NFL

Russell Okung teve embolia pulmonar em junho; veja boletim de lesões

O left tackle Russell Okung, do Los Angeles Chargers, revelou através de seu Twitter que ele sofreu uma embolia pulmonar causada por coágulos sanguíneos e que ele vai retornar aos campos quando for liberado pelos médicos responsáveis pelo seu caso.

Atualmente com 31 anos de idade, Okung disse que ele descobriu sua condição em uma ida à emergência no dia 1º de junho, depois de sentir dores no peito incomuns durante seu treinamento. Segundo os médicos que o trataram, a decisão provavelmente salvou sua vida.

“Quando detectada precocemente, esta condição é muito tratável e estou grato por ter acesso aos melhores cuidados disponíveis enquanto continuo no caminho para a recuperação completa”, escreveu Okung em sua nota. “Sou muito grato aos meus companheiros de equipe, treinadores e toda a organização Chargers pelo seu cuidado, apoio e compreensão durante esta situação desafiadora. Graças a uma incrível equipe médica e uma família muito solidária, espero estar de volta a campo o mais rapidamente possível”, observou o offensive lineman.

“Embora experiências de quase morte são certamente um alerta, estou me sentindo bem fisicamente. Não é um tornozelo ou ombro. Assim que os médicos me liberarem, meus planos incluem bloquear o blindside no número 17 (Philip Rivers) durante todo o caminho até Miami (sede do Super Bowl LIV)”, finalizou Okung, no comunicado.

O L.A. Chargers colocou Okung na lista de ativos/lesões não-relacionadas ao futebol americano, o que significa que ele ainda está contando no elenco de 90 jogadores para a pré-temporada.

Tom Telesco, general manager dos Chargers, disse que a disponibilidade de Okung para o training camp e até mesmo alguns jogos de temporada regular segue indefinida. O executivo também frisou que não há um prazo para o retorno do tackle.

Enquanto Okung está afastado, o right tackle Sam Tevi vai migrar para o lado esquerdo da linha ofensiva dos Bolts e Trent Scott vai entrar no time titular na função de right tackle. Vale ressaltar que, combinados, Tevi e Scott têm apenas 17 jogos como titular na NFL até agora.

Confira mais notícias de lesões na NFL nesta quinta (25):

– No New York Giants, o wide receiver Sterling Shepard foi diagnosticado com uma fratura no polegar depois de um raio-x, como anunciou o time nesta quinta. Ele será avaliado semana a semana.

O jornalista Mike Garafolo, da ‘NFL Network’, informou que a lesão de Shepard pode levar a recuperação até perto do início da temporada, o que o torna questionável para a semana 1. Os Giants visitam o Dallas Cowboys na semana 1, no dia 8 de setembro, o que dá seis semanas a partir deste próximo domingo.

Selecionado na segunda rodada do draft de 2016, Shepard tem sido o wide receiver número 2 dos Giants desde que entrou na NFL. Agora com a saída de Odell Beckham Jr., ele deve competir com Golden Tate pelo posto de recebedor número 1.

– A lesão no polegar que Julian Edelman sofreu é um pouco mais grave do que esperado inicialmente. O jornalista Ian Rapoport, da ‘NFL Network, noticiou nesta quinta que o astro do New England Patriots está se recuperando de uma fratura no dedo, de acordo com fontes.

O recebedor dos Pats sofreu a contusão há três semanas, ao fazer recepções, segundo Rapoport. Edelman foi visto em seu camp de futebol americano para jovens, neste último final de semana, usando uma proteção em seu polegar esquerdo.

Como a fratura ocorreu há três semanas atrás, a reabilitação de Edelman já está rolando e o camisa 11 deve apenas perder mais algumas semanas de atividades. Ele estará pronto para a temporada regular, como observa Rapoport.

– O linebacker T.J. Watt, do Pittsburgh Steelers, foi colocado na lista de jogadores sem condições físicas de desempenhar (PUP list) depois de sentir uma rigidez no músculo posterior da coxa, como anunciou o time nesta quinta.

“T.J. Watt experimentou uma tensão em sua coxa esquerda após a conclusão da última repetição (do teste de corrida do time nesta quinta), então poderemos colocá-lo na PUP list dizendo que ele não esteja disponível para amanhã de manhã. Ele pode estar em um período muito curto de tempo. Estamos avaliando isso”, disse o técnico Mike Tomlin.

J.J. Watt, pass rusher do Houston Texans, treinou no primeiro dia de training camp, segundo várias reportagens. Ele passou em seu teste físico e foi removido da lista de jogadores sem condições físicas de desempenhar (PUP list), como anunciou a franquia.

O linebacker calouro Jamal Davis II também passou em seu teste físico e foi removido da lista de lesões não-relacionadas ao futebol americano para o elenco ativo.

– No Detroit Lions, o técnico Matt Patricia disse que o defensive tackle Damon Harrison e o cornerback Darius Slay vão começar o training camp na lista de lesionados por razões não-relacionadas ao futebol americano (NFI list).

– No Buffalo Bills, o general manager Brandon Beane disse que o running back Frank Gore (pé) foi removido da lista de lesionados por razões não-relacionadas ao futebol americano (NFI list) e ia treinar, depois de passar no teste físico. Sean McDermott, head coach dos Bills, falou sobre Gore: “ele está fazendo progresso. Ele fez um grande trabalho nesta offseason para se colocar onde está agora”.

– No Atlanta Falcons, o técnico Dan Quinn disse que o wide receiver Calvin Ridley tem uma “rigidez no músculo posterior da coxa”, mas ele não espera que o recebedor fique afastado, segundo a repórter Kelsey Conway.

– O Philadelphia Eagles vai monitorar a carga de trabalho de Carson Wentz neste training camp, segundo o técnico Doug Pederson, mas fora isso o quarterback vai treinar sem restrições durante a pré-temporada, enquanto retorna da segunda temporada consecutiva em que lesões encerraram seu campeonato precocemente.

“Não, nós não vamos segurar. Vamos monitorar lançamentos. Fazemos isso com Nate (Sudfeld), fazemos com Cody (Kessler) e Clayton (Thorson), vamos monitorar todos os lançamentos apenas para não sobrecarregarmos nenhum braço, mas não deve haver quaisquer limitações daqui em diante”, frisou o head coach.

Pederson falou que Wentz, que teve uma fratura por estresse nas costas detectada em dezembro, estaria liberado para contato se esta fosse uma semana de jogo. O técnico disse a Sal Paolantonio, da ‘ESPN’, por mensagem de texto enviada nesta quinta que eles vão administrar a carga de trabalho de Wentz “um pouquinho”.

Em outras notícias dos Eagles, o cornerback Jalen Mills (pé) vai iniciar o training camp na lista de jogadores sem condições físicas de desempenhar (PUP list). Com Mills inativo, o cornerback Ronald Darby (ligamento cruzado anterior) vai treinar depois de ser um candidato à PUP mais cedo nesta semana.

– No Indianapolis Colts, o quarterback Andrew Luck treinou de forma limitada durante o primeiro dia de training camp, participando as atividades específicas para os quarterbacks, mas ficando fora do treino coletivo, depois de perder todo o programa de offseason devido a uma lesão na panturrilha.

Luck não foi colocado na lista de jogadores sem condições físicas de desempenhar (PUP list) para começar o camp, mas isso não significa que a franquia de Indiana está disposta a forçar seu signal caller titular já no começo do training camp.

“Tudo se trata de progresso. Eu não estava em condições de entrar e testar isso ou forçar. Acho que fiz uma quantidade adequada de trabalho hoje, melhorei e vamos continuar melhorando”, afirmou Luck, segundo o ‘Indianapolis Star’.

O técnico Frank Reich foi questionado se a lesão na panturrilha do ala Kevin Durant, ex-Golden State Warriors, foi um bom exemplo extraído das finais da NBA para que os Colts adotassem uma cautela maior com Luck e sua panturrilha.

“Nós realmente não falamos sobre isso, mas acho que todos nós sabíamos”, falou Reich sobre a contusão de Durant. “Eu certamente estava pensando nisso. Quando você vê algo assim acontecer, você fica meio ‘ah, sim, é por isso que fazemos o que estamos fazendo’”, analisou.

– O wide receiver Emmanuel Sanders continua avançando em direção a estar pronto para a semana 1. O jogador do Denver Broncos participou de treinos de 7 contra 7 na última quarta, sendo o primeiro treinamento coletivo que ele fez desde que rompeu o tendão de Aquiles em dezembro do ano passado.

“Estou ansioso para continuar, gradualmente (voltando) para o 7 contra 7 para o completo (e) espero o 1 contra 1. Espero que, daqui a duas ou três semanas, eu esteja a toda velocidade e totalmente pronto para correr”, disse Sanders, segundo o site oficial da franquia do Colorado.

Nesta quinta, o wideout DaeSean Hamilton não treinou nos Broncos devido a uma contusão no músculo posterior da coxa.

– O New York Jets retirou o cornerback Brian Poole da lista de ativos/lesão não-relacionada ao futebol americano, como anunciou o time. A franquia nova-iorquina também dispensou o defensive lineman Fred Jones.

Comments
NFL, NBA e MLB. Notícias, relatos e colunas. E uma pitada de humor de tiozão. Contato: [email protected]
Copyright © 2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18


Jogue com responsabilidade


Copyright © 2015 The Mag Theme. Theme by MVP Themes, powered by Wordpress.

To Top