NFL

No Huddle – NFL reintegra condicionalmente o wide receiver Josh Gordon

Josh Gordon, wide receiver do New England Patriots

No Huddle – O boletim de notícias de NFL do Quinto Quarto

– A National Football League está reintegrando de forma condicional o wide receiver Josh Gordon, como anunciou a liga em um comunicado emitido na noite desta sexta-feira (16). Gordon poderá reintegrar o New England Patriots oficialmente neste domingo e estará elegível para jogar na temporada regular.

Gordon, que foi suspenso no dia 20 de dezembro por violar os termos de sua reintegração sob a política de abuso de substâncias da liga, entrou com o pedido de reintegração na semana passada.

Roger Goodell, comissário da NFL, tinha a decisão exclusiva sobre o status de Gordon.

“Nós estamos todos torcendo para Josh ter sucesso, tanto pessoal quanto profissionalmente. Todos compartilham essa esperança e continuarão a apoiá-lo em toda medida possível. Mas, como Josh reconheceu, seu sucesso depende dele”, falou Goodell, em comunicado emitido nesta sexta.

– O quarterback Lamar Jackson, do Baltimore Ravens, mostrou sua habilidade na noite da última quinta e chegou a marcar um touchdown terrestre em uma jogada arriscada, pulando sobre um defensor do Green Bay Packers para chegar à end zone. Para azar do signal caller, o TD de 18 jardas foi anulado por um bloqueio ilegal.

Após a partida, o jovem QB recebeu um elogio e um conselho do experiente Aaron Rodgers, quarterback astro dos Packers, que nem jogou.

“Eu adoro ver você jogando, cara. Isso foi bem espetacular. Tenha uma ótima temporada. Deslize um pouco”, falou o camisa 12 a Jackson, aconselhando o novo franchise QB dos Ravens a evitar pancadas desnecessárias.

Jackson sorriu, apontou para Rodgers e respondeu: “te entendo, baby”.

– O quarterback Philip Rivers e o Los Angeles Chargers devem apenas conversar sobre um novo contrato após a temporada 2019, conforme apurou o jornalista Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, nesta sexta. Desta forma, o QB vai atuar em 2019 sob o último ano de seu acordo.

Prestes a completar 38 anos de idade, Rivers deve faturar US$ 16 milhões no ano final de sua extensão de quatro anos, com valor de US$ 83,25 milhões. A expectativa é a de que ele, que foi titular em cada jogo dos Chargers desde 2006, continue comandado a franquia californiana nos próximos anos.

– O Superdome representa muito para a cidade de Nova Orleans e a casa do New Orleans Saints vai passar por uma reforma de US$ 450 milhões, sob um plano de financiamento aprovado nesta quinta e que tem como objetivo manter o time da NFL na Louisiana por décadas.

O estádio fechado, de 44 anos de existência e casa de sete Super Bowls, passará por melhorias, muitas delas focadas na acessibilidade, e a construção deve levar quatro anos, sendo realizada em meio aos eventos de futebol americano e shows, por exemplo. A reforma deve ser concluída antes de 2024, quando a cidade sedia mais um Super Bowl.

As reformas no Superdome fazem parte das negociações do governador John Bel Edwards para um novo contrato que pode manter os Saints garantidos na cidade até 2050.

Comments
To Top