NFL

No Huddle – Robbie Gould deseja ser trocado e Odell Beckham raivoso

Robbie Gould, kicker do San Francisco 49ers

No Huddle – O boletim de notícias de NFL do Quinto Quarto

– O kicker Robbie Gould, do San Francisco 49ers, disse que retirou as propostas de contrato que ele mandou para o time e afirmou aos Niners que não irá negociar ou assinar um contrato de longo prazo com a franquia. Além disso, ele deseja ser trocado pela organização da Califórnia.

Gould observou nesta terça (23) que, se ele for se reapresentar ao time, não será antes da estreia dos 49ers na temporada regular, no dia 8 de setembro. Isso significa que ele pretende boicotar todos os treinos de offseason e de pré-temporada, incluindo o training camp.

Brian Mackler, agente de Gould, falou: “neste momento, não temos certeza de quando ou se ele vai se apresentar. Não será antes de 8 de setembro, na melhor das hipóteses, isso se acontecer”.

Atualmente com 36 anos de idade, Gould indicou que ele se cansou dos 14 meses de negociações contratuais e que ele deseja ficar mais próximo da esposa e dos filhos, em Chicago. Depois de 11 anos vestindo a camisa do Chicago Bears, ele foi dispensado. Então, o kicker passou a temporada 2016 no New York Giants antes de assinar um contrato de dois anos com os 49ers. A esposa do atleta e seus três filhos com idade inferior a cinco anos permaneceram em Chicago.

Os Niners aplicaram a franchise tag em Gould em fevereiro e mantiveram a postura de que desejam o kicker no time nesta próxima temporada.

– O wide receiver Odell Beckham Jr., agora no Cleveland Browns, soltou uma enxurrada de tweets na noite de segunda-feira e se mostrou ofendido com a percepção de que ele é um câncer no vestiário. O wideout expressou descontentamento com o general manager Dave Gettleman e o técnico Pat Shurmur, do New York Giants, seu ex-time.

OBJ inicialmente respondeu a uma manchete do ‘HotNewHipHop’ que sugeriu que Gettleman alega que um “problema de cultura” levou à troca que mandou Beckham para os Browns. Na negociação, os Giants receberam escolhas de primeira e terceira rodadas do draft, além do safety Jabrill Peppers.

Gettleman disse recentemente em uma coluna do ‘NJ.com’ que os Giants tinham um problema de cultura, mas que isso mudou.

E Odell pareceu achar que isso foi uma indireta nele como companheiro de equipe e começou a se defender via Twitter, antes de seguir com uma avalanche de postagens na rede social.

“Pergunte a qualquer um dos meus companheiros de equipe quem eu era como companheiro de time, homem e pessoa… sim, eu sou um câncer para um lugar que está tranquilo em relação a perder porque eu quero vencer MUITO. Você está absolutamente correto!”, escreveu o recebedor.

Depois de mandar os olheiros de volta para casa, o Oakland Raiders agora está se concentrando em treinar o novo general manager Mike Mayock antes do draft de 2019. O jornalista Michael Silver, da ‘NFL Network’, noticiou nesta terça que a franquia californiana colocou Mayock em vários ensaios pré-draft desenhados para preparar o executivo para tomar decisões rápidas sob pressão em seu primeiro draft à frente da equipe.

Segundo Silver, na segunda-feira o time colocou Mayock e o técnico Jon Gruden em uma sala enquanto treinadores e alguns outros funcionários remanescentes no prédio estavam em outra sala. Mayock e Gruden desempenharam o papel dos Raiders enquanto os outros profissionais fingiram que eram general managers de times diferentes.

Foi, basicamente, realizado um draft falso, com operação de relógio semelhante ao utilizado durante o draft, com os outros funcionários propondo trocas a Mayock pelo telefone e fazendo escolhas e tomando decisões para seus times, enquanto o GM supervisionava as operações dos Raiders.

– O Pittsburgh Steelers está trabalhando para finalizar uma extensão de contrato para o quarterback Ben Roethlisberger antes do início do draft de 2019, na noite desta próxima quinta. A informação foi apurada pelo jornalista Adam Schefter, da ‘ESPN’ norte-americana.

Atualmente com 37 anos de idade, Big Ben foi selecionado pelos Steelers no draft de 2004 e está entrando na última temporada de um contrato de quatro anos, com valor de US$ 87,6 milhões, que ele assinou em 2015. Os Steelers, contudo, querem manter o camisa 7 na franquia pelos próximos anos.

– O Arizona Cardinals, dono da primeira escolha geral do draft de 2019, ainda está analisando as opções de escolhas a dois dias do início do processo de seleção de jogadores universitários. “Ainda estamos trabalhando com as coisas. É um processo. Eu não diria que o feno está no celeiro”, afirmou o head coach Kliff Kingsbury aos repórteres nesta terça.

– O veterano defensive end Chris Long, do Philadelphia Eagles, segue sob contrato e se aproxima de sua 12ª temporada como profissional na NFL. Contudo, Long, que completou 34 anos de idade em março, ainda não sabe se vai continuar atuando em 2019.

“Estou muito indeciso, mas pela aparência das coisas, eles vão tornar difícil para mim na minha cidade favorita. Vamos ver”, falou Long, segundo Jarrett Bell, do ‘USA Today’.

A publicação apontou que Long não entrou nas especificidades, mas Bell especula que a decisão pode ter a ver com o aspecto financeiro, considerando que o defensive end deve faturar um salário-base de apenas US$ 5,5 milhões nesta próxima temporada.

– O cornerback Patrick Peterson não compareceu ao início do minicamp voluntário do Arizona Cardinals nesta terça e parece estar descontente com a organização. O astro está longe das atividades depois de rumores de troca de Twitter – que o jornalista Steve Wyche, da ‘NFL Network’, apurou que saiu do ar – e depois que o cornerback, oito vezes selecionado ao Pro Bowl, eliminou as referências aos Cards de suas redes sociais.

– O linebacker Von Miller, do Denver Broncos, não será acusado formalmente por pegar um tubarão-martelo na costa de Miami há um ano. O proprietário e operador do barco foi acusado de pescar tubarões sem permissão e de não liberar o animal de uma maneira de garantir a máxima probabilidade de sobrevivência, de acordo com registros obtidos pelo ‘USA Today’.

– John Lynch, general manager do San Francisco 49ers, sabe que pode receber muitas ligações caso o Arizona Cardinals não escolha Kyler Murray na primeira posição e revelou que vem tendo pesadelos com o quarterback. “Tive alguns pesadelos sobre, não eu pessoalmente, mas nós correndo atrás dele caso isso aconteça. Ele é muito especial”.

– Rashan Gary, defensive libeman de Michigan, está lidando com uma lesão no ombro. A princípio ele poderia jogar nesta temporada, mas poderia precisar passar por uma cirurgia depois.

– Mickey Loomis, ganeral manager do New Orleans Saints, está animado com a sequência da carreira do defensive end Marcus Davenport. “Acho que ele fez progressos. Gostamos dele e esperamos grades coisas dele”.

– Arizona Cardinals, Cincinnati Bengals, Cleveland Browns, Green Bay Packers, New York Jets e Tampa Bay Buccaneers – todas equipes com novos head coaches – iniciaram seu minicamp voluntário nesta terça-feira. Os treinos irão até a quinta-feira.

Comments
To Top