NFL

Carolina Panthers coloca Cam Newton na injured reserve; veja mais movimentações

Cam Newton, quarterback do Carolina Panthers

O Carolina Panthers colocou o quarterback Cam Newton na injured reserve nesta terça-feira (5), oficialmente encerrando a temporada 2019 do camisa 1.

A decisão se dá em meio às dúvidas em relação ao cronograma de recuperação do signal caller. Newton agravou uma lesão Lisfranc no pé, originalmente sofrida na semana 3 da pré-temporada, durante a derrota para o Tampa Bay Buccaneers na semana 2.

Ele não teve nenhuma grande evolução em seu processo de reabilitação depois disso.

Depois que Newton visitou o renomado Dr. Robert Anderson, especialista em pés, nesta última sexta-feira, em Green Bay, o comando dos Panthers decidiu que seria melhor para o quarterback e o time descartar o QB pelo restante da temporada.

“Nas últimas sete semanas, Cam seguiu diligentemente um programa de descanso e reabilitação e ainda está sentindo dores no pé. Ele se consultou com dois especialistas em pés na semana passada, que concordaram que ele deveria continuar o caminho prescrito pela equipe médica do time e que, provavelmente, levará um tempo significativo para a lesão melhorar completamente”, falou o general manager Marty Hurney, em nota oficial. “Nós dissemos o tempo todo que é impossível estabelecer um cronograma para essa lesão. Ninguém está mais frustrado com esse fato do que Cam”, completou.

MVP da NFL em 2015, Newton vem sofrendo com lesões nos últimos tempos. Apesar disso, antes desta contusão, ele havia perdido apenas três jogos como titular em sete anos.

Agora, os Panthers vão seguir em frente com o quarterback não draftado Kyle Allen, que soma 5-1 como titular nesta temporada e 6-1 em sua carreira. Newton perdeu oito jogos consecutivos, contando desde a temporada passada.

Selecionado com a primeira escolha geral do draft de 2011, Cam Newton tem apenas um ano remanescente em seu atual contrato e pode estar vivendo seus últimos dias na franquia da Carolina do Norte.

Atualmente com 30 anos, ele deve ‘pesar’ US$ 21,1 milhões no salary cap de 2020 e, se o time decidir dispensá-lo ao final desta temporada, isso liberaria US$ 19,1 milhões no teto salarial para o ano que vem.

Newton lidera os Panthers em passes para touchdown na carreira (182) e touchdowns corridos (58). Ele é o primeiro quarterback na história da National Football League com, pelo menos, 50 touchdowns corridos, maior quantidade na história da liga pro um jogador da posição.

O astro também é o terceiro na lista de jardas corridas entre QBs, com 4.806. Michael Vick lidera este grupo, com 6.109, seguido por Randall Cunningham, que somou 4.928 em sua trajetória na liga.

Confira mais notícias de lesões e outras transações na NFL nesta terça (5):

– O Philadelphia Eagles colocou o wide receiver veterano DeSean Jackson na injured reserve, o que significa que ele não estará elegível para retornar antes da rodada de wild card dos playoffs, caso os Eagles se classifiquem.

Jackson sofreu uma ruptura em um músculo abdominal durante o jogo de domingo contra o Chicago Bears e ia passar por cirurgia, como disse o representante do jogador à ‘ESPN’ nesta última segunda.

O atleta confirmou que passou pelo procedimento cirúrgico em uma postagem no Instagram. E, segundo Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, a natureza da operação torna difícil o retorno do recebedor ainda nesta temporada.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Successful 👍🏾

Uma publicação compartilhada por Desean Jackson (@0ne0fone) em

Exames revelaram uma ruptura muscular completa e o tempo de recuperação inicial é estimado em cerca de seis semanas.

Querendo retornar o mais rápido possível, o recebedor inicialmente se recusou a passar por cirurgia depois de sofrer uma distensão abdominal de grau 2 na semana 2 da temporada 2019, em partida contra o Atlanta Falcons.

O camisa 10 retornou aos gramados neste domingo, após perder seis jogos, mas apenas conseguiu atuar por uma série ofensiva antes de voltar a lesionar o local.

Duas vezes selecionado ao Pro Bowl, Jackson foi trazido de volta pelos Eagles em uma troca acertada na offseason com o Tampa Bay Buccaneers. Mas ele participou de apenas três jogos em 2019, totalizando nove recepções para 159 jardas e dois touchdowns.

Selecionado pelos Eagles na segunda rodada do draft de 2008, com a 49ª escolha geral, ele é um dos queridinhos da torcida do time da Filadélfia.

Em outra notícia dos Eagles, a equipe dispensou o safety Andrew Sendejo, que disputou nove jogos (um como titular) nesta temporada.

– No New York Jets, algumas más notícias. O running back Le’Veon Bell não vai treinar nesta quarta-feira, como disse o técnico Adam Gase no The Michael Kay Show, nesta terça.

Bell passou por uma ressonância magnética em seu joelho na última segunda, depois de sofrer uma contusão durante a derrota para o Miami Dolphins, no final de semana. Gase não entrou em mais detalhes sobre a condição de Bell nesta terça.

O RB não tem tido uma boa temporada até agora nos Jets, sua primeira na franquia nova-iorquina, e correu 125 vezes para 415 jardas (média de 3,3 jardas por carregada, a pior de sua carreira). Ele também fez 20 recepções para 242 jardas.

O time está promovendo o running back Josh Adams do practice squad, segundo Tom Pelissero, da ‘NFL Network’.

Em outra notícia relacionada ao elenco dos Jets, o time colocou o cornerback Trumaine Johnson na injured reserve. Ele perdeu o jogo desta semana 9 devido às lesões em ambos os tornozelos, segundo o relatório oficial de lesionados.

A decisão pode significar o fim da era Johnson em East Rutherford.

Juntando-se a Johnson na injured reserve está o wide receiver Josh Bellamy (pé/ombro).

Em mais uma notícia dos Jets, a equipe está contratando o linebacker Paul Worrilow, conforme reportagem de Mike Garafolo, da ‘NFL Network’. Worrilow não atua desde 2017, quando vestiu a camisa do Detroit Lions, mas ele fechou com o Baltimore Ravens, em agosto, apenas para anunciar sua aposentadoria um dia depois. Aparentemente, a aposentadoria acabou.

– O Tennessee Titans colocou o cornerback Malcolm Butler na injured reserve nesta terça. O defensor fraturou seu punho enquanto tentava desviar um passe durante a derrota para o Carolina Panthers, no último domingo.

O profissional, que está em sua sexta temporada na NFL, estava tendo uma boa segunda temporada em Nashville e havia somado duas interceptações e nove passes desviados.

Para ocupar sua vaga no elenco de 53 jogadores, o time recontratou o cornerback Tye Smith.

– No Minnesota Vikings, o wide receiver Adam Thielen atuou no domingo contra o Kansas City Chiefs, mas ele saiu de campo após apenas sete snaps. Mas não se sabe se ele conseguirá jogar na semana 9.

Sofrendo com uma lesão no músculo posterior da coxa, Thielen não deve atuar neste domingo contra o Dallas Cowboys, segundo Tom Pelissero, da ‘NFL Network’.

Além disso, Pelissero explicou que a coxa contundida de Thielen não sofreu danos adicionais contra os Chiefs, mas o jogador sentiu o local e precisava “descansa-lá”.

– No Oakland Raiders, o defensive end Arden Key sofreu uma fratura no pé no domingo contra o Detroit Lions e deve perder o restante da temporada, como apurou o jornalista Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, nesta terça.

Rapoport frisou que Key vai buscar uma segunda opinião do especialista Dr. Robert Anderson para confirmar a projeção inicial.

A perda é enorme para o fraco pass rush dos Raiders, que soma apenas 15 sacks no ano. Key soma dois sacks na temporada, o suficiente para deixá-lo como segundo melhor da equipe.

No outro lado da bola, o center titular Rodney Hudson (tornozelo) e o right tackle Trent Brown (joelho) voltaram aos treinos de maneira limitada nesta terça.

– No Pittsburgh Steelers, o técnico Mike Tomlin disse que o running back James Conner deve treinar de forma limitada nesta semana e que, ao final da semana, a equipe tomaria uma decisão “de acordo” em relação à sua disponibilidade para o jogo de domingo contra o Los Angeles Rams. Conner não atuou contra o Indianapolis Colts na semana 9.

Tomlin também disse aos repórteres que o offensive lineman Ramon Foster segue no protocolo de concussão da NFL, mas deve treinar nesta quarta. O running back Benny Snell segue afastado após passar por cirurgia no joelho.

– O Miami Dolphins dispensou o defensive tackle Robert Nkemdiche, após dois jogos dele atuando com a camisa da franquia da Flórida.

– No New York Giants, o tight end Evan Engram está lidando com dores no pé após a derrota para o Dallas Cowboys, no Monday Night Football, como disse o técnico Pat Shurmur em uma teleconferência.

Shurmur também disse que o wide receiver Sterling Shepard segue no protocolo de concussão. O head coach preferiu não especular sobre as chances de o wideout ser desativado pelo restante da temporada, mas falou sim que a concussão de Shepard e os sintomas persistentes são um “problema sério”, segundo Ralph Vacchiano, do ‘SNY’.

O cornerback Sam Beal (músculo posterior da coxa) foi ativado da injured reserve, como anunciou o NY Giants, e o safety Sean Chandler foi dispensado.

– No San Francisco 49ers, o linebacker Kwon Alexander (ruptura no músculo peitoral) foi oficialmente colocado na injured reserve, como anunciou o time nesta terça. Os Niners também promoveram o linebacker Elijah Lee do elenco de treinamento (practice squad) para o elenco ativo.

– O Buffalo Bills contratou o defensive tackle Corey Liuget, ex-Oakland Raiders e Los Angeles Chargers, sob contrato de um ano nesta terça-feira. Esta é mais uma decisão relacionada à linha defensiva da equipe.

Em uma movimentação correspondente, o time colocou o linebacker Maurice Alexander (joelho/panturrilha) na injured reserve e abriu espaço no elenco.

– O Seattle Seahawks dispensou o wide receiver Gary Jennings, selecionado na quarta rodada do draft de 2019, depois de trazer Josh Gordon na última sexta.

– O Los Angeles Chargers estava sem o linebacker Denzel Perryman (joelho) no treino desta terça, antes do Thursday Night Football contra o Oakland Raiders.

– O Washington Redskins dispensou o running back Craig Reynolds nesta terça. Essa decisão deve abrir espaço para que Derrius Guice seja adicionado ao elenco ativo de 53 jogadores antes do jogo da semana 11 contra o New York Jets.

– O Green Bay Packers ativou o safety Ibraheim Campbell da lista de jogadores sem condições físicas de desempenhar (PUP list) e dispensou o linebacker Tim Williams.

Comments
To Top