NFL

Quem será o quarterback do New England Patriots?

Bill Belichick, head coach dos Patriots

Em 1993, quando tinha um ano de idade, escrevi um texto com o mesmo título deste. Ele foi publicado antes do Draft e tratava sobre as opções do New England Patriots, um time perdedor e desgraçado por todo tipo de miséria – derrotas, ano bom finalizado com pancada no Super Bowl, donos falidos, estádio lixo, talento limitado e quem vinha no Draft queria vazar logo. Juro que é verdade essa história pessoal.

Pois bem, o time draftou Drew Bledsoe naquele ano, Robert Kraft comprou o time logo depois, a equipe chegou a mais um Super Bowl e perdeu… bla bla bla, Bill Belichick, Bledsoe se machucou, Tom Brady…

Todo mundo já sabe a história porque ela foi contada mil vezes a cada ida ao Super Bowl da franquia de Foxborough. Desde que Bledsoe foi draftado e virou o franchise quarterback, passando por sua lesão e a titularidade de Tom Brady e finalmente a saída deste, se passaram 27 anos. Tivemos alguns períodos de incertidão – como quando Brady teve seu joelho explodido na semana 1 da temporada 2008 – mas nunca foi necessário pensar “quem será o quarterback do New England Patriots?”.

Pois bem, aqui chegamos.

Quem será o quarterback do New England Patriots?

Por enquanto Jarrett Stidham.

jarrett stidham patriots

Esse rapaz com cara de bom moço é o quarterback número 1 do New England Patriots no momento. Ele foi escolhido na 133ª posição do Draft de 2019. Ou seja, pode falar que foi 66 posições melhor do que Tom Brady.

O duro é que, quando Stidham entrou em campo na temporada regular para Brady descansar, ele acertou dois passes, mas errou um, que foi logo uma pick six. Brady entrou na campanha seguinte para não deixar o calouro comprometer a vitória contra os Jets. Então seu rating atual de 18,8 não é dos mais empolgantes neste momento.

A resposta para quem será o quarterback do New England Patriots em 2020 pode ser Jarrett Stidham? Sim. Eu não acho que isso vai acontecer e quando me perguntaram nos stories do Instagram se os Pats partiriam para o tank eu respondi que não.

“Imagina Bill Belichick partindo para o tank?? JAMAIS”.

Agora, um dia depois, vendo que a defesa perdeu um monte de peças, o ataque não tem mais o maior jogador da história da franquia e o time não está com muito espaço na folha salarial, eu espero de tudo.

PS: os Patriots têm também Cody Kessler, 8 TDs, 5 INTs e 2-10 na carreira. Como me esqueci dele?

Vamos às outras opções.

Draft de 2020

O New England Patriots tem a escolha número 23 na primeira rodada do Draft de 2020. Patrick Mahomes foi escolhido em décimo pelo Kansas City Chiefs, que originalmente tinha a escolha 27 no Draft de 2017, mas pagou para subir e escolher seu QB, MVP da liga dois anos depois e do Super Bowl três anos depois.

Russell Wilson foi escolhido na terceira rodada. Lamar Jackson, MVP da NFL, foi escolhido em 32°. Aliás, os Patriots tinham duas escolhas antes disso e preferiram outras peças. Sony Michel irá carregar esse peso para sempre.

O Draft é a melhor chance para os Patriots acertarem seu rumo e não penarem nos próximos anos. Claro que Joe Burrow estará fora de alcance, assim como Tua Tagovailoa. Justin Herbert talvez?

O duro é que o time que estiver à beira de escolher e receber uma ligação dos Patriots vai querer se vingar dos anos e anos de trocas, negociações e até par ou ímpar que os Patriots levaram a melhor de forma humilhante sobre os outros times. O time que trocar com os Patriots vai cobrar o mundo.

Jake Fromm, Jordan Love, Jacob Eason ou Jalen Hurts devem estar disponíveis sem precisar abrir mão de ativos. Belichick estará interessado neles? Isso só saberemos no dia mesmo. Fromm se encontrou com os Patriots no Combine, por exemplo. Pode ter certeza que Belichick tem um relatório completo de todos eles neste momento. Os Pats têm 12 escolhas no Draft, dá para fazer um pacote e subir, sem dúvidas.

Um veterano “disponível”

A alternativa mais citada é encontrar um veterano com algum tempo de liga. Claro que o nome de Jimmy Garoppolo seria citado, já que sua ida para a Costa Oeste ainda não foi aceita por muitos torcedores de New England. Mas esquece, ainda mais com o contrato que ele tem. Esse aliás é o grande problema para os Patriots. Mesmo com a saída de Brady, ele ainda vai impactar a folha em US$13,5 milhões em dead cap.

A franquia vai precisar fazer uns ‘corres’ e a troca de Duron Harmon para o Detroit Lions é prova disso. Danny Shelton, Kyle Van Noy, Jamie Collins são outros jogadores de defesa que saíram, estes aceitando contratos na free agency.

Os contratos na NFL sempre são uma ilusão e é possível abrir espaço, renegociando mais que time de futebol com o governo federal e cortando o que der. Dá para encontrar os centavos necessários para trazer um QB de contrato médio, caso essa seja a necessidade.

Mas se for isso, Belichick precisa correr. Nick Foles, que todo mundo sabia que estava disponível, já foi para Chicago. Teddy Bridgewater, o reserva mais desejado na NFL em 2020, acertou com o Carolina Panthers. Rivers foi para o Indianapolis Colts. As principais equipes não vão trocar seus franchise quarterbacks, ainda mais para uma franquia que teve do bom e do melhor por 20 anos e agora quer se recompor.

Mas ainda existem alguns nomes. Andy Dalton é outro que tem contrato, mas está com uma placa de vende-se nas costas. Derek Carr também não é dos mais populares em seu time, e os Raiders trouxeram Marcus Mariota, que não é um titular inquestionável, até nem um titular, mas o ex-Titans pode ser exatamente o que Ryan Tannehill foi em Tennessee em 2019. Não?

Jameis Winston agora é um cara sem um trabalho, já que é difícil imaginar que os Bucs queiram manter ele depois de ACERTAR COM TOM BRADY (O QUE?).

Sim, um dia depois ainda não acreditei.

Belichick pode salvar a carreira de um quarterback de 30 interceptações? Difícil. Cam Newton é o nome mais graúdo, sem dúvidas. Mas suas lesões recentes e seu salário (US$ 17 milhões) são algo que pode deixar Bill Belichick sem muita vontade de contar com o camisa 1. Sua linguagem corporal no banco, quando ele bota a toalha na cabeça, masca chiclete e parece o maior mala do mundo, também não devem ser muito bem-vistas em Foxborough.

Sobrou um nome. Se Jimmy G não é mais uma possibilidade, Jacoby Brissett pode estar a apenas uma chamada de distância. Seu salário não é dos melhores (US$ 15 milhões) e seu final de temporada não foi dos mais bonitos. Mas ele já jogou nos Patriots, mostrou bons momentos na liga e está disponível com a chegada de Rivers em Indy.

É isso. 1.050 palavras para aventar a possibilidade de que quem será o quarterback dos Patriots em 2020 é Jacoby Brissett.

Ao torcedor dos Patriots: o futuro (por enquanto) não será fácil.

Comments
To Top