NFL

O.J. Simpson terá audiência de liberdade condicional dia 20 de julho

O.J. Simpson, ex-astro do futebol americano

(Crédito: Flickr/Divulgação)

O.J. Simpson, ex-astro do futebol americano, terá uma audiência de liberdade condicional no dia 20 de julho que poderá soltá-lo da prisão de Nevada no dia 1 de outubro, disse um funcionário estatal de liberdade condicional.

Simpson, que completa 70 anos em 9 se julho, recebeu mais oito anos de sentença de nove a 33 anos imposta depois dele ter sido declarado culpado em 2008 de assalta a mão armada, sequestro e outras acusações recorrentes de um confronto com dois comerciantes de memorabilias esportivas em um hotel cassino em Las Vegas, em setembro de 2007.

Simpson deve comparecer por videoconferência do Lovelock Correctional Center, onde está detido, antes de passar por um painel com quatro comissário, informou o oficial de liberdade condicional David Smith.

O advogado do ex-jogador, Malcolm LaVergne, disse que estará com seu cliente na prisão de segurança média em uma pequena cidade ao nordeste de Reno.

“Se ele conseguir a liberdade condicional, minha previsão é que ele vá querer viver uma vida tranquila” disse LaVergne em entrevista recente.

Simpson sempre manteve a versão de que estava tentando recuperar lembranças pessoais roubadas dele após sua absolvição em 1995 da acusação de assassinato da sua esposa, Nicole Brown Simpson, e seu amigo Ronald Goldman.

Ele disse que fotos de família e outros itens desapareceram antes de fevereiro de 1997, quando um juiz o considerou responsável pelas mortes de Goldman, Nicole e o obrigou a pagar US$ 33,5 milhões.

Dez anos depois, o Hall of Famer estava morando em Miami quando ele e vários amigos elaboraram um plano com um intermediário para conhecer vendedores de memorabilias no quarto do Palace Station hotel-casino.

Simpson e outros cinco foram presos posteriormente. Quatro coautores se declararam culpados antes do julgamento e testemunharam. Dois disseram que levaram e exibiram armas, apesar do ex-jogador insistir que nunca soube que alguém estava armado.

Simpson and Clarence “C.J.” Stewart foram a julgamento e declarados culpados em 2008 de acusações que incluem assalto com uma arma mortal, roubo e conspiração.

Stewart foi condenado a 27 anos de prisão. Após cumprir 27 meses, o Supremo Tribunal de Nevada decidiu que a fama de Simpson contaminou o júri e que ele devia ser julgado separadamente.

Comments
To Top