NFL

Patriots adquirem center Russell Bodine em troca; veja mais movimentações na NFL

Russell Bodine, center da NFL

O New England Patriots continuou a reforçar sua linha ofensiva nesta sexta-feira (30) e adquiriu o center Russell Bodine em troca com o Buffalo Bills. Como compensação pelo jogador, os Pats enviaram uma escolha de sexta rodada do draft de 2020 para seu rival da divisão AFC East.

O Buffalo Bills confirmou a transação no final da tarde.

Com o center titular David Andrews provavelmente indo para a injured reserve depois de ser diagnosticado com coágulos de sangue nos pulmões, o time de Foxborough buscou Bodine para suprir a ausência da âncora da linha ofensiva comandada pelo genial Dante Scarnecchia.

Bodine foi titular em 10 jogos dos Bills na temporada passada e em 16 jogos das quatro temporadas anteriores com a camisa do Cincinnati Bengals. Para Buffalo, Bodine era uma peça dispensável, já que o center Mitch Morse está voltando depois de ser liberado do protocolo de concussão.

Essa é a mais recente movimentação dos Patriots para reforçar a OL. Nesta semana, o time de Bill Belichick adquiriu o guard Jermaine Eluemunor em troca com o Baltimore Ravens e o offensive tackle Korey Cunningham em troca com o Arizona Cardinals.

Bodine tem sido um center regular para bom em sua carreira na NFL, mas é inegável que ele possui grande experiência na liga.

Em outra movimentação, o New England Patriots trocou o cornerback Duke Dawson com o Denver Broncos, como confirmou Mike Reiss, da ‘ESPN’ norte-americana. Ele foi selecionado na segunda rodada do draft de 2018 pelos Pats, mas não atuou em uma partida sequer em sua temporada de calouro.

A franquia do Colorado recebe Dawson e uma escolha de sétima rodada do draft de 2020. Em retorno, os Patriots recebem uma escolha de sexta rodada do draft de 2020.

Já em uma notícia do departamento médico dos Patriots, Julian Edelman não voltou a lesionar seu polegar fraturado na noite da última quinta, durante jogo de pré-temporada. Houve esse temor, depois que o wideout caiu de forma estranha sobre a mão esquerda e saiu do jogo mais cedo. Mas o jornalista Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, apurou que a mão de Edelman está bem.

Foi um pequeno susto, mas nada de maior gravidade para o MVP do Super Bowl LIII.

Confira mais transações e notícias de lesões nesta sexta (30) agitadíssima na NFL:

– O Oakland Raiders segue priorizando sua linha ofensiva. A franquia californiana acertou uma extensão de contrato de três anos, com valor de US$ 33,75 milhões, com o center Rodney Hudson. Os detalhes da renovação foram apurados pelo jornalista Tom Pelissero, da ‘NFL Network’.

Os Raiders confirmaram a renovação pouco depois.

Com o acordo, Hudson agora é o center mais bem pago da NFL. Ele recebe US$ 24,4 milhões em garantias. Pelissero acrescenta que o salário de Hudson de US$ 8,25 milhões para 2019 agora se torna completamente garantido e outros US$ 16,5 milhões do contrato se tornam garantidos no terceiro dia de dispensas da liga em 2020.

Selecionado na segunda rodada do draft de 2011 pelo Kansas City Chiefs, Hudson tem sido o center titular dos Raiders nas últimas quatro temporadas, depois de trocar de rivais da AFC West. Ele tem sido um dos melhores centers da NFL de forma regular e foi considerado o melhor center bloqueador em jogadas de passe em toda a NFL, segundo o site especializado Pro Football Reference.

– O Tennessee Titans fechou uma extensão de contrato com o center Ben Jones nesta sexta. Segundo Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, a renovação é de dois anos de duração, com valor de US$ 13,5 milhões.

Veterano com experiência de sete anos na NFL, o center de 31 anos de idade era titular do Houston Texans antes de fechar com os Titans, antes da temporada 2016. Ele estava entrando no ano final de seu contrato com a franquia de Nashville.

Jones foi titular em todos os 16 jogos por cinco temporadas consecutivas, contando inclusive suas duas últimas nos Texans. No total, Jones atuou em 112 jogos consecutivos, o que o deixa em primeira entre jogadores de linha ofensiva, e também está entre os melhores entre os centers com 80 partidas consecutivas como titular.

Rolando McClain foi liberado para voltar à NFL. O linebacker foi reintegrado de forma condicional pela liga nesta sexta, como apurou em primeira mão o site ‘Pro Football Talk’.

Já faz quatro anos desde que McClain disputou suas últimas partidas na NFL. Ele atuou com a camisa do Dallas Cowboys em 2015 e foi suspenso por tempo indeterminado em 2016, após vários testes antidoping falhados.

Atualmente com 30 anos, McClain afirmou em julho que pretendia passar pelo processo de ser reintegrado, mencionando seu desejo de reescrever sua história na NFL.

– O Carolina Panthers atuará na temporada 2019 sem o kicker veterano Graham Gano. A franquia da Carolina do Norte anunciou nesta sexta que está colocando o chutador na injured reserve, encerrando sua temporada antes mesmo de ela começar.

Gano esteve afastado da reta final do training camp por causa de uma lesão na perna esquerda.

Para substituir o veterano, que está entrando em sua 11ª temporada na liga, Joe Slye será o kicker dos Panthers. Ele está entrando em seu segundo ano na liga. Slye foi bem na pré-temporada e acertou sete de oito field goals chutados, incluindo um de 59 jardas, e todas os seus quatro extra points.

– No Tampa Bay Buccaneers, o defensive end Jason Pierre-Paul foi colocado na lista de reservas/lesionados por razões não-relacionadas ao futebol americano. A informação foi dada em primeira mão pelo jornal ‘The Tampa Bay Times’.

JPP, que foi recentemente liberado pelo time e por médicos independentes para voltar às atividades, não estará elegível para jogar ou treinar até após a semana 6 da temporada 2019, no dia 14 de outubro. Pierre-Paul sofreu uma fratura na vértebra durante um acidente de um único carro há menos de quatro meses.

Esta notícia é positiva para o pass rusher e mostra que ele está caminhando bem em sua reabilitação.

– O San Francisco 49ers devem colocar o running back Jerick McKinnon na injured reserve, segundo o jornalista Ian Rapoport, da ‘NFL Network’.

O que não está claro é se ele irá para a IR que encerrará sua temporada ou se ele estará elegível para retornar. Se os Niners colocarem McKinnon na IR antes das 17h (de Brasília) deste sábado, a temporada do RB está encerrada. Porém, se a equipe o mantiver no elenco final de 53 jogadores e, só depois, manda-lo para a IR, ele poderá ser designado para retornar ao elenco ativo após oito semanas, caso esteja saudável.

Atualmente com 27 anos, McKinnon sofreu uma ruptura no ligamento cruzado anterior do joelho no ano passado e perdeu toda a temporada 2018. Mas, recentemente, o jogador, que estava retornando, teve um contratempo em seu joelho operado.

– No Cincinnati Bengals, o head coach Zac Taylor confirmou nesta sexta que o running back calouro Rodney Anderson rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho na última quinta, no último jogo da pré-temporada. Assim, ele deve perder toda a temporada 2019.

Essa é a segunda vez nos últimos dois anos que Anderson sofre a mesma lesão. O RB rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho direito no segundo jogo da temporada 2018 do college football, quando ele defendia a Universidade de Oklahoma.

– No Houston Texans, o técnico Bill O’Brien disse aos repórteres que o quarterback reserva Joe Webb sofreu uma lesão “significativa” no pé na última quinta, durante o jogo final da pré-temporada. Segundo Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, essa contusão deve mandar o QB para a injured reserve. Ao mesmo tempo, o QB reserva AJ McCarron se recuperou de uma contusão no polegar sofrida no começo do training camp, como acrescentou Rapoport.

– No Denver Broncos, o linebacker Todd Davis, que esteve afastado desde que lesionou sua panturrilha no primeiro dia do training camp, falou a James Palmer, da ‘NFL Network’, que ele estará pronto para a semana 1 da temporada 2019.

– O Miami Dolphins trocou uma escolha de sétima rodada do draft de 2020 com o Minnesota Vikings para adquirir o guard Danny Isidora, como anunciou a franquia.

Os Dolphins também trocaram uma escolha condicional não divulgada do draft de 2020 com o Indianapolis Colts pelo center/guard Evan Boehm e uma escolha não divulgada do draft de 2020.

– O Cleveland Browns trocou o quarterback reserva David Blough com o Detroit Lions. As duas partes trocaram escolhas de sétima rodada do draft de 2022, como apurou Tom Pelissero, da ‘NFL Network’.

Comments
To Top