NFL

Obama recebe Patriots sem Brady na Casa Branca, exalta excelência da franquia e brinca com Deflategate

(Crédito: New England Patriots/divulgação)

(Crédito: New England Patriots/divulgação)

O presidente dos Estados Unidos Barack Obama recebeu nesta quinta-feira (23) o New England Patriots, atual campeão do Super Bowl, na Casa Branca, em tradicional cerimônia realizada para homenagear os ganhadores de título da National Football League. O evento foi breve e tranquilo, sendo que Obama fez questão de ressaltar o alto nível de sucesso da franquia de Foxborough nos últimos 15 anos.

“Ser capaz de manter esse tipo de excelência constante é algo raro em qualquer campo, incluindo o campo de futebol americano. E isso é um testamento para um excepcional comando de franquia. É um testamento para um técnico de Hall da Fama”, declarou Barack Obama.

A ausência do dia ficou por conta do quarterback Tom Brady, que não conseguiu comparecer à cerimônia. De acordo com um porta-voz dos Patriots, que falou com o NFL Media, o jogador tinha um “compromisso familiar” que o impediu de ir à Casa Branca. Caso tivesse comparecido ao evento, seria a quarta vez que Brady marcaria presença, mas a primeira sob a administração de Obama. Apesar da falta do camisa 12, o presidente dos EUA rasgou elogios ao líder de ataque do time de Boston.

“É um grande de todos os tempos que não pode estar conosco aqui hoje, mas que construiu um par de campanhas ofensivas cirúrgicas no último quarto”, declarou Obama.

Sempre bem-humorado, o presidente até tomou a liberdade de brincar com o polêmico caso Deflategate, que movimentou os bastidores da NFL, depois que foi descoberto que as bolas usadas pelo New England Patriots na final da AFC, contra o Indianapolis Colts, estavam infladas abaixo do permitido pela liga.

“Eu normalmente digo algumas piadas nestes eventos. Mas com os Patriots aqui estava preocupado que 11 entre 12 piadas estivessem murchas”, falou Obama, gerando reações diversas da plateia, inclusive um dedão para baixo de Bill Belichick, que desaprovou a brincadeira de forma engraçada.

Além de exaltar a parceria entre Tom Brady e Bill Belichick como uma das maiores de jogador e técnico na história da National Football League, Barack Obama não deixou de lembrar da incrível interceptação feita por Malcolm Butler, nos instantes finais do Super Bowl XLIX, lance que assegurou a conquista de mais um Troféu Vince Lombardi pelo New England Patriots.

“Essa é a história dos Patriots nos últimos 15 anos. Há Belichick e Brady, a parceria mais bem-sucedida de jogador-técnico talvez na história da NFL. Há o ‘Patriot Way’, um grupo que valoriza o trabalho em equipe e o trabalho duro acima de tudo. Em uma liga que é conhecida por seu equilíbrio, eles (Patriots) estabeleceram um padrão de excelência que nós podemos não ver novamente por um bom tempo”, frisou Obama, antes de falar sobre a jogada de Butler. “Ele fez uma jogada inacreditável e mostrou coração e coragem naquele passe rápido na linha de gol. Claro, como já sabemos, e ele já confessou, que ele treinou para isso.  Então você tem uma combinação de alguém com dureza e coração, e você tem um grande técnico e uma organização que acompanham. E eu acho que Malcolm ganhou uma vida de drinks grátis em cada bar em Boston”, finalizou.

Clique aqui para assistir discurso de Obama na vista dos Patriots à Casa Branca.

Comments
NFL, NBA e MLB. Notícias, relatos e colunas. E uma pitada de humor de tiozão. Contato: [email protected]
Copyright © 2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18


Jogue com responsabilidade


Copyright © 2015 The Mag Theme. Theme by MVP Themes, powered by Wordpress.

To Top