NFL

No Huddle – Martavis Bryant faz parte dos planos dos Steelers para a semana 10

Martavis Bryant, wide receiver do Pittsburgh Steelers

(Crédito: Twitter/reprodução)

No Huddle – O boletim de notícias de NFL do Quinto Quarto

– O wide receiver Martavis Bryant deve fazer parte do plano de jogo do Pittsburgh Steelers no jogo contra o Indianapolis Colts após ter ficado no banco na semana 8 depois de postagem polêmica sobre JuJu Smith-Schuster.

“Ele fez um bom trabalho lidando com a suspensão. Estou confortável com a trajetória de onde ele está”, afirmou Mike Tomlin. O head coach citou a “boa atitude” de Bryant no scout team e declarou que seu tempo de jogo dependerá da semana de treino.

Já Martavis Bryant, que pediu para ser trocado antes do trade deadline, declarou que acredita que irá jogar. “Eu estive na equipe titular hoje, então assumo que vou jogar. Mas não me disseram nada. Apenas verei o que acontece”.

– Tom Coughlin, vice-presidente de operações de futebol americano dos Jaguars, defendeu o cornerback Jalen Ramsey após expulsão no domingo. “Quero expressar meu apoio a Ramsey após o incidente do domingo. Nossos jogadores são instruídos a não retaliar ou se envolver em qualquer coisa que resulte em uma expulsão porque isso fere a equipe. Ele não retaliou, não socou e não brigou”.

– O quarterback Jimmy Garoppolo trabalhou com a segunda equipe e será reserva do calouro C.J. Beathard na semana 10, podendo entrar em campo em caso de lesão. A situação do jogador será analisada semana a semana pelo San Francisco 49ers.

– O ataque do Green Bay Packers foi mal na derrota para o Detroit Lions, contudo o head coach Mike McCarthy acredita que o quarterback Brett Hundley não é o problema. “Tenho fé em Hundley. Ele não é o nosso problema”.

– Robert Mathis, ex-linebacker dos Colts e atual assistente técnico, foi acusado de dirigir um veículo enquanto estava intoxicado, colocando em risco uma pessoa. A prisão foi de Mathis, 36 anos, foi por dirigir embriagado. Apesar do nível de álcool na hora da prisão estar dentro do limite legal, o sargento da polícia disse que o ex-jogador estava muito alterado após testes de sobriedade.

– Joe Lockhart, porta-voz da liga, declarou que a National Football League sente que não precisa de uma terceira parte (mediador) nas conversas com os jogadores sobre problemas sociais, assim como os atletas pediram.

– Bill Belichick, head coach do New England Patriots, declarou que o relato de que sua relação com o quarterback Tom Brady pode estar estremecida é falso.

– De acordo com o Westgate Las Vegas SuperBook, o Chicago Bears é a equipe favorita a vencer o Green Bay Packers por cinco pontos de vantagem, no Soldier Field, no domingo.

– Bill Belichick acredita que o momento em que você enfrenta uma equipe pode mudar tudo. “Muitas vezes não é com quem você joga, é quando você joga. Quando você joga com um time em um ponto da temporada e quando você jogada com um time em outro momento da temporada, você não está enfrentando o mesmo time”.

– O quarterback Paxton Lynch ainda não está pronto para jogar. “Fisicamente ele está machucado. Ele perdeu muito tempo (de jogo) e não seria justa com a equipe ou com ele colocá-lo na semana 10”, disse Vance Joseph, head coach do Denver Broncos.

– Gus Bradley, coordenador ofensivo dos Chargers, irá reencontrar o Jacksonville Jaguars, mas não quer uma vingança. “Não. Estou mais focado em nós e no que temos que fazer”, declarou.

– O corneback Stephon Gilmore falou sobre qual a sensação de jogar na secundária dos Patriots. “Eu sinto que melhorei. Estou confortável com o jogo. Esses caras adoram jogar. É divertido jogar com eles”.

– Bruce Arians, head coach do Arizona Cardinals, deu 37 toques na bola para o running back Adrian Peterson no final de semana e irá manter a alta intensidade no jogo da quinta apesar da semana encurtada. “Eu pensaria no mesmo da semana passada. Ele é incrível”, afirmou.

– JuJu Smith-Schuster, wide receiver do Pittsburgh Steelers, não precisa mais ir aos treinos de biblioteca. Ele recebeu a sua licença de motorista nesta terça-feira.

– Ao ser questionado de como ele pode encaixar no ataque do Baltimore Ravens, o running back Terrance West foi sincero. “Essa é uma boa pergunta. Vamos ver. Meu foco é aproveitar a oportunidade quando eu for chamado”.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Popular

To Top