NFL

O touchdown de 67 jardas de Megatron na semana 1

Crédito: Instagram/ Reprodução

Crédito: Instagram/ Reprodução

A semana 1 da NFL veio, já passou e deixou para nós, fãs, grandes lances e jogos espetaculares. Um final de semana digno para a volta desse esporte tão amado.

Como já é de praxe na coluna, nos debruçaremos na análise tática de lances das quatro ligas americanas, mas dessa vez não dá pra não falarmos (novamente) da NFL. Essa semana analisaremos um lance protagonizado por um dos mais incríveis jogadores em atividade, que jogou muito no primeiro Monday Night do ano, e de quebra ainda salvou meu fantasy: Calvin Johnson

Megatron anotou nada mais nada menos do que 164 jardas em 7 recepções, e ainda recebeu um touchdown de 67 jardas, que além de sensacional, foi uma aula de algumas coisas:

–       Como um quarterback pode fazer um scramble afim de procurar opções para lançar

–       Como um wide receiver não pode desistir de um lance

–       Como não um defensive back NÃO pode simplesmente mudar de foco na marcação no meio da jogada (em especial se você está marcando Calvin Johnson)

Dito isso, vamos ao fatídico lance.

Era início do jogo no Ford Field, menos de 3 minutos jogados. Os Lions enfrentavam uma terceira descida longa, para nove jardas, para isso, entraram em uma variação da formação shotgun, com só Calvin Johnson no lado direito do campo. Os giants por sua vez, entraram com uma formação nickel, para assegurar o jogo aéreo.Detroit Lions

No início da jogada, como era de se esperar, o pass rush dos Giants consistiu somente no jogadores de linha, todos os D-backs e linebackers foram marcar os recebedores. Com isso Matthew Stafford teve tempo para analisar o campo, mas não encontrou ninguém livre. Fez o scramble para a direita afim de estender a jogada e encontrar um recebedor livre, deu uma finta de corpo que daria inveja a Michael Vick, em Damontre Moore, e encontrou seu camisa 81 mais solto que arroz para marcar um touchdown longo e muito fácil. Mas o que aconteceu para que Calvin Johnson ficasse tão livre?

Ooooops

Ooooops

Antonio Rodgers-Cromartie ficou encarregado de marcar Johnson, que receberia uma marcação dupla com a chegada do safety Quintin Demps. Já a rota de Johnson era um out-dig route seguida de um fade na lateral do campo. Dois cortes rápidos para tentar tirar Rodgers-Cromartie da marcação.

Marcação simples Enquanto Rodgers-Cromartie se recuperava, Calvin Johnson já se preparava para outro corte

Marcação simples
Enquanto Rodgers-Cromartie se recuperava, Calvin Johnson já se preparava para outro corte

A jogada se desenrola, e no primeiro corte o jogador dos Lions já deixa o do Giants pra longe, e detalhe, tudo isso na marcação homem a homem. Qualquer coordenador defensivo da liga sabe que é inadmissível deixar Megatron nessas situações. Rodgers-Cromartie se recupera na jogada, mas é logo deixado para trás de novo. Nesse momento Johnson começa a correr para a endzone, acompanhado do camisa 21 dos Giants, que ao ver Staford na eminência de ser sackado, desiste da jogada. Megatron não desistiu, correu para o centro do campo, sem nenhuma marcação em um raio de 20 jardas e recebeu o passe para o touchdown.

Para tentar entender melhor, aqui vai o vídeo do lance

A marcação em Johnson no momento da recepção

A marcação em Johnson no momento da recepção

 

Comments
NFL, NBA e MLB. Notícias, relatos e colunas. E uma pitada de humor de tiozão. Contato: [email protected]
Copyright © 2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18


Jogue com responsabilidade


To Top