NFL

Polícia confirma que Lucky Whitehead foi identificado erroneamente

Lucky Whitehead, wide receiver do Dallas Cowboys

(Crédito: Twitter/reprodução)

O Departamento de Polícia do condado de Prince William, Virgínia, afirmou, nesta terça-feira, em comunicado que o homem acusado de roubo no dia 22 de junho não era Lucky Whitehead, ex-wide receiver do Dallas Cowboys, como indicado originalmente.

Na última segunda-feira, o jogador de 25 anos e seu agente David Rich alegaram que este era um caso de identificação equivocada. Rich citou os registros de voo para provar que seu cliente não estava na Virgínia no momento do incidente. Apesar disso, a franquia texana optou por dispensar Whitehead e citaram o padrão de comportamento para justificar a decisão.

“Completamente surpreendido”, afirmou o empresário em entrevista à ‘ESPN’ sobre o relatório inicial. “Todo mundo estava, os Cowboys, Lucky e eu mesmo. Isso é o que moveu essa coisa. Desde a primeira ligação foi um tom de rompimento. Eu já fui dispensado antes e isso soou como ‘é bom você ter uma boa explicação para isso’ e fomos completamente pegos desprecavidos por isso (incidente da acusação errada)”.

O Departamento de Polícia do condado de Prince William alegou que o homem que foi preso não tinha uma identificação com ele. Ele verbalmente forneceu o nome, data de nascimento e número de segurança social de Rodney Darnell Whitehead Jr. para os policiais, que verificaram as informações através do banco de dados do Departamento de Veículos Motorizados da Virgínia.

A polícia também comparou a foto do banco de dados com o homem em custódia e “agiu de boa fé no momento em que o homem em custódia era o mesmo que as informações fornecidas”.

“Neste ponto, o departamento de polícia também está confiante em confirmar que a identificação do Sr. Whitehead foi falsamente fornecida à polícia durante a investigação”, escreveu a polícia local em comunicado.

Atualmente a polícia está buscando a real identidade do homem que foi preso em 22 de junho por supostamente roubar itens de uma loja em conveniências em Wawa aproximadamente às 1h30 do horário local.

“Uma vez que a informação da identificação fornecida pelo detido durante a investigação era aparentemente falsa, o departamento de polícia está trabalhando com o escritório da promotoria para remover o Sr. Whitehead da investigação”, disse o comunicado. Além disso, eles disseram “lamentar o impacto que esses eventos tiveram sobre o Sr. Whitehead e sua família”.

Uma fonte da dentro do Dallas Cowboys de Josina Anderson, jornalista da ‘ESPN’, indicou que o time texano não planeja cancelar a dispensa do wideout. “Nós seguimos em frente”, afirmou a fonte.

O informante ainda revelou que o time de Arlington não está preocupado com a possibilidade de o atleta de 25 anos apresentar uma queixa, já que o movimento foi “lidado com habilidade”.

Ao ser questionado se os Cowboys poderiam rescindir o pedido de dispensa, David Rich disse: “eu não sei se seria um lugar saudável para qualquer um agora”.

“É decepcionante, mas uma lição de vida difícil para este jovem. Ele ficará bem. Três ou quatro equipes me contataram e eu não ficaria surpreso se reivindicarem seus direitos especialmente com o como os elencos estão agora. Você pode adicionar um wide receiver da Long Beach State Community College ou um cara como Lucky Whitehead, que tem um bom trabalho”, declarou o agente.

Além disso, o representante revelou que irá conversar com seu cliente e sua família para decidir como irá prosseguir no caso, seja legalmente ou com a Associação dos Jogadores (NFLPA).

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top