NFL

Patriots trocam Demaryius Thomas com os Jets; veja mais movimentações na NFL

Demaryius Thomas, wide receiver da NFL

O New England Patriots fez uma troca com um parceiro incomum nesta terça-feira (10) e negociou o wide receiver Demaryius Thomas com o New York Jets, seu rival da divisão AFC East.

Os Jets adquiriram Thomas dos Pats por uma escolha de sexta rodada do draft de 2021, de acordo com o jornalista Adam Schefter, da ‘ESPN’ norte-americana.

O fato de os rivais terem acertado uma troca é impressionante. Foi a primeira vez que o técnico Bill Belichick acertou uma troca com os Jets em todos esses anos de cargo. O head coach já havia negociado com todos os outros 31 times da National Football League anteriormente.

Thomas se tornou uma peça dispensável em New England depois que a franquia de Foxborough acertou com o wide receiver Antonio Brown.

Com Thomas fora, o grupo de WRs dos Patriots agora tem Brown, Julian Edelman, Josh Gordon, Phillip Dorsett, Jakobi Meyers e Gunner Olszewski. Dorsett anotou dois touchdowns na vitória sobre o Pittsburgh Steelers, no Monday Night Football, enquanto que Gordon anotou mais um. Apesar disso, Edelman liderou o time em recepções, com seis.

O técnico Adam Gase, do New York Jets, criticou seus wide receivers após a derrota por 17 a 16 para o Buffalo Bills, no último domingo, e disse aos repórteres na última segunda que não estava satisfeito com a produção deles. Gase não mencionou nomes, mas ele ficou claramente insatisfeito com Robby Anderson.

Em outra movimentação nesta terça, o NY Jets dispensou o kicker Kaare Vedvik e fechou com Sam Ficken, recentemente dispensado pelo Green Bay Packers. Ficken será o quarto kicker dos Jets desde o começo do training camp.

Vedvik durou apenas uma semana no elenco. Ele teve dificuldades em sua estreia na NFL, perdendo um extra point e um field goal de 45 jardas.

E, em mais uma notícia em uma terça agitada nos Jets, o defensive tackle Nathan Shepherd foi suspenso por seis jogos pela NFL por violar a política de substâncias para melhoria de desempenho da liga. O defensor estará elegível para o elenco ativo dos Jets no dia 28 de outubro.

Shepherd disse ao site oficial da NFL que sabia que estava ingerindo substâncias banidas enquanto estava se recuperando de lesões no ombro e na virilha neste meio de ano. O defensor disse que a cirurgia de hérnia esportiva pela qual ele passou levou a uma hérnia de disco nas costas e ele tomou as substâncias para acelerar a reabilitação, em uma tentativa de impressionar o técnico Adam Gase.

Confira mais notícias de lesões e transações na NFL nesta terça (10):

– Uma ótima notícia para o Oakland Raiders. Depois de ser removido de campo durante o Monday Night Football contra o Denver Broncos após sofrer uma lesão assustadora no pescoço, o cornerback Gareon Conley tranquilizou a todos. Menos de um dia depois de receber alta do hospital, Conley trouxe atualizações sobre seu estado através de sua conta oficial no Twitter.

“Obrigado a todos que me tiveram em pensamentos e orações. Eu machuquei meu pescoço, mas não foi nada grave e foi apenas o protocolo me colocar na maca e fazer exames de imagem para garantir que tudo estava bem, que não fosse para a minha coluna ou qualquer coisa. Estou pronto para ir e Deus abençoe todos vocês”, escreveu o wideout na rede social.

Os comentários de Conley foram ao encontro dos feitos pelo técnico Jon Gruden, que disse aos repórteres nesta terça que o CB parecia estar bem e que havia “uma chance” de ele jogar contra o Kansas City Chiefs na semana 2.

– Na última segunda, o técnico Doug Pederson, do Philadelphia Eagles, afirmou que o defensive tackle Malik Jackson havia sofrido uma lesão “significativa” no pé. E, ao que parece, o problema é tão significativo que o defensor vai perder o restante da temporada 2019.

Os jornalistas Ian Rapoport e Mike Garafolo, da ‘NFL Network’, noticiaram nesta terça que Jackson sofreu uma lesão Lisfranc no domingo contra o Washington Redskins e passará por cirurgia na semana que vem. O DT não deve voltar a tempo de atuar ainda neste campeonato.

Os Eagles estão contratando Akeem Spence, titular em 16 jogos do Miami Dolphins na temporada passada, para suprir a ausência de Jackson, de acordo com Garafolo.

– O Houston Texans dispensou o cornerback Aaron Colvin, como confirmaram os jornalistas Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, e Adam Schefter, da ‘ESPN’ norte-americana. Colvin, que assinou um contrato de quatro anos, com valor de US$ 34 milhões, em 2018, recebeu US$ 18 milhões garantidos quando era um free agent e ainda tem US$ 7,5 milhões garantidos neste ano.

O defensive back não foi bem durante a derrota dos Texans para o New Orleans Saints, no último MNF, e era o defensor mais próximo perto de Ted Ginn, no passe final do jogo que posicionou os Saints para o field goal da vitória. Wil Lutz então acertou um lindo chute de 58 jardas para garantir a vitória de New Orleans.

Em duas temporadas e 11 jogos com os Texans, Colvin somou 34 tackles, dois fumbles recuperados e um passe defendido.

Em outra notícia, a franquia texana acertou uma extensão de contrato de três anos, com valor de US$ 33 milhões, com o center Nick Martin nesta terça, segundo Mike Garafolo, da ‘NFL Network’. O acordo contém US$ 18,5 milhões garantidos. A renovação foi confirmada pela franquia.

Selecionado com a 50ª escolha geral do draft de 2016, Martin estava entrando no último ano de seu contrato de calouro. Agora, ele tem vínculo com os Texans até a temporada 2022 da NFL.

E, por fim, os Texans também contrataram o quarterback Alex McCough para o elenco ativo, segundo Tom Pelissero, da ‘NFL Network’. O signal caller passou a temporada 2018 no elenco de treinamento do Seattle Seahawks.

– O Cleveland Browns anunciou a dispensa do tight end Rico Gathers nesta terça. Gathers estava vindo de uma suspensão de um jogo por violar a política e programa de abuso de substâncias da NFL.

Gathers assinou com os Browns depois de ser cortado pelo Dallas Cowboys, no começo de agosto. O jogador de 25 anos atuou em apenas três jogos de pré-temporada dos Browns, recebendo apenas dois passes para nove jardas.

Também nos Browns, o técnico Freddie Kitchens disse que o safety Damarious Randall não treinou nesta terça devido a uma virose estomacal. Além disso, o linebacker Adarius Taylor está afastado com uma entorse no tornozelo e o offensive tackle Kandall Lamm pode ficar afastado por algum tempo devido a uma contusão no joelho.

– O Arizona Cardinals acrescentou experiência à sua linha ofensiva e contratou o offensive tackle veterano Jordan Mills sob contrato de um ano, com valor de US$ 1,25 milhão, de acordo com Ian Rapoport, da ‘NFL Network’. Mills foi titular nos 16 jogos de cada uma das três últimas temporadas com a camisa do Buffalo Bills.

A franquia de Glendale também anunciou que o offensive lineman Marcus Gilbert (joelho) foi colocado na injured reserve.

– O Carolina Panthers, que tem uma semana curta antes do Thursday Night Football contra o Tampa Bay Buccaneers, teve uma notícia boa e o tight end Greg Olsen planeja atuar mesmo depois de sofrer uma lesão nas costas no domingo. A jornalista Tiffany Blackmon, da ‘NFL Network’, noticiou que Olsen, o safety Rashaan Gaulden (virilha) e o defensive end Bruce Irvin (músculo posterior da coxa) não treinaram nesta terça.

Blackmon também notou que o running back Christian McCaffrey teve um dia de descanso, depois de ser muito utilizado na semana 1, e o tackle calouro Greg Little treinou normalmente, mas segue no protocolo de concussão.

– Com um espaço no elenco disponível após a troca de Josh Dobbs, o Pittsburgh Steelers anunciou a contratação do linebacker Jayrone Elliott. Elliott esteve em Pittsburgh durante a pré-temporada e retornou um fumble para touchdown de 88 jardas.

O técnico Mike Tomlin disse que o center Maurkice Pouncey (tornozelo) e o wide receiver JuJu Smith-Schuster (pé) devem treinar de forma limitada no começo desta semana, mas ambos devem entrar em campo no domingo contra o Seattle Seahawks.

– O running back Josh Ferguson, ex-Houston Texans, e o defensive end Carroll Phillips estão fazendo testes no New York Giants.

– O jornalista Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, noticiou que o cornerback Herb Waters, ex-Pittsburgh Steelers, fez testes no Seattle Seahawks.

– O Detroit Lions recebeu o safety Josh Jones, ex-Green Bay Packers, para uma visita, segundo Rapoport.

– O Washington Redskins está contratando o cornerback Simeon Thomas, que estava no elenco de treinamento do Seattle Seahawks, e está o colocando no elenco de 53 jogadores.

– Uma ressonância magnética confirmou que o cornerback Mackensie Alexander, do Minnesota Vikings, não precisará passar por cirurgia no cotovelo, de acordo com Tom Pelissero, da ‘NFL Network’. Isso deve mantê-lo fora da injured reserve, mas seu retorno ainda não é claro.

– No Kansas City Chiefs, o wide receiver De’Anthony Thomas foi recontratado, como anunciou a franquia. Em decisão correspondente, o wide receiver Byron Pringle foi dispensado. Thomas cumpriu uma suspensão de um jogo e pode voltar a jogar.

– O Tampa Bay Buccaneers contratou o offensive tackle Josh Wells sob contrato de um ano. Wells foi titular em nove jogos nas últimas duas temporadas vestindo a camisa do Jacksonville Jaguars.

– O Cincinnati Bengals está dispensando o defensive end Jordan Willis, segundo Tom Pelissero, da ‘NFL Network’.

Comments
To Top