NFL

Prévia Arizona Cardinals 2017: fim da linha para Palmer e Fitzgerald ou renascimento com David Johnson?

Previa Arizona Cardinals

Experiência ou declínio? Olha, os Cardinals, mais uma vez, terão que fugir das contusões e valorizar a experiência dos líderes da equipe. Porque, se olharmos bem, o time é quase o mesmo que encantou a NFL em 2015, quando venceu 13 jogos. Carson Palmer ainda é o QB (até quando), Larry Fitzgerald ainda é o principal recebedor e David Johnson assumiu de vez o protagonismo correndo e recebendo uma bola ali e outra acolá. Patrick Peterson ainda é o mesmo cornerback de sempre e Tyrann Mathieu é um dos melhores safeties da liga.

Categoria: sonhando com Super Bowl

Desempenho em 2016: 7-8-1

Previsão nada científica para 2017: 9-7

Linha de Las Vegas (você pode apostar em mais ou menos vitórias que o número a seguir): 8

Jogadores de Pro Bowl em 2017: Carson Palmer, David Johnson, Larry Fitzgerald, Patrick Peterson, Tyrann Mathieu, Markus Golden

Quem pode se juntar a essa lista: Antoine Bethea, Chandler Jones e D.J. Humphries.

Ou seja: o time é cascudo e poderoso. Se as contusões não atingirem esses cinco jogadores principais (Palmer, Fitzgerald, Johnson, Peterson e Mathieu), o conjunto tem tudo para brigar com os Seahawks pela divisão e tentar uma campanha como a de 2015/16, que terminou apenas na final da Conferência Nacional. Mas infelizmente, as contusões não perdoam nenhum time e é aí que mora o problema.

Palmer, 37 anos, vem sofrendo com elas. O coitado apanhou muito na última temporada e só ficou de fora de um único jogo durante a temporada. Ele é durão, mas a recuperação já não é mais a mesma, e as porradas só pioram. Palmer sabe que o time precisa dele e  trabalhou duro na offseason. O camisa 3 fez de tudo para fortalecer os músculos – inclusive parou de tomar vinho. Seu substituto é Blaine Gabbert, e eu acho que os torcedores dos Jaguars e dos 49ers não estão com saudades. Drew Stanton não convenceu quando teve que entrar em cena. Então, Palmerzão neles e que nenhuma lesão aconteça.

Veja aqui o esquenta da NFL, com nossas prévias diárias para a temporada 2017 da NFL

Fitzgerald nunca sofreu muito com as contusões – ufa – e vem tendo um desempenho constante desde que estreou em 2004 com os Cardinals. O astro sempre tem marcação dobrada e mesmo assim somou mais de mil jardas recebidas nas duas últimas temporadas. A questão é que o recebedor, às vezes, não chama o jogo como Julio Jones chama, por exemplo. Fitzgerald parece jogar de terno, tamanha a qualidade e respeito com o jogo, mas na hora do quebra pau ele fica longe, na dele.

Talvez falte um recebedor que acompanhe a grandeza de Fitzgerald. Desde que Anquan Boldin foi embora, os recebedores dos Cardinals nunca mais chegaram aos pés de Fitzgerald. Michael Floyd foi o melhorzinho. Os Browns, Jaron e John, ainda não decolaram e sobrecarregam Palmer e Fitzgerald. Sendo que John ainda não está totalmente recuperado de uma lesão na coxa. J.J. Nelson aparece como um bom nome, mas normalmente ele substitui Fitzgerald. Bruce Arians podia deixar os dois jogarem juntos.

O novato Chad Williams, escolha de terceira rodada,  pode surpreender e participar de alguns snaps. Na posição de tight end, o negócio fica meio nebuloso. Jermaine Gresham chegou em 2015 e só conseguiu três TDs. Três míseros touchdowns para um tight end. Assim não dá. Mais pressão ainda para cima de Fitzgerald e Palmer. Eu sei que ele bloqueia muito bem, e que teve uma média ótima no último ano (10.6 jardas por recepção); só não entendo porque ele não participa mais. O ataque só iria melhorar.

Prévia Arizona Cardinals: David Johnson, running back do Arizona Cardinals

(Crédito: Twitter/reprodução)

Isso porque basta dar bola para David Johnson, talvez o melhor corredor da NFL – junto com Ezekiel Elliott e Le'Veon Bell – que ele resolve. Cada dia que passa, os Cardinals ficam mais dependentes de Johnson. Sendo assim, o ataque é previsível ao extremo. E já que é previsível, a execução tem que ser perfeita. Pelo menos, a linha ofensiva dá um bom alento nesse sentido. D.J. Humphries, Mike Iupati, Jared Veldheer e A.Q. Shipley estão saudáveis. Os quatro perderam alguns jogos ano passado e fizeram muita falta. Parece que todos estarão prontos para protegerem Palmer ao mesmo tempo que darão condições para Johnson furar a linha e avançar. Na última temporada, o quarteto perdeu vários jogos e Palmer foi engolido; 40 sacks na cabeça. Assim não há veterano que resista.

Prévia Arizona Cardinals: os Angry Birds

Não há como negar: a melhor defesa da NFC West pertence ao Seahawks. Contudo, os Cardinals possuem uma defesa tão agressiva quanto e que promete rivalizar contra o bando de Seattle. Eu sei que muita gente boa foi embora. Tony Jefferson, líder de tackles em 2017, foi para os Ravens. Calais Campbell foi para os Jaguars. Kevin Minter foi para os Bengals e Marcus Cooper para os Bears. Contudo, o grupo tem boas peças, com quatro líderes: Markus Golden, Chandler Jones, Patrick Peterson e Tyrann Mathieu.

Karlos Dansby já não é mais o mesmo, sua movimentação caiu muito, mas ele ainda é muito bom tackleando e contendo o jogo corrido. Markus Golden é a estrela da defesa: 12.5 sacks e quatro fumbles no ano passado o colocaram como o grande gerador de turnovers dos Cardinals. Sem falar na sua capacidade de marcar individualmente e na sua explosão ao identificar corridas. Estou ansioso para ver como Dansby e Golden vão interagir. Corey Peters é uma máquina de tackles solos, mas desde que lesionou o tendão de Aquiles nunca mais foi o mesmo. Chandler Jones é um pesadelo para os ataques adversários.

Sem falar na secundária, que também bate de frente. Patrick Peterson e Tyrann Mathieu são as estrelas. Peterson vai para sua sétima temporada, tendo sido escolhido para o Pro Bowl desde que entrou na liga. Antoine Bethea já é veterano, mas ainda dá um caldo. Brandon Williams talvez seja o elo mais fraco, mas que deve evoluir muito em seu segundo ano na NFL. Budda Baker é um novato que pode dar certo já este ano.

Vai feder: No papel, com todos os titulares, os Cardinals figuram entre as 10 melhores equipes da NFL. Entretanto, os reservas são muito fracos. Qualquer contusão/lesão de um dos nomes citados aqui e a temporada vai pro brejo. Se o time titular é calejado, o reserva beira o berçário.

Bruce Arians precisa encontrar a medida certa entre os mais experientes e os mais novos. Um bom balanço pode reduzir as chances de lesões aparecerem, ao mesmo tempo em que pode deixar o time voando em campo.

Mas é fato que a sensação do time é a de que o tempo está acabando. Uma temporada boa, uma ruim, uma boa, outra ruim. 2017 parece ser definitivo para o sucesso da franquia.

Especialistas:

Ai, ai, ai. Na última temporada, o grupo de especialistas foi muito mal e custou, no mínimo, cinco vitórias. Cinco. Sem as trapalhadas e erros, o time estaria nos playoffs.

Pelo menos, Chandler Catanzaro não é mais o kicker da equipe. Phil Dawson, 42 anos, chegou para assumir a posição e promete entregar mais do que o coitado do Catanzaro. Mas quem garante que Dawson irá aguentar mais uma temporada, a 19ª da carreira? Não acredito que o desastre do ano passado irá se repetir, mas o time não se reforçou a posição de chutador.

Prévia Arizona Cardinals: tabela

(Crédito: reprodução)

Claramente, os dois jogos mais importantes da temporada serão contra os Seahawks. Mas mesmo sem o título de divisão, um wild card pode pintar. A tabela não é das mais difíceis, muito menos a NFC West. Os 49ers estão em um completo buraco sem saída, enquanto os Rams possuem um enorme potencial, mas esbarram nos próprios erros.

A sorte dos Cardinals é que a AFC South está no caminho. Mesmo com os Jaguars e Titans subindo de produção, a franquia de Arizona tem obrigação de somar duas vitórias. Os Texans aparecem como o adversário mais duro e os Colts já tiveram dias melhores. O jogo contra os Cowboys tende a derrota. Eagles, Giants e Redskins são mais favoráveis e podem ser o fiel da balança entre brigar pela divisão ou lutar pelo wild card. O dificílimo jogo de abertura contra os Lions deve definir se a temporada será de esperança ou de fim de ciclo.

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top