A medida visa aumentar a segurança de jogadores em campo, e não afeta o andamento de partidas e nem a maneira como atletas jogam.

Mudança: wide receiver serão considerados sem chance de defesa durante jogadas de interceptação.
Avaliação: Irá depender do bom senso de juízes. A idéia da regra é muito boa, porém poder acabar se tornando irritante se as zebras não tiverem bom senso e começarem a marcá-la em qualquer situação de hit em wide receiver após interceptações.

Mudança: Linebackers poderão usar também numerações de 40 e 49.
Avaliação: Indiferente. Não muda em absolutamente nada, porém será estranho ver atletas com esses números de posicionando no front seven das defesas durante toda a partida.

Mudança: Times com estádio com tetos retráteis poderão abri-lo no intervalo da partida caso o tempo esteja favorável.
Avaliação: Gostei. Vai ser legal ver jogos com iluminações diferentes durante as partidas, além de gerar time lapses bacanas do teto se abrindo durante o halftime.

 

Comments
NFL, NBA e MLB. Notícias, relatos e colunas. E uma pitada de humor de tiozão. Contato: [email protected]
Copyright © 2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18


Jogue com responsabilidade


To Top