NFL

No Huddle – Policial é agredido na Super Bowl parade dos Eagles

No Huddle – O boletim de notícias de NFL do Quinto Quarto

– O prefeito da Filadélfia revelou que a Super Bowl parade foi em grande parte pacífica. A festa para comemorar a conquista do Super Bowl dos Eagles contou apenas com pequenas infrações, incluindo dois homens que agrediram um policial.

– Malcolm Jenkins, safety do Philadelphia Eagles, pediu desculpas por ter provocado Stephen Curry após ter visto o astro da NBA na sideline do New England Patriots vestindo vermelho.

– O Pittsburgh Steelers estendeu o contrato do linebacker B.J. Finney por uma temporada.

– Os Patriots e o treinador de equipes especiais Joe Judge estão negociando os últimos detalhes para ele retornar à equipe em 2018.

– O Detroit Lions contratou Bo Davis para ser o treinador da linha defensiva e substituir Kris Kocurek.

– Lake Dawson, diretor assistente dos olheiros dos Bills, foi entrevistado pela segunda vez pelo Carolina Panthers como parte do processo de escolha de um novo general manager.

– Marty Hurney, general manager interino dos Panthers, irá se encontrar com a NFL para conversar sobre a investigação contra ele após sua ex-esposa ter entrado com uma queixa de assédio.

– De acordo com os registros da corte da Flórida, Robby Anderson (wide receiver do New York Jets) foi acusado de violações relacionadas ao trânsito em mais de dez ocasiões.

– Marlon Humphrey, cornerback do Baltimore Ravens, recebeu diversos carregadores de um fã em uma correspondência.

Comments
To Top