NFL

No Huddle – Odell Beckham diz que continuará a usar relógio nos jogos

Odell Beckham Jr., wide receiver do Cleveland Browns

No Huddle – O boletim de notícias de NFL do Quinto Quarto

– O wide receiver Odell Beckham Jr., do Cleveland Browns, disse que utiliza seu relógio de marca em todos os lugares e deseja continuar a usar inclusive nos jogos da NFL.

“Eu ainda vou usá-lo. Da mesma forma que eu uso todos os dias que vou treinar, quando venho aqui, vou para lá, estou usando. Tomo banho com ele. Está comigo”, disse Beckham nesta terça, segundo a ‘ESPN’.

A NFL, contudo, deseja que OBJ não utilize mais o acessório, que é um relógio da grife Richard Mille com valor de cerca de US$ 190 mil. O jornalista Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, apurou que o acessório violou uma regra da liga que proíbe o uso de objetos rígidos e que a NFL pretendia conversar sobre o assunto com Beckham e os Browns.

Beckham disse que essa conversa não ocorreu ainda, mas contesta que seu relógio está dentro da lei.

“Você precisa examinar o livro de regras. Diz que você não pode usar objetos duros. O relógio é plástico. As pessoas têm braçadeiras de joelho que são duras e feitas de metal. Você não as vê tirando. Todo mundo usa joias. Então, estou bem”, frisou.

– Com Antonio Brown chegando ao New England Patriots, o técnico Bill Belichick fez uma comparação com a situação de Randy Moss quando o repórter Tom Curran, da ‘NBC Sports Boston’ questionou o head coach sobre o que o deixa confiante de que A.B. não vai estragar o clima dentro da franquia de Foxborough.

“Essa é a mesma coisa que vocês (imprensa) disseram sobre Randy Moss quando o trouxemos”, falou Belichick.

Moss chegou aos Patriots em 2007, adquirido em troca com o Oakland Raiders, e muitas pessoas questionaram seu caráter na época. Mas o wideout deu muito certo nas três temporadas em que jogou com Tom Brady antes de os Pats se divorciarem do recebedor.

– Após uma atuação fraquíssima da defesa do Denver Broncos durante a derrota por 24 a 16 para o Oakland Raiders, no Monday Night Football, o pass rusher Von Miller admitiu que não fez um bom trabalho de pressionar o quarterback Derek Carr, que nem foi encostado basicamente na partida. Foram zero sacks e zero pancadas em cima do QB dos Raiders.

“Meu trabalho é fazer sack no quarterback e eu não cheguei a ele uma vez, nem uma pancada no quarterback. Decepcionado comigo em um nível individual. Eles estavam lançando a bola rapidamente, mas nós temos que encontrar uma maneira de chegar lá”, ressaltou Miller.

Foi a primeira vez que os Broncos não somaram um sack sequer em uma partida desde a semana 16 da temporada 2017.

Comments
To Top