NFL

No Huddle – Yannick Ngakoue briga com Tony Khan no Twitter

No Huddle – O boletim de notícias de NFL do Quinto Quarto

– Quando um jogador tenta forçar a saída de um time, não tem jeito. É o que Yannick Ngakoue está fazendo com o Jacksonville Jaguars nos últimos tempos. E chegou ao ápice (acredito eu) nesta segunda-feira (20).

Enquanto ainda não foi trocado pela franquia da Flórida com alguma equipe, Ngakoue utilizou as redes sociais para ‘causar’. Ele chamou Tony Khan, filho de Shad Khan (proprietário dos Jags), de palhaço e ainda pediu ao time que faça “essa mer&$@”.

A briga entre Ngakoue e Tony Khan, que também é o vice-presidente sênior de administração de futebol americano e tecnologia da organização, começou com um tweet do defensor que dizia apenas “FREEYANN”.

Momentos mais tarde, o DE disse a Tony para parar de se esconder. Após Khan responder, o pass rusher seguiu com uma alegação de que Tony Khan disse a ele que o jogo dos Jaguars contra o Los Angeles Chargers em 8 de dezembro foi o último dele em um uniforme dos Jaguars.

Ngakoue também disse que Tony Khan não estava retornando as ligações de seu agente e terminou o tweet com um emoji de palhaço.

É, o clima está delicioso.

Segundo Tom Pelissero, da ‘NFL Network’, os Jaguars já conversaram sobre troca envolvendo Ngakoue, mas não receberam propostas oficiais.

– Em outra notícia em um dia agitado no Jacksonville Jaguars, o time dispensou o wide receiver Marqise Lee, como anunciou a franquia de maneira oficial. O running back Taj McGowan também rodou.

Lee atuou apenas com a camisa dos Jaguars em suas seis temporadas na NFL desde que foi selecionado na segunda rodada do draft de 2014. Ele soma 174 recepções para 2.184 jardas e oito touchdowns, com sua melhor temporada tendo sido em 2016 (63 recepções para 851 jardas e três TDs).

Lee encerrou a temporada 2019 na injured reserve, depois de sofrer uma lesão no ombro, e disputou apenas seis jogos no ano passado. Segundo Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, o WR está totalmente saudável e foi clinicamente liberado.

– Após a saída de Tom Brady e o início de uma nova era no futebol americano do New England Patriots, a franquia de Foxborough revelou seus novos uniformes nesta segunda.

Basicamente, a famosa coleção Color Rush vai se tornar a principal. Claro que com algumas mudanças. Dê uma olhada no vídeo abaixo e veja o que achou. O uniforme para jogar fora de casa está bem diferente, assim como o formato dos números.

– Quase todos os jogadores da National Football League utilizaram um dos capacetes mais bem ranqueados durante a temporada 2019. Isso baseado no ranking de qualidade de modelos feito pela NFL Players Association (NFLPA), associação que representa os atletas da liga.

O marco culmina com um projeto de três anos para empurrar os jogadores em direção a capacetes com melhor desempenho – e proibir os jogadores de usar modelos com desempenho ruim ou desatualizados – conforme determinado em testes biomecânicos.

Cerca de 41% dos jogadores usavam capacetes entre os melhores em 2017 e 74% em 2018. Em 2019, esse número era de 99,5%, o que significa que apenas 0,5% dos jogadores usavam capacetes que não eram recomendados, mas também não foram proibidos.

– O safety Jamal Adams parecia com seu futuro incerto no New York Jets. Mas, segundo o general manager Joe Douglas, a franquia nova-iorquina pretende manter o defensive back por lá.

Como disse Douglas, o plano é “se conectar” com o All-Pro depois do draft, segundo Kimberly Jones, da ‘NFL Network’. O “plano é manter Jamal aqui por um bom tempo”, como acrescentou o GM.

– Mike Curtis, ex-linebacker do antigo Baltimore Colts, morreu aos 77 anos de idade. A informação foi divulgada por Jim Irsay, dono do Indianapolis Colts, nas redes sociais.

Curtis nasceu em março de 1943, em Rockville, Maryland, e jogou na Universidade de Duke antes de ser selecionado pelo Baltimore Colts com a 14ª escolha do draft de 1965. Curiosamente, ele foi draftado com fullback.

O jogador então acabou migrando para a posição de linebacker, foi quatro vezes ao Pro Bowl, duas vezes para o primeiro time All-Pro e foi eleito o Jogador Defensivo do Ano da AFC em 1970.

Curtis somou 21 interceptações, incluindo duas retornadas para TD, e oito fumbles recuperados em 125 jogos disputados em seus 11 anos nos Colts, sendo 105 jogos como titular.

O linebacker foi o responsável por selar a vitória dos Colts sobre o Dallas Cowboys no Super Bowl V, quando fez uma interceptação no final do último quarto. O takeaway abriu caminho para o field goal que deu a primeira vitória à franquia no SB.

– O San Francisco 49ers está analisando propostas para suas duas escolhas de primeira rodada do draft de 2020 (números 13 e 31). A franquia californiana está aberta a negociar uma dessas escolhas ou até ambas, segundo o jornalista Adam Schefter, da ‘ESPN’ norte-americana.

Os Niners atualmente não possuem nenhuma escolha na segunda, terceira e quarta rodadas. Assim, o time quer mais escolha.

Depois da 31ª escolha geral, na noite de quinta, os 49ers devem selecionar apenas na 156ª posição, no sábado.

– 12 times da National Football League começaram seus programas virtuais de offseason nesta segunda, de acordo com Ian Rapoport, da ‘NFL Network’.

Buffalo Bills, Chicago Bears, Cleveland Browns Browns, Los Angeles Chargers, Kansas City Chiefs, Indianapolis Colts, Dallas Cowboys, Atlanta Falcons, New York Giants, Carolina Panthers, New England Patriots e Washington Redskins começaram seus programas nesta segunda. O restante das equipes começará em uma semana.

O programa é estritamente virtual, sendo permitido o trabalho em campo somente quando as 32 instalações do clube puderem ser reabertas.

O período virtual consistirá em três semanas seguidas, que incluem instrução em sala de aula, exercícios e programas educacionais que não são de futebol americano. Tudo através de teleconferências.

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top