NFL

Polêmica com bandeira sulista reacende debate sobre nome dos Redskins; veja manchetes de terça

NO HUDDLE – O boletim de notícias de NFL do Quinto Quarto

– Polêmica com bandeira sulista reacende debate sobre nome do Washington Redskins: após o massacre na igreja de uma comunidade negra na cidade de Charleston, a bandeira sulista (parte dos Estados Unidos que demorou mais para abrir mão da escravidão e ainda tem mais problemas de racismo) hasteada no memorial da capital do Estado tem grado discussões sobre os possíveis símbolos relacionados a ela. Defendida por uns como um símbolo histórico que deve ser mantido, ela também é condenada por quem ainda a vê como um símbolo de racismo. E, ainda que não esteja diretamente relacionado, o debate voltou a fomentar as discussões sobre o nome do Washington Redskins (peles vermelhas de Washington, em tradução livre), considerado por alguns racista com os índios nativo americanos e que, por isso, deve ser trocado.

– Jason Garrett, técnico do Dallas Cowboys, diz que não pretende fazer comparações entre equipe atualmente treinada por ele e a dinastia dos Cowboys na década de 1990: depois de conquistar dois anéis do Super Bowl pelos Cowboys como jogador, Garrett agora deve treinar a equipe que o consagrou e garante que seu time da época de ouro não interferirá no trabalho como técnico.

– Phillip Dorsett quer fazer jogadas para o Indianapolis Colts: durante os treinos da offseason, o wide receiver novato revelou ao ‘Around The NFL’ que não sabe qual será seu papel no time ao lado de T.Y. Hilton e Andre Johnson, mas também sempre que puder irá criar novas jogas e sugeri-las ao time.

– Nesta offseason, Mike Evans está aprendendo com Randy Moss: assim como Randy Moss, Evans, dos Buccaneers, era um astro de basquete na escola que surgiu no esporte universitário como um fenômeno do futebol americano.

– JJ Watt explica o que quis dizer com ‘bom é o inimigo do ótimo’: segundo declarações dadas pelo defensive end nesta terça-feira, ele acredita que tudo o que puder ser feito para melhorar deve ser feito, porque “precisamos ser o melhor que podemos ser”.

– Marquise Goodwin, wide receiver do Buffalo Bills deve competir nos campeonatos dos Estados Unidos: de acordo com a Sports Ilustrated, ele irá competir United States Outdoor Track e na Field Championships, em Oregon.

– Dorial Green-Beckham, wide receiver dos Titans draftado em 2015, acredita na seriedade no simpósio de novatos da NFL nesta semana. “Sei o que posso e não posso fazer”, disse nesta terça-feira.

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top