NFL

Pancada de Brandon Marshall em Cam Newton deveria ter sido falta

Cam Newton, quarterback do Carolina Panthers

(Crédito: Instagram/reprodução)

A National Football League determinou que uma segunda pancada no capacete do quarterback Cam Newton, do Carolina Panthers, no jogo da última quinta-feira (8), deveria ter sido marcada como falta pelos árbitros. As informações são da ‘ESPN’ norte-americana.

A liga revisou a pancada dada pelo linebacker Brandon Marshall, do Denver Broncos, em cima de Newton, no terceiro quarto da abertura da temporada 2016, e frisou que o defensor merecia ter tomado uma falta de 15 jardas.

O lance de Marshall foi uma violação da Regra 12, Seção 2, Artigo 6 (i) do livro de regras da NFL, que proíbe um defensor de usar seu capacete para de usar seu capacete para dar cabeçada, atingir ou aplicar força sobre um oponente de maneira violenta ou desnecessária.

A NFL também proíbe defensores de “se atirarem” em um jogador em posição indefesa, o que um quarterback dentro do pocket é considerado.

Cam Newton foi alvo de várias pancadas capacete contra capacete durante a derrota dos Panthers para os Broncos. Porém, apenas uma delas, a aplicada pelo safety Darian Stewart no drive final da partida, acabou rendendo uma falta, mas ela foi anulada devido a um intentional grounding cometido por Newton (no futebol americano, duas faltas na mesma jogada, uma para cada time, faz com que ambas se anulem).

O quarterback dos Panthers não falou sobre os lances na noite de quinta, mas vários jogadores da franquia da Carolina do Norte, o técnico Ron Rivera e até o pai de Cam Newton reclamaram que o camisa 1 estava sendo tratado de forma injusta pelos árbitros.

Em comunicado divulgado pela NFL na última sexta (9), a liga afirmou que a equipe médica, incluindo o consultor independente de trauma neurológico, revisaram o vídeo da pancada dada em Newton no último minuto. A National Football League “concluiu que não houve indícios de uma concussão que exigiria uma avaliação mais aprofundada e a remoção do jogador da partida”.

Rivera também afirmou que o Carolina Panthers seguiu o protocolo de concussão da liga.

Newton, que permaneceu em campo mesmo após todas as pancadas, afirmou que não foi examinado até depois do jogo. Um porta-voz da NFL Players Association (NFLPA) disse na sexta que a união está revisando se o protocolo de concussão foi seguido corretamente.

Comments
To Top