NFL

Sean Payton admite que se deixou levar pelas emoções ao provocar Freeman

Sean Payton, técnico do New Orleans Saints

(Crédito: Twitter/reprodução)

Sean Payton, head coach do New Orleans Saints, manifestou remorso por ter feito um gesto de engasgar que ele fez em direção ao running back Devonta Freeman durante a derrota para o Atlanta Falcons há duas semanas. Aparentemente o gesto feito após jogada no quarto quarto foi uma referência à derrota da franquia da Geórgia no Super Bowl para o New England Patriots.

“Escute, o erro que cometi naquela noite foi, obviamente, deixar minhas emoções falarem mais alto”, afirmou Payton, que após a partida disse que não se lembrava do incidente. “É a mesma coisa que conversamos com nossos jogadores o tempo todo. E isso não foi bom. Eu me senti como, cara, conforme o jogo andou, isso até afetou minhas chamadas. Eu tenho que melhorar nesse sentido. Realmente isso foi mais frustrante do que a parte da arbitragem. Mas você aprende, mesmo quando você esteve por isso o tempo que eu estou. É algo que você se arrepende. E você apenas olha para trás: ‘o que você está fazendo?’”

“Isso me incomodou durante a melhor parte da semana. Só sei que, como head coach, você sempre está falando sobre a composição. E eu sinto como, naquele ponto do jogo, eu não estava”, afirmou o comandante dos Saints, que revelou que pediu desculpas para Freeman. “Tenho um monte de respeito por ele e pelo competidor que ele é. Esses caras com que enfrentamos, eles estão em nossa divisão. Eles são rivais. E, no entanto, há um grande respeito entre os jogadores”.

Sean Payton não foi disciplinado pelo gesto que fez, no entanto foi multado em US$ 10 mil por ter entrado indevidamente no campo enquanto gritava com os oficiais.

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top