NFL

No Huddle – Ídolo dos Patriots, Tedy Bruschi sofre segundo AVC

Tedy Bruschi, ex-linebacker do New England Patriots

No Huddle – O boletim de notícias de NFL do Quinto Quarto

– Tedy Bruschi, ex-linebacker do New England Patriots e atual comentarista da ‘ESPN’ dos Estados Unidos, está se recuperando depois de sofrer um acidente vascular cerebral (AVC) na última quinta (4). A informação foi confirmada por sua família em um comunicado.

“Ele reconheceu os sinais de aviso imediatamente: fraqueza no braço, rosto paralisado e dificuldades na fala. Tedy está se recuperando bem. Tedy e sua família agradecem pelo apoio contínuo e, gentilmente, pedem por privacidade neste momento”, dizia o comunicado emitido nesta sexta.

Atualmente com 46 anos de idade, Bruschi já teve um AVC em 2005, quando ainda era jogador dos Patriots. Ele perdeu as primeiras seis semanas da temporada e, depois, retornou para os campos oito meses depois do problema de saúde.

“Eu tive 366 tackles na NFL como sobrevivente de um AVC. E eu tenho muito orgulho disso”, falou Bruschi, depois de sua aposentadoria.

O linebacker foi eleito para o Pro Bowl em 2004 e atuou com a camisa da franquia de Foxborough por 13 temporadas. Bruschi se aposentou depois da temporada 2009 e, imediatamente, juntou-se à ‘ESPN’.

O New England Patriots, por meio do proprietário e CEO Robert Kraft, e a ‘ESPN’ emitiram comunicados para passar uma mensagem positiva a Bruschi.

Bruschi criou um clube de corrida chamado Tedy’s Team para arrecadar fundos e fazer uma conscientização para a American Stroke Association (Associação Americana de AVC). Ele correu a Maratona de Boston em três oportunidades, incluindo 2019.

– O defensive end Randy Gregory, do Dallas Cowboys, atualmente está cumprindo uma suspensão imposta pela NFL por tempo indeterminado, devido a uma violação da política de abuso de substâncias da liga. Apesar disso, o pass rusher entrará com pedido de reintegração dentro dos próximos dez dias, segundo noticiou a jornalista Jane Slater, da ‘NFL Network’, e o jornalista David Moore, do ‘Dallas Morning News’.

Slater acrescenta que, como parte do pedido, Gregory vai demonstrar um sistema de suporte fortalecido que o ajudará a gerenciar melhor as “expectativas do programa”. Gregory foi suspenso no dia 26 de fevereiro e foi sua quarta suspensão para o jogador de 26 anos desde que ele foi selecionado pelos Cowboys no draft de 2015.

– O wide receiver Cooper Kupp, do Los Angeles Rams, está se recuperando de uma ruptura no ligamento cruzado anterior e tem uma motivação a mais em seu retorno: a companhia do irmão mais novo Ketner Kupp.

O linebacker de 22 anos de idade foi contratado pelos Rams como free agent não draftado e agora será companheiro de equipe do irmão mais velho.

“É muito divertido, muito divertido. Tivemos apenas algumas vezes em que eu tive que bloqueá-lo na defesa – uma espécie de lembrança dos nossos dias de universidade quando estávamos fazendo isso”, disse Cooper Kupp, de 26 anos, ao jornalista Myles Simmons, do site oficial do L.A. Rams.

Os irmãos Kupp jogaram pela Universidade de Eastern Washington, com Cooper Kupp jogando lá de 2014 a 2016 e Ketner vestindo a camisa do time da universidade de 2015 a 2018. Cooper foi selecionado na terceira rodada do draft de 2017 pelos Rams.

– Depois da temporada 2019 da NFL, o linebacker Shaq Thompson vai se tornar um free agent irrestrito. Porém, se depender dele, ele vai continuar no Carolina Panthers.

“Este é um lugar em que estou há cinco anos. Eu não quero conhecer nenhum outro lugar”, falou o defensor ao jornalista Brendan Marks, do ‘Charlotte Observer’.

Como a franquia da Carolina do Norte exerceu a opção pelo quinto ano do contrato do defensor, Thompson, que foi selecionado na primeira rodada do draft de 2015, vai faturar US$ 9,23 milhões nesta próxima temporada.

– Após defender o Cleveland Browns em suas primeiras duas temporadas na NFL, Jabrill Peppers agora se prepara para vestir a camisa do New York Giants em 2019. E, na franquia nova-iorquina, ele pode voltar aos dias de retornador de chutes, função que ele fazia na Universidade de Michigan.

“O cara é um agarrador de bolas com certeza. Pode fazer todos os cortes a toda velocidade. Ele traz um elemento especial”, falou Thomas McGaughey, coordenador de special teams do NY Giants, segundo o ‘NJ.com’.

Comments
To Top