NFL

Por que as linhas defensivas podem definir o Super Bowl LVI?

Antes de mais nada, as linhas defensivas são responsáveis por pressionar o quarterback. Ou seja, diminuir o tempo que ele tem para encontrar seu recebedor. Assim, é importante para a disputa no Super Bowl.

Portanto, o trabalho da linha ofensiva é impedir que os jogadores do primeiro nível de defesa consigam aplicar pressão ao portador da bola. Nesse sentido, em algumas ocasiões uma linha defensiva com bons apressadores de passe é mais importante do que o ataque em si, pois forçam as jogadas a não se desenvolverem e a posse de bola volta para o ataque.

Portanto, por que é tão importante, ainda mais em um Super Bowl, que a linha defensiva faça um trabalho bem feito?

A saber, ambas equipes conseguiram na reta final da temporada terem consistência nos dois lados do campo, defesa e ataque. O Los Angeles Rams já tinha uma pré disposição para isso com Aaron Donald, Jaylen Ramsey, Leonard Floyd, e agora com Von Miller. Enquanto a defesa de Cincinnati tinha problemas com jogadas de corrida pela limitação de seus linebackers com Logan Wilson e companhia. Em contrapartida, a chegada de Trey Hendricksen deu um motivo para que os ataques rivais ficassem mais atentos. O pass rusher somou 14 sacks na temporada regular, e mais 2.5 em pós temporada.

Contudo, é importante deixar claro também que Matthew Stafford é um ótimo quarterback contra blitz, e quando bem protegido pode fazer boas escolhas. Contudo, também toma algumas decisões erradas e tem interceptações um tanto quanto desnecessárias. Por outro lado, a secundária dos Bengals teve boa atuação com Jesse Bates e Vonn Bell. Os mesmos foram responsáveis pela interceptação de Patrick Mahomes na prorrogação no jogo da AFC Championship.

De antemão, a linha ofensiva de Cincy cedeu nove sacks para o Tennessee Titans no duelo divisional. A saber, durante a temporada regular Joe Burrow foi sacado mais de 50 vezes. O que torna ele o primeiro quarterback a ter +50 sacks e ainda assim chegar ao Super Bowl.

Quais as outras chaves do duelo entre Bengals x Rams?

Dessa forma, Matthew Stafford pode utilizar bem seu TE Tyler Higbee em passes de média distância, justamente pelo déficit que Cincinnati tem no corpo de LB. Assim como utilizar boas corridas com Cam Akers e Sonny Michel. Além disso, pode acionar mais vezes OBJ, já que a marcação estará mais forte no Cooper Kupp por ser o recebedor principal.

Analogamente, Joe Burrow foi o quarterback com maior porcentagem de passes completos na temporada com 70.4% completados. Ja´Marr Chase em matchup contra o Jaylen Ramsey promete ser um dos grandes duelos do domingo (12). Joe Mixon também consegue boas corridas, mas terá que ficar atento na movimentação do LB Leonard Floyd, caso se alinhe para apressar o passe, jogadas terrestres são interessantes para que Burrow não seja atingido. Além do mais, passes rápidos com Chase,  TE Higgins e Tyler Boyd.

Foto destaque: Divulgação/ The Athletic 

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top