NFL

Pete Carroll rebate críticas de Richard Sherman e Michael Bennett

Pete Carroll, técnico do Seattle Seahawks

(Crédito: Twitter/reprodução)

Pete Carroll foi criticado por seus ex-defensores e agora chegou a vez da réplica.

Semanas atrás, o técnico do Seattle Seahawks foi alvo de críticas feitas pelo cornerback Richard Sherman, atualmente no San Francisco 49ers, e pelo defensive end Michael Bennett, agora no Philadelphia Eagles. Sherman, inclusive, disse que o head coach era melhor para o futebol americano, frisando que a mensagem de Carroll ao time se tornou obsoleta.

A resposta do treinador foi contundente.

“O que eu gostaria de dizer é que passamos por muita coisa por aqui, crescemos tremendamente juntos e tudo mais, e as mudanças são inevitáveis”, declarou Carroll, segundo o jornalista Gregg Bell, do ‘The News Tribune’. “Às vezes, os caras não conseguem lidar com o que é esperado, por uma razão ou outra – seu crescimento, seu desenvolvimento e tudo isso. E a melhor coisa que posso dizer a você é que eles não estão aqui”, completou.

Rebater críticas desta maneira é uma postura pouco usual para um técnico como Carroll, especialmente direcionado a jogadores que foram fundamentais para o sucesso de sua defesa nos Seahawks. Contudo, o head coach parece ter ficado realmente incomodado com as críticas de Sherman e Bennett, que deixaram a franquia do estado de Washington nesta offseason.

Carroll também contestou uma reportagem de Greg Bishop, da ‘Sports Illustrated’, de que Bennett trazia livros para as reuniões do time porque estava bastante entediado com as mensagens do técnico.

“Mike nunca trouxe um livro para uma reunião, vou te dizer isso”, afirmou o head coach dos Seahawks.

Cada lado defende o seu ponto de vista. É normal. Mas tanto Sherman e Bennett agora têm novos desafios em suas novas equipes quanto Carroll quer recolocar os Seahawks no caminho do sucesso dentro de campo.

O resto é só palavras.

Comments
To Top