NFL

Pete Carroll: espero que Jimmy Graham jogue na semana 1; veja as manchetes da sexta-feira

No Huddle – O boletim de notícias de NFL do Quinto Quarto

– Dez meses após ter rompido o tendão patelar do joelho direito, Jimmy Graham, tight end do Seattle Seahawks, deverá jogar na semana 1 contra o Miami Dolphins. “Ele teve grandes semanas”, disse o treinador Pete Carroll sobre Graham. “Ele tem feito tudo o que podemos pedir. Ele não poderia estar mais animado para jogar. Eu espero que ele jogue”. Vale lembrar que Jimmy Graham começou o training camp na lista de jogadores sem condições físicas.

– Seantrel Henderson, offensive tackle do Buffalo Bills, foi suspenso oficialmente pela NFL pelos quatro primeiros jogos da temporada de 2016 por ter violado a política de substâncias proibidas da liga. Henderosn não irá apelar.

– Brandon Marshall, linebacker do Denver Broncos, aderiu ao protesto de Colin Kaepenrick e ficou ajoelhado durante a execução do hino nacional no jogo de abertura da temporada. Para o atleta, mesmo com ele tendo perdido o patrocínio da Air Academy Federal Credit Union, isso valeu a pena. “Absolutamente, isso (o protesto contra as diferenças sociais) valem as consequências”.

– Além de ter aumentado o número de camisas vendidas, o protesto de Colin Kaepernick tem rendido seguidores para o quarterback do San Francisco 49ers. No primeiro dia do protesto, Kap recebia 50 novos seguidores por dia, depois disso, o número disparou para 17.797 novos seguidores em redes sociais por dia.

– A NFL anunciou ações especiais para homenagear os heróis de 11 de setembro de 2001, ano em que ataques terroristas derrubaram as torres gêmeas. Além de os estádios passarem vídeos de Barack Obama e George Bush antes das partidas, cada equipe terá os seus convidados especiais.

– Mike Zimmer, treinador do Minnesota Vikings, não irá falar quem será o titular até o dia da abertura da temporada, contudo Pat Shurmur, técnico dos tight ends, deu uma atualização sobre como vai Sam Bradford. “Ele teve que aprender uma série de ataques nos últimos anos e ele pega isso de forma extremamente rápida”.

– O Carolina Panthers teve a chance de revidar a derrota no Super Bowl para o Denver Broncos, contudo o kicker Graham Gano errou o chute de 50 jardas. “Eu achei que eu ia acertar”, disse Gano. “Não havia nenhuma dúvida na minha mente. Isso acontece. Isso não vai definir a minha temporada. Eu ainda tenho muitos jogos (para jogar)”.

– Ed Reed, assistente de defesa do Buffalo Bills e futuro membro do Hall da Fama, disse o que seria preciso para ele voltar a jogar. “Qual é o prêmio da loteria?”, disse ele. “Algo como 308 (milhões)? 306? Algo parecido com isso, certo? Eu tenho que ganhar na loteria”.

– Sam Wyche, ex-treinador do Cincnnati Bengals, está em um hospital na Carolina do Norte esperando um transplante de coração. A informação foi dada por Wyche, 71 anos, em seu site. “Estou no Carolinas Medical Center’s Dickson Heart Unit em Charlotte, NC, esperando um doador para um transplante de coração”, escreveu.

– Bruce Miller, ex-tight end do San Francisco 49ers, fez a sua primeira aparição no tribunal em por causa de acusações de agressão. O jogador, que estaria embriagado, teria agredido um homem de 70 anos e seu filho em um hotel.

– Josh Norman, cornerback do Washington Redskins, é um cara que fala muito e que provoca os adversários, contudo Antonio Brown mostrou que não quer entrar nesse jogo. “Eu sou um jogador de futebol americano profissional”, disse o wide receiver do Pittsburgh Steelers. “Eu não sou um lutador. Nós temos equipamentos. Nosso trabalho é ir lá, marcar touchdowns e pegar bolas”.

– Jalen Ramsey, cornerback calouro do Jacksonville Jaguars, se mostrou confiante para a sua estreia na NFL, mesmo que seja contra Aaron Rodgers, que já foi cinco vezes Pro-Bowler, e contra uma das melhores duplas de recebedores (Jordy Nelson e Randall Cobb). “Eu não estou como medo”, disse Ramsey. “Jogue em minha direção se você quiser”.

– Carl Nassib, defensive end calouro do Cleveland Browns, disse que a franquia do Ohio pretende se aproveitar de uma falha específica no jogo de Carson Wentz, quarterback do Philadelphia Eagles. “Ele pode correr, ter boa mobilidade e ter um braço bom” disse Nassib. “Seu arremesso é um pouco lento e pretendemos aproveitar isso”.

Comments
To Top