NFL

Patrick Peterson rasga elogios aos quarterbacks Josh Rosen e Sam Bradford

Josh Rosen e Sam Bradford, quarterbacks do Arizona Cardinals

(Crédito: Twitter/reprodução)

O torcedor do Arizona Cardinals tem muitos motivos para ficar animado com seus quarterbacks. Ao menos se a avaliação de Patrick Peterson estiver correta.

O cornerback astro da franquia participou do The Rich Eisen Show, da ‘SiriusXM NFL Radio’, nesta segunda-feira (2) e rasgou elogios aos quarterbacks Sam Bradford e o calouro Josh Rosen, depois de vê-los de perto nos treinos de offseason dos Cards.

Em maio, o novo técnico Steve Wilks falou que não é tão improvável que Rosen seja titular já em 2018, seu primeiro ano na NFL, frisando aos repórteres que o jovem tem a “mentalidade de um veterano”.

E Peterson também elogiou bastante o calouro selecionado com a décima escolha geral do draft de 2018, afirmando que o jovem signal caller “me impressionou” durante a primeira semana de treinos por causa do seu QI de futebol americano e conjunto de habilidades avançado.

“Simplesmente o vendo executar a hurry-up offense, vê-lo fazendo todas as diferentes checagens, vê-lo colocando os caras em posição, eu fiquei completamente chocado quando vi. Eu fiquei tipo: ‘esse cara está aqui há apenas uma semana e já está fazendo isso? Já estamos fazendo um ataque de dois minutos agora?’ Eu fiquei muito, muito impressionado com isso e definitivamente ele é o futuro da nossa franquia”, elogiou Peterson, sem medir palavras para falar de Rosen.

Ainda que tenha rasgado elogios a Rosen, Peterson observou na entrevista que ele acredita que Sam Bradford “com certeza” será o titular do Arizona Cardinals no começo da temporada “desde que seja da vontade do bom Deus que ele possa estar saudável para nós e seja capaz de permanecer em pé no pocket”.

Peterson também revelou que mandou uma mensagem de texto ao general manager Steve Keim logo depois que os Cardinals acertaram uma troca para subirem da 15ª para a 10ª posição no draft de abril. O cornerback ressaltou que ele assistiu à tentativa da franquia de selecionar um jovem quarterback desde que ele entrou na NFL.

“Eu acredito que finalmente encontramos um. Tomara que ele possa permanecer saudável, ter aquela mesma determinação, aquela mesma vantagem competitiva que ele tinha quando estava em UCLA para nos ajudar a chegar ao topo também”, pontuou.

Sete vezes selecionado para o Pro Bowl em sua carreira, Patrick Peterson está entrando em sua oitava temporada na liga e está prestes a completar 28 anos de idade. Ele vem de uma temporada 2017 em que foi titular em todos os 16 jogos dos Cardinals, mas somou apenas uma interceptação (pior marca de sua carreira profissional) e oito passes desviados, além de 34 tackles combinados.

O CB também explicou na entrevista como ele melhorou sua técnica ao longo dos anos.

“Eu sou simplesmente um jogador diferente do que era assim que comecei no esporte. O jogo desacelerou tanto para mim que eu quase posso vê-los em câmera lenta”, ressaltou.

Selecionado na primeira rodada do draft de 2011 pelo Arizona Cardinals, com a quinta escolha geral, Patrick Peterson jamais perdeu um jogo em sua carreira na NFL até agora e soma 21 interceptações (uma retornada para touchdown), 71 passes desviados, 331 tackles combinados, um fumble forçado e dois sacks em 112 partidas de temporadas regulares.

Comments
To Top