NFL

No Huddle – Philip Rivers diz que ainda pode atuar em “alto nível”

Philip Rivers, quarterback do Los Angeles Chargers

No Huddle – O boletim de notícias de NFL do Quinto Quarto

– Los Angeles Chargers e Philip Rivers anunciaram o ‘divórcio’ na última segunda-feira. Mas se engana quem acredita que o quarterback esteja pensando em se aposentar do futebol americano profissional.

Após o anúncio, Rivers conversou com o jornalista Sam Farmer, do jornal ‘Los Angeles Times’, sobre o que seu futuro pode reservar. E o signal caller de 38 anos de idade está ansioso para ver as oportunidades que terá de continuar mostrando seu jogo na National Football League.

“Eu sinto que ainda tenho algum fogo e paixão. Eu sei que tenho a paixão pelo esporte que acho que vai durar a minha vida inteira. E acho que ainda tenho a capacidade de jogar em alto nível”, falou Rivers na entrevista.

Em 2019, o camisa 17 teve uma queda de desempenho, lançando para 23 touchdowns e sofrendo 20 interceptações na campanha decepcionante de 5-11 dos Chargers. E esse rendimento bem abaixo parece ter sido o suficiente para que a franquia californiana decidisse deixar seu ídolo de 16 anos de experiência ficar à disposição no mercado.

Mas Rivers garante que ainda pode ser útil para uma equipe da liga.

“Algumas pessoas podem discordar que eu ainda possa jogar. Mas eu diria que definitivamente posso fazer isso. Limpei algumas dessas outras coisas e, se estiver jogando de maneira consistente, ainda posso fazer isso fisicamente”, ressaltou.

– Meses atrás, parecia não haver nenhuma esperança de que o relacionamento entre Trent Williams e o Washington Redskins pudesse ser reparado. Agora, contudo, parece que as duas partes estão se acertando.

O jornalista Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, apurou nesta terça que os Redskins e Williams se comunicaram e parece que as conversas foram positivas, de acordo com fontes.

Ainda há muito a ser feito e problemas a serem resolvidos, mas os Redskins têm Williams dentro dos planos para 2020 e é um sinal encorajador que as duas partes estejam conversando.

Pode parecer que uma conversa não seja nada significativo, mas Williams foi muito claro no final de 2019 sobre sua insatisfação em relação à franquia que o empregou em todas as suas 10 temporadas na NFL até agora. E, meses depois, o fato de as duas partes estarem se falando é algo significativo.

As coisas parecem ter mudado bastante para Williams depois da contratação do novo head coach Ron Rivera e, sobretudo, da demissão de Bruce Allen, presidente do time.

– As dúvidas em relação ao futuro de Cam Newton no Carolina Panthers seguem. Na semana do Super Bowl LIV, o quarterback disse que ficaria na franquia da Carolina do Norte. E, nesta terça, após um evento beneficente, David Teppers, proprietário dos Panthers, deixou claro que nada foi decidido e frisou que tudo depende da saúde do signal caller.

“Eu já disse várias vezes sobre isso. É uma questão do quão saudável ele está, com os pé e tudo mais. E isso ainda é a principal coisa disparado, ver quão ele está saudável e como podemos descobrir quando ele está saudável ou não. Tudo vem disso”, falou Tepper, segundo a jornalista Jourdan Rodrigue, do ‘The Athletic’.

Newton não atua desde a semana 2 da temporada 2019, quando sofreu uma lesão Lisfranc no pé. O QB terminou sua temporada na injured reserve pelo segundo ano consecutivo, após problemas no ombro o limitarem em 2018.

Os comentários do dono dos Panthers vão na mesma linha dos comentários feitos pelo general manager Marty Hurney, que disse anteriormente que Newton estava “se reabilitando, isso é tudo que posso dizer”.

Comments
To Top