NFL

No Huddle – NFL deve divulgar tabela da temporada 2020 nesta próxima semana

NFL bola

No Huddle – O boletim de notícias de NFL do Quinto Quarto

– A National Football League não deve alterar seus planos relacionados à tabela da temporada 2020. A liga pretende divulgar sua tabela do próximo campeonato no final desta semana sem maiores mudanças, como confirmou Brian McCarthy, porta-voz da NFL.

A tabela incluirá uma abertura no dia 10 de setembro e o Super Bowl no dia 7 de fevereiro, a princípio com a ideia de ter torcedores presentes nos estádios.

O jornalista Chris Mortensen, da ‘ESPN’ norte-americana, noticiou no meio de abril que a liga planejava divulgar sua tabela completa por volta do dia 9 de maio e é isso que deve ocorrer. Troy Vincent, vice-presidente executivo da NFL, disse à ‘Associated Press’ nesta semana que a liga está fazendo um “planejamento razoável e responsável” relacionado à saúde e segurança em meio à pandemia do novo coronavírus.

A NFL não apenas planeja lançar sua programação de temporada regular, mas também planeja lançar sua programação de pré-temporada, incluindo o jogo do Hall da Fama, como disse McCarthy a Adam Schefter, da ‘ESPN’.

A liga avaliou os planos de contingência caso a pandemia se intensifique, trabalhando em conjunto com a NFL Players Association (NFLPA) e especialistas médicos em um conjunto de protocolos.

Uma dessas contingências é adiar a temporada para o meio de outubro, de acordo com o ‘Sports Business Journal’. Estádios vazios e a ausência de semanas de bye são aspectos discutidos há muito tempo.

– O tight end Hunter Henry, do Los Angeles Chargers, não ficou contente em ver o amigo Philip Rivers sair da equipe nesta offseason e ir para o Indianapolis Colts. Contudo, ao mesmo tempo em que é chato ver um companheiro mudar de ares, Henry parece otimista em relação ao futuro dos Chargers na posição de quarterback.

Com Tyrod Taylor e o calouro Justin Herbert, este selecionado na primeira rodada do draft de 2020, como opções, o tight end acredita que o ataque pode ser mais rápido e dinâmico com dois QBs mais móveis, característica que Rivers não tinha.

“Eu não vou menosprezar Philip. Ele foi surreal e um quarterback de Hall da Fama. Mas, obviamente, isso abre um pouco mais nosso ataque. Você vê todos esses quarterbacks, suas capacidades de escapar do pocket. (Existem) tantas coisas diferentes que você pode fazer com um quarterback móvel que pode abrir seu ataque. Estou ansioso para ver esse aspecto do nosso ataque crescer”, falou Henry, ao jornal ‘San Diego Union-Tribune’.

– O quarterback Joe Burrow, de LSU, e o pass rusher Chase Young, de Ohio State, foram selecionados nas duas primeiras posições do Draft NFL 2020. Um vai para o Cincinnati Bengals e o outro para o Washington Redskins.

E, já na primeira temporada dos dois jovens na National Football League, eles vão se enfrentar. A tabela da NFL para a temporada 2020 ainda não foi divulgada, mas os adversários de cada time já haviam saído. Bengals e Redskins, que não se enfrentam com tanta frequência, já que são de conferências diferentes, vão medir forças.

Segundo o NFL Research, o jogo tem potencial para ser apenas a 22ª vez desde 1970 em que o jogador selecionado com a primeira escolha geral do draft (Burrow) enfrenta o atleta selecionado com a segunda escolha geral (Young) já em suas temporadas de calouro.

Os encontros mais recentes deste tipo foram entre o quarterback Kyler Murray, selecionado pelo Arizona Cardinals com a primeira escolha em 2019, e o pass rusher Nick Bosa, selecionado pelo San Francisco 49ers com a escolha número 2 do ano passado. Como os times são rivais de divisão, eles se enfrentaram em duas oportunidades e os Niners levaram a melhor em ambas.

Assim, nos 21 encontros de todos os tempos entre as escolhas número 1 e 2 do draft já na temporada de calouro de ambos, os times do segundo escolhido somam 14 vitórias e sete derrotas contra os times do escolhido na melhor posição do draft, de acordo com o NFL Research.

– Um juiz federal rejeitou nesta última semana uma ação movida pela cidade de Oakland contra os Raiders e a NFL por causa da mudança do time para a cidade de Las Vegas.

No processo, apresentado pela primeira vez no Tribunal Distrital dos Estados Unidos para o Distrito Norte da Califórnia em dezembro de 2018, Oakland estava buscando danos resultantes da mudança dos Raiders, incluindo perda de receita e dinheiro dos contribuintes, entre outros custos. O processo disse que a NFL estava “boicotando Oakland” e violando leis antitruste ao permitir a mudança. Os outros 31 proprietários de franquias também foram citados no processo.

– O tight end Ryan Wetnight, ex-Chicago Bears, faleceu na última sexta (1) depois de uma batalha contra o câncer, como anunciou a franquia de Illinois.

Wetnight atuou na NFL por oito temporadas, incluindo suas primeiras sete com a camisa dos Bears (1993 a 1999). Ele passou a temporada 2000, sua última na liga, vestindo a camisa do Green Bay Packers.

O TE fez 175 recepções para 1.542 jardas e nove touchdowns em sua carreira na NFL.

De acordo com o site dos Bears, Wetnight havia sido diagnosticado com um tumor inoperável no estômago em setembro passado. Ele foi tratado inicialmente para câncer gástrico em 2018 e depois foi declarado brevemente livre de câncer.

Wetnight deixa sua esposa, Stacey, e seus filhos Scott, de 15 anos de idade, e Zach, de 13.

Comments
To Top