NFL

Patriots adicionam US$ 5 milhões em incentivos no contrato de Tom Brady

Tom Brady, quarterback do New England Patriots

(Crédito: Instagram/reprodução)

O New England Patriots vai adicionar US$ 5 milhões em incentivos por produtividade no contrato de Tom Brady neste final de semana.

A informação foi apurada em primeira mão pelo jornalista Adam Schefter, da ‘ESPN’ norte-americana, nesta quinta-feira (9).

Brady já deve faturar US$ 15 milhões nesta temporada e o time está adicionando os incentivos para deixar a faixa de ganhos do camisa 12 mais condizente com o atual mercado de quarterbacks da National Football League.

Os ajustes no contrato de Brady são similares ao que os Patriots fizeram no ano passado no contrato do tight end Rob Gronkowski, segundo fontes.

Atual MVP da NFL, Brady completou 41 anos de idade no dia 3 de agosto e o astro dos Pats ainda tem dois anos remanescentes em seu atual contrato.

A média salarial de Brady (US$ 15 milhões) o deixa apenas na 22ª posição na NFL, atrás de nomes como o quarterback Tyrod Taylor (US$ 15,3 milhões), do Cleveland Browns, e de Andy Dalton (US$ 16 milhões), do Cincinnati Bengals.

O atual quarterback mais bem pago da liga é Matt Ryan, do Atlanta Falcons, que assinou nesta offseason um novo contrato com média de US$ 30 milhões por ano.

Após ficar fora dos treinos voluntários de offseason neste ano por motivos pessoais, Brady foi questionado se a ausência era por razões contratuais e negou veementemente.

“Eu nunca falei sobre meu contrato. Eu nunca mencionei dinheiro por muitas razões que eu disse ao longo dos anos. Essas coisas são muito pessoais”, afirmou o QB cinco vezes campeão do Super Bowl.

Na temporada regular de 2017, Tom Brady acertou 385 passes de 581 para 4.577 jardas (maior marca da liga),32 touchdowns e oito interceptações. Os Pats terminaram a fase inicial do campeonato com 13 vitórias e três derrotas, avançaram até o Super Bowl LII, mas perderam para o Philadelphia Eagles na decisão.

Comments
To Top