NFL

No Huddle – Mike McCarthy: Kizer seria uma escolha de primeira rodada neste draft

DeShone Kizer, quarterback da NFL

(Crédito: Twitter/reprodução)

No Huddle – O boletim de notícias de NFL do Quinto Quarto

– Com Aaron Rodgers como seu quarterback titular, o head coach Mike McCarthy terá DeShone Kizer como reserva da sua equipe. O comandante do Green Bay Packers elogiou a ex-escolha de segunda rodada ao ser questionado sobre Kizer. “Na minha opinião, se ele estivesse na classe (do draft) deste ano, ele estaria no grupo dos quatro primeiros caras ou primeiros cinco. Sempre senti que tinham cinco, cinco quarterbacks, caras de primeira rodada”.

– O Cleveland Browns assinou o contrato com a escolha de segunda rodada Austin Corbett, que potencialmente é o substituto de Joe Thomas. A franquia de Ohio também assinou contrato de calouro com o wide receiver Damion Ratley e o defensive back Simeon Thomas.

– Antonio Callaway, wide receiver calouro do Cleveland Browns, assumiu a responsabilidade por testar positivo no exame antidoping. “Tive uma amostra diluída. Eu não queria fazer isso intencionalmente, mas aceito a responsabilidade pelo teste. Foi uma chamada de atenção e dia a dia sigo melhorando como pessoa”.

– A NFL indicou estar aberta a ter conversas com as cheerleaders para melhorar as condições de trabalho. Esta foi um dos pedidos feitos pelo advogado de duas animadoras que estão processando a liga.

– Ken Whisenhunt, coordenador ofensivo do Los Angeles Chargers, comemorou o fato do center Mike Pouncey ter sido contratado. “Ele é um grande jogador de futebol americano. Foi realmente tremendo conseguir ele”.

– O quarterback Teddy Bridgewater continua trabalhando no New York Jets para voltar a jogar e o head coach Todd Bowles não garantiu que ele estará totalmente pronto para as OTAs. “Não posso te dar 100% (de certeza). Vamos ver quando chegar. Então podemos falar para vocês”.

– Shaquem Griffin, linebacker do Seattle Seahawks, afirmou não ter problema com a atenção que recebeu e descreveu o período de entrevistas como um “redemoinho”. “Agora que acabou (o minicamp dos calouros) é hora de começarmos a trabalhar e garantir que eu entregue uma competição de alto nível. Tenho certeza que darei aos treinadores a chance de verem quem sou e garantirei que eu possa fazer o meu melhor”.

– Edwin Jackson, ex-linebacker do Indianapolis Colts que foi morto em um acidente de casso em fevereiro, foi premiado com um diploma póstumo pela Georgia Southern. Os pais dele aceitaram o diploma da escola que ele frequentou antes de ir jogar futebol americano.

 

Comments
To Top