NFL

No Huddle – Mike Zimmer brinca e diz que adoraria que Aaron Rodgers se aposentasse

Aaron Rodgers, quarterback do Green Bay Packers, e Mike Zimmer, técnico do Minnesota Vikings

No Huddle – O boletim de notícias de NFL do Quinto Quarto

– Mike Zimmer, técnico do Minnesota Vikings, vem enfrentando o Green Bay Packers em duas oportunidades em cada uma das últimas seis temporadas. E ter que jogar contra Aaron Rodgers é o que mais incomoda o líder dos Vikings.

Tanto que ele brincou nesta semana, dias antes do Monday Night Football tão importante para os dois rivais da divisão NFC North.

“Ou eu ou ele temos que sair dessa divisão em algum momento”, brincou Zimmer, em uma teleconferência com a imprensa de Green Bay, segundo o site oficial dos Packers. “Vocês deveriam tentar convencê-lo a se aposentar”, completou.

E Rodgers respondeu, com um sorriso: “digam a ele para se aposentar”.

Esta é uma demonstração clara de respeito mútuo entre os dois. Zimmer já elogiou o QB do rival em diversas oportunidades, enquanto que Rodgers já chamou Zimmer de “um dos melhores técnicos da liga” e um “estrategista na defesa”.

– O Pittsburgh Steelers cortou Kameron Kelly depois que o safety foi preso fora de um bar em Pittsburgh, na madrugada desta sexta, por duas acusações de fazer ameaças terroristas e uma por resistir à prisão.

Segundo os registros oficiais, a polícia disse que Kelly estava tendo conduta desordeira no bar. Quando um policial disse ao atleta que ele tinha que sair, ele ficou agressivo. Segundo a denúncia, Kelly já havia ameaçado nocautear um funcionário do local depois que sua escolha de música foi ignorada na jukebox.

Fora do bar, segundo a queixa, o policial acidentalmente pisou no pé de uma mulher, que começou a discutir. Kelly então disse que a moça era “sua garota” e peitou o policial, ameaçando o oficial. Posteriormente, o atleta resistiu à prisão, discutindo com os policiais, e um oficial deu vários socos na cara de Kelly durante o confronto. Kelly foi tratado em um hospital de Pittsburgh, com o lábio cortado, e foi levado para a cadeia.

Em uma decisão relacionada, os Steelers promoveram o safety Marcus Allen ao elenco de 53 jogadores.

– O cornerback Josh Shaw, do Arizona Cardinals, retirou sua apelação da suspensão de um ano por colocar apostas em jogos da NFL, segundo apurou a agência ‘The Associated Press’ nesta sexta.

No mês passado, Shaw foi suspenso até pelo menos o final da temporada 2020 por apostar em jogos da NFL em várias ocasiões nesta temporada. Foi a primeira vez em mais de 35 anos que um jogador da NFL foi banido por apostas esportivas.

– Doug Pederson tem um sucesso incontestável no comando dos Eagles, com duas classificações aos playoffs e um título de Super Bowl (o primeiro da história da franquia) em quatro anos como head coach.

O que o técnico não tem é um bom aproveitamento contra o rival de divisão Dallas Cowboys, que ele reencontra neste domingo, em um duelo decisivo pelo título da NFC East. Em sete duelos contra os texanos desde que Pederson se tornou técnico, dos Eagles venceram apenas em duas oportunidades.

E Pederson é o primeiro a reconhecer que os Cowboys têm sido um problema.

“Os Cowboys têm sido uma equipe contra a qual temos dificuldades. Temos apenas que continuar trabalhando e tentar superar isso. Eles têm sido a nossa pedra no sapato recentemente e realmente desde que estou em Philly. Espero que possamos mudar as coisas”, falou o treinador, segundo a ‘NBC Sports Philadelphia’.

– O Seattle Seahawks tem uma espécie de ‘fetiche’ por jogos apertados. Na temporada 2019, o time está com campanha 11-3 e dez das 11 vitórias foram em jogos decididos por uma posse de bola de diferença.

Mas se engana quem acha que Pete Carroll não gosta disso.

“Eu amo jogos apertados. Eu acho que eles ajudam você. Eles te fortalecem. Eles te mantêm no jogo por mais tempo. Fazem com que você se concentre mais e preparam você para mais tipos de coisas que podem acontecer, nas quais você precisa de experiência”, falou Carroll, de acordo com o site oficial da franquia. “Seria bom se pudéssemos ganhar por muito algumas vezes. Isso seria divertido. (Mas) isto é esta temporada. Essas temporadas escrevem uma história e essa é meio que a história do que vem acontecendo o ano todo”, completou o comandante dos Seahawks.

Comments
To Top