NFL

No Huddle – Robert Kraft revela reunião com Brady e Belichick para aparar arestas

(Crédito: Wikimedia Commons)

No Huddle – O boletim de notícias de NFL do Quinto Quarto

– Robert Kraft, proprietário do New England Patriots, revelou que teve uma reunião com o quarterback Tom Brady e o head coach Bill Belichick para aparar as arestas de qualquer tensão que poderia haver entre os dois.

“Nos encontramos e encontrei cada um deles individualmente. Mas o que não sei se ficou completamente compreendido é: Bill e Tom se encontraram muito e passaram muito tempo se comunicando. Acho que o resíduo dessa derrota foi muito difícil para todo mundo, mas vejo isso meio como um problema de alta classe”, disse Kraft.

Além disso, Robert Kraft falou sobre o fato de Belichick ter colocou do cornerback Malcolm Butler no banco durante o Super Bowl LII. “Uma coisa: nós em New England somos privilegiados, eu acredito que temos o melhor treinador da história… tenho fé em Bill como treinador porque não acho que haja alguém com mais conhecimento e expertise de futebol americano (do que ele)”.

– O quarterback Johnny Manziel terá mais uma oportunidade de demonstrar suas habilidades para os olheiros porque irá se apresrntar no pro day de Texas A&M, faculdade que frequentou.

– As equipes da NFL concordaram por unanimidade em implementar um fundo local para incentivar projetos de justiça social. A liga se comprometeu a investir US$ 90 milhões em iniciativas de justiça social que apoiam esforços e programas para combate de desigualdade social.

– O presidente Dick Cass sabe que precisa conseguir mais engajamento dos torcedores do Baltimore Ravens. “Acho que existe uma desconexão e eu culpo nós mesmos. Temos que fazer um trabalho melhor em engajar nossos fãs”.

– Jim Mora, head coach de UCLA que recrutou Josh Rosen, deu uma declaração interessante. “Por causa do encaixe, eu escolheria Sam Darnold (em vez de Rosen) se eu fosse o Cleveland Browns”.

– Mark Davis, proprietário do Oakland Raiders, demonstrou que Jon Gruden tem poder de escolha nos jogadores. “Jon é o head coach e ficará aqui por algum tempo, então é importante que ele consiga os jogadores que ele quer e que ele construa o time que quer construir”.

– Kevin Colbert, general manager do Pittsburgh Steelers, comentou a recuperação do linebacker Ryan Shazier. “Não há limites na recuperação de Ryan. Ele aborda isso como muita agressividade a cada dia”.

– John Elway, general manager do Denver Broncos, continua sem dar certezas sobre o futuro do running back C.J. Anderson. “Ele pode estar ou não (em 2018). Quem sabe? Vamos continuar a tentar e descobrir o que é o melhor e nos dá a melhor oportunidade de vencer jogos”.

– O Washington Redskins não tem peça intocável, inclusive o defensive back Su’a Cravens. “Su’s é um bom jogador. A coisa do negócio é: todo mundo é negociável se o preço for certo”, disse o diretor de pessoal Doug Williams.

– Uma ex-cheerleader do New Orleans Saints entrou com um processo de discriminação em relação à sua demissão.

– Bob Quinn, general manager do Detroit Lions, explicou o corte do tight end Eric Ebron. “Sim, isso foi uma decisão financeira”.

Comments
To Top