NFL

Com lesão no joelho, Rashaad Penny não joga mais em 2019; veja boletim

Rashaad Penny, running back do Seattle Seahawks

O running back Rashaad Penny, do Seattle Seahawks, vai perder o restante da temporada 2019 da National Football League depois de sofrer uma lesão no ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo durante a derrota por 28 a 12 para o Los Angeles Rams, no Monday Night Football.

A informação foi confirmada pelo técnico Pete Carroll nesta segunda-feira (9).

Carroll disse que ainda não recebeu notícias do resultado da ressonância magnética, mas que os médicos “podiam dizer que é uma lesão significativa”.

Segundo o jornalista Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, a ressonância magnética revelou uma ruptura ligamentar, além de danos adicionais no joelho do jogador.

Penny caiu sentindo muitas dores logo na primeira campanha ofensiva de Seattle na partida, após ganhar 16 jardas em uma recepção em um screen pass.

O camisa 20 vinha ganhando espaço no backfield ofensivo dos Seahawks nos últimos jogos. Após passar a maior parte de sua temporada 2018, a primeira dela na NFL, e metade da atual temporada atuando como reserva de Chris Carson, Penny começou a ser mais utilizado.

Nos últimos dois jogos, o atleta selecionado na primeira rodada do draft de 2018 atuou em 65 snaps ofensivos combinados contra 70 de Carson.

Além de Carson, C.J. Prosise e o calouro Travis Homer são os outros running backs à disposição no elenco de 53 jogadores da franquia do estado de Washington. Os dois somam apenas 15 corridas combinadas para 72 jardas neste ano.

Em 10 jogos nesta temporada, Penny correu 65 vezes para 370 jardas e três touchdowns, além de fazer oito recepções para 83 jardas e um TD.

No total de seus 24 jogos na carreira profissional até agora, o RB de 23 anos de idade correu 150 vezes para 789 jardas e cinco TDs, com mais 17 recepções para 158 jardas e um TD.

Confira mais notícias de lesões e outras movimentações na NFL nesta segunda (9):

– O kicker veterano Adam Vinatieri, do Indianapolis Colts, vai passar por uma cirurgia no joelho esquerdo e não vai atuar mais nesta temporada 2019, segundo o jornalista Adam Schefter, da ‘ESPN’ norte-americana. A equipe de Indiana oficialmente colocou o atleta na injured reserve nesta segunda.

A decisão encerra a 24ª temporada de Vinatieri na NFL e, quem sabe, sua carreira profissional na liga.

Atualmente com 46 anos de idade, Vinatieri ficou entre os inativos dos Colts na derrota para o Tampa Bay Buccaneers, neste domingo. O kicker vinha enfrentando dificuldades na atual temporada, tendo acertando 17 de 25 field goals e 22 de 28 extra points.

“Eu não tive uma longa conversa olho no olho com ele, mas no meu entendimento é que, na cabeça dele, Adam não parou ainda. Isso não me surpreende. Esse cara me inspira”, falou o técnico Frank Reich.

Questionado se a lesão foi um fator para a alta quantidade de chutes errados por Vinatieri nesta temporada, Reich frisou: “em algum nível tinha que afetá-lo”.

Se essa for mesmo a última temporada de Vinatieri na NFL, o lendário kicker fechará sua trajetória na liga como líder em pontos na história (2.671), com 29 chutes para vencer o jogo. Três dos chutes mais memoráveis de Adam para vencer jogos ocorreram quando ele vestia a camisa do New England Patriots, entre 1996 e 2005. Ele acertou um FG para vencer o jogo em condições climáticas horríveis contra o Oakland Raiders, nos playoffs de 2001, e também teve em seus pés os pontos dos títulos do Super Bowl XXXVI e XXXVIII.

Também nesta segunda, os Colts colocaram o wide receiver Parris Campbell na injured reserve. Ele sofreu uma fratura no pé durante a derrota para os Bucs.

– O San Francisco 49ers terá que superar algumas lesões. O cornerback Richard Sherman sofreu uma distensão de grau 2 no músculo posterior da coxa durante a vitória sobre o New Orleans Saints, como revelou uma ressonância magnética, e ficará fora por algumas semanas.

O técnico Kyle Shanahan confirmou a gravidade da contusão e frisou que Sherman deve ficar fora por algumas boas semanas.

O defensive back saiu durante o final do jogo após um tackle dado no wide receiver Michael Thomas e fez falta para a secundária defensiva dos 49ers.

E não foi apenas isso na Califórnia. O center Weston Richburg sofreu uma ruptura no tendão patelar durante o duelo contra os Saints e o offensive lineman está fora do restante da temporada 2019. Agora, ele terá um longo caminho de reabilitação, já que esta lesão costuma ser bem severa.

A perda é enorme para o miolo da linha ofensiva dos Niners. Richburg é ranqueado na 12ª posição entre todos os centers da NFL com pelo menos 250 snaps em bloqueios de passe segundo o site especializado Pro Football Focus. Ele cedeu apenas 16 pressões e um sack em 440 descidas com bloqueios de passe e, além disso, é o 25º melhor center em bloqueios em jogadas de corrida.

– No Kansas City Chiefs, boas notícias no departamento médico. O quarterback Patrick Mahomes deve estar disponível para jogar no próximo domingo depois que um exame de raio-x em sua mão direita não apontou fratura. A informação foi confirmada pelo técnico Andy Reid.

Reid disse que a mão de passe de Mahomes, que o astro lesionou quando caiu de forma estranha no começo da vitória de domingo sobre o New England Patriots, estava “bastante machucada, mas que não há fratura”.

Mahomes atuou no jogo inteiro e tanto ele quanto Reid afirmaram posteriormente que não houve uma consideração séria de removê-lo do confronto. Contudo, os Chiefs foram mais conservadores nos passes após o machucado, mas ainda assim Mahomes conseguiu conectar um passe para TD de 48 jardas com Mecole Hardman.

– No Tampa Bay Buccaneers, o wide receiver Mike Evans está lidando com uma lesão no músculo posterior da coxa e é dúvida para o jogo da semana 15 contra o Detroit Lions. O jornalista Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, apurou que o jogador vai passar por uma ressonância magnética, mas que parece improvável que o wideout atue na semana 15.

Evans é o alvo principal do quarterback Jameis Winston e deve fazer falta no ataque da franquia da Flórida.

Aliás, por falar em Winston, Arians também disse aos repórteres que o QB vai se consultar com um especialista em mãos nesta semana para receber uma segunda opinião sobre a pequena fratura em seu polegar.

– No Atlanta Falcons, o wide receiver Calvin Ridley publicou uma mensagem em seu Instagram confirmando que ele está fora do restante da temporada 2019 depois de sofrer uma lesão abdominal durante a vitória de domingo sobre o Carolina Panthers.

Ridley, que agarrou cinco passes para 76 jardas e um touchdown, teve uma boa segunda temporada na NFL. O wideout fecha a temporada com 63 recepções para 866 jardas e sete touchdowns, esta última a melhor marca do time.

Segundo o ESPN Stats & Information, as 17 recepções para TD de Ridley em suas primeiras duas temporadas na liga representam a maior marca da liga desde Odell Beckham Jr., que anotou 25 touchdowns em 2014 e 2015. O único outro jogador da história dos Falcons com mais TDs em suas primeiras duas temporadas é Julio Jones, com 18.

E Ridley não é o único Falcon que vai perder o resto da temporada. O cornerback titular Desmond Trufant sofreu uma fratura no antebraço e passará por cirurgia.

– No Chicago Bears, como já era esperado, o linebacker Roquan Smith está sendo colocado na injured reserve com uma ruptura no músculo peitoral e está fora da temporada 2019. A informação foi confirmada pelo técnico Matt Nagy nesta segunda.

Smith, líder em tackles do time, sofreu a lesão na primeira campanha defensiva durante a vitória sobre o Dallas Cowboys, no último Thursday Night Football.

Nagy disse que não sabe ao certo se Smith estará pronto para o começo do programa de treinamentos de offseason, em abril.

– O Dallas Cowboys dispensou o kicker Brett Maher, que lidera a NFL com 10 field goals perdidos nesta temporada, e contratou o veterano Kai Forbath.

Forbath, atualmente com 32 anos, foi cortado na semana passada pelo New England Patriots, depois de ser contratado para substituir Nick Foles por uma partida. Em seu único jogo nos Pats, uma derrota para o Houston Texans, ele converteu um field goal e acertou um de dois extra points. Na carreira, com passagens por cinco times, ele converteu 85,8% de seus chutes (121 de 141).

Já Maher acertou 19 de 29 field goals na temporada e se tornou o único kicker na história da NFL com três field goals certos de 60 jardas ou mais. Isto é bem curioso.

– No Baltimore Ravens, a lesão no joelho sofrida pelo tight end Mark Andrews é considerada algo de menor gravidade, conforme apurou o jornalista Ian Rapoport, da ‘NFL Network’. Andrews deve ficar bem.

O TE atuou em apenas nove snaps durante a vitória por 24 a 17 sobre o Buffalo Bills, neste domingo, antes de sofrer a contusão. Ele fez apenas uma recepção para 14 jardas na partida.

Como os Ravens atuam no Thursday Night Football da semana 15 contra o New York Jets, não se sabe se Andrews conseguirá se recuperar a tempo. O TE foi listado como não-participante do treino no relatório de lesões de Baltimore nesta segunda.

Em outra notícia do DM dos Ravens, o quarterback Lamar Jackson foi listado como participante limitado devido a uma lesão no quadríceps. Vale lembrar que o time não treinou de fato e o relatório é apenas estimado.

O técnico John Harbaugh disse nesta segunda que a contusão de Jackson ocorreu no jogo contra os Bills e não deve ser séria. Isto é algo para ser monitorado até o jogo desta próxima quinta.

– No New England Patriots, o cotovelo direito do quarterback Tom Brady estava bastante enfaixado depois da derrota para o Kansas City Chiefs. O camisa 12 vem treinando de forma limitada desde que começou a ser listado no relatório de lesionados com um problema no local, semanas atrás.

– No Jacksonville Jaguars, o wide receiver DJ Chark será avaliado dia a dia com uma lesão no tornozelo, como disse o técnico Doug Marrone nesta segunda. O safety Ronnie Harrison passou pelo protocolo de concussão e o head coach espera que ele retorne nesta semana.

– O New York Jets anunciou que fechou com o wide receiver Jeff Smith e colocou o cornerback Kyron Brown na injured reserve. A franquia ainda trouxe o offensive lineman Brad Lundblade para o elenco de treinamento (practice squad).

– O Philadelphia Eagles listou os seguintes inativos para o Monday Night Football contra o New York Giants: o wide receiver Nelson Agholor, o running back Jordan Howard, o defensive end Shareef Miller, o linebacker Kamu Grugier-Hill, os guards Nate Herbig e Sua Opera, e o defensive end Derek Barnett.

Na vitória na prorrogação sobre os Giants por 23 a 17, os Eagles sofreram com as lesões. Primeiro, eles perderam o wide receiver Alshon Jeffery, no começo do segundo quarto, com uma lesão no pé. A lesão foi sem contato.

Pouco depois, também no segundo quarto, o right tackle Lane Johnson machucou o tornozelo e foi retirado no carrinho-maca.

Ambos foram inicialmente listados como questionáveis, mas foram descartados para o restante da partida no começo do terceiro quarto.

Segundo o jornalista Mike Garafolo, da ‘NFL Network’, Jeffery passará por uma ressonância magnética nesta terça. Fontes disseram que o wideout sentiu estralando, o que não é bom, mas não parece algo de tendão de Aquiles.

– No New York Giants, o quarterback Daniel Jones deve ficar afastado das atividades por um período entre duas e quatro semanas devido a uma entorse no tornozelo. A informação foi apurada por Ian Rapoport e Mike Garafolo, da ‘NFL Network’. Assim, a vaga é de Eli Manning pelo menos no Monday Night Football desta noite contra o Philadelphia Eagles e, provavelmente, na semana 15 contra o Miami Dolphins, em casa.

A franquia nova-iorquina ainda fechou uma extensão de contrato de três anos, com valor de US$ 8,7 milhões, com o punter Riley Dixon.

Os Giants listaram os seguintes inativos para o Monday Night Football contra o Philadelphia Eagles: o quarterback Daniel Jones, o running back Wayne Gallman, os tight ends Evan Engram e Rhett Ellison, o cornerback Corey Ballentine, o offensive lineman Chad Slade e o offensive lineman Eric Smith.

Comments
To Top