NFL

No Huddle – T.Y. Hilton se desculpa por críticas à linha ofensiva: “os apunhalei pelas costas”

T.Y. Hilton, wide receiver do Indianapolis Colts

(Crédito: Twitter/reprodução)

No Huddle – O boletim de notícias de NFL do Quinto Quarto

– O wide receiver T.Y. Hilton se desculpou por ter criticado a linha ofensiva do Indianapolis Colts. “Em primeiro lugar, eu gostaria de pedir desculpar ao time e à linha ofensiva. Foi fora do caráter, eu estava frustrado com como foi o jogo. No final do dia, eu defendo eles. Eu os amo até a morte e eu estava errado. Eu sempro sou contra isso e eu fui e fiz isso, então eu estraguei tudo. Desculpe-me por isso, sou um líder e os caras me olham e eu os esfaqueei pelas costas, então sinto muito por isso”, disse Hilton.

– Kirk Cousins, quarterback do Washington Redskins, anunciou que sua avó morreu no domingo. Apesar disso, ele irá disputar a partida da noite da segunda-feira.

– Joe Mixon, head coach do Cincinnati Begals, não está feliz com o número de vezes que está tocando na bola. “É frustrante. Sinto que estou vendo (Le’Veon Bell) ter 35 toques e eu tive sete na primeira metade e nenhuma no resto do jogo”, disse ele.

– Dirk Koetter, head coach dos Buccaneers, falou com o safety T.J. Ward na semana passada. “Eu falei exatamente o que eu penso e o que acho que ele pode fazer melhor. Eu disse exatamente o que ele precisa fazer (para jogar mais)”.

– Le’Veon Bell, running back do Pittsburgh Steelers, se mostrou triste com o chute que Vontaze Burfict deu em Roosevelt Nix. “O cara tem que virar homem… isso não é futebol americano”, disse ele, que acredita que o juiz não viu o lance, no Twitter.

– Bill Belichick, head coach do New England Patriots, elogiou a sua equipe de jogo corrido. “Estamos tendo um bom jogo dos nossos tailbacks e da nossa linha. Temos que ser apenas um pouco mais consistentes… sinto que temos muitos jogadores e qualidade na posição”.

– Kareem Hunt, running back calouro do Kansas City Chiefs, tem mais tackles quebrados (37) em 124 carregadas do que Ezekiel Elliott teve no ano passado em 322 carregadas (36).

– A justiça de mais alto nível de Massachusetts negou o pedido dos promotores de que a pena de assassinato de Aaron Hernandez fosse reestabelecida. A condenação pela morte de Odin Lloyd em 2013 foi anulada após ele se suicidar e seu recurso não ter sido ouvido antes disso.

– Bart Starr voltou a Green Bay para participar da comemoração do 50º aniversário da conquista do Super Bowl II e sua família doou diversos itens para o Hall da Fama dos Packers. Apesar disso, Cherry Starr, esposa de Bart, anunciou que esta será a última viagem deles para Green Bay.

– O quarterback Joe Flacco falou sobre o limitado ataque do Baltimore Ravens. “É o que é. Obviamente não é a melhor situação, mas temos que fazer com que funcione”.

– O Denver Broncos não anotou um ponto pela primeira vez desde 1992 e o quarterback Trevor SIemian falou sobre a situação da equipe. “Estamos onde estamos, 3-3- por algum motivo. Nas últimas duas semanas eu não fui bem, tenho que jogar melhor, isso é o começo de tudo”.

– O ataque do Atlanta Falcons não vem bem, mas a equipe acredita que o coordenador Steve Sarkisian pode resolver os problemas. “Sem dúvida… ele é bom…. estamos tentando ficar todos na mesma página, é isso. É um processo. Vamos tentar fazer isso”, disse o wideout Julio Jones.

– O Baltimore Ravens não se surpreendeu com a tentativa de Mike Wallace tentar voltar para o jogo do domingo após concussão. “Mike é um cara duro e foi inflexível sobre voltar a campo, mas ele tinha algum tipo de concussão. Vamos descobrir nos próximos dias como isso segue, mas não me surpreende”, disse o head coach John Harbaugh.

– Brett Hundley, substituto de Aaron Rodgers nos Packers, falou sobre os seus planos para a semana de bye. “Eu provavelmente ficarei por aqui…. tenho certeza que eu e Mike (McCarthy) vamos sentar e discutir o jogo como sempre fazemos e falaremos sobre o que podemos fazer mais e o que não podemos fazer”.

– O head coach Sean McVay falou da vitória dos Rams sobre os Cardinals. “Não chegamos (no nosso objetivo) de jeito nenhum. (A campanha de) 5-2 dá um bom sentimento, mas é só isso no momento”.

– Charles Weber, ex-linebacker do Philadelphia Eagles e treinador da NFL, morreu aos 87 anos. Ele foi campeão em 1960. Ele também defendeu o Cleveland Browns e o Chicago Cardinals.

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top