NFL

No Huddle – Le’Veon Bell espera vaias de torcedores do Pittsburgh Steelers em reencontro

Le'Veon Bell, running back do New York Jets

No Huddle – O boletim de notícias de NFL do Quinto Quarto

– O running back Le’Veon Bell, do New York Jets, já está esperando ser vaiado em seu próprio estádio neste domingo. O jogador vai enfrentar o Pittsburgh Steelers pela primeira vez desde sua saída da organização e ele já espera que os visitantes, que sempre comparecem em todos os estádios da liga, vão demonstrar a insatisfação em relação a ele no MetLife Stadium.

“Provavelmente será 50-50. Acho que metade ficará feliz por me ver e ainda me ama, e metade que me odeia, me despreza. É o que é. Vou mostrar meu amor, independentemente. Qualquer um que estiver usando a minha camisa, eu vou autografar. Vai ser divertido”, falou Bell nesta quinta.

Bell minimizou o reencontro, mas a partida deve ser um misto de emoções para o RB. Ele era um dos melhores jogadores dos Steelers de 2013 a 2017, mas as duas partes entraram em uma disputa contratual no ano passado e Bell se afastou, perdendo toda a temporada. Alguns ex-companheiros de equipe criticaram a decisão do jogador.

Mas o running back dos Jets insistiu que não há ressentimentos.

“Não, ano passado foi ano passado e dois anos atrás foi dois anos atrás. Já superei isso agora. Passou. Estou aqui. Estou no New York Jets, e estou feliz”, ressaltou.

– O wide receiver Michael Thomas, astro do New Orleans Saints, fez as vezes de Papai Noel e surpreendeu seus companheiros de equipe. Ele deu a cada um do elenco um par dos cobiçados tênis Air Jordan 11 Retro Breds, modelo especial lançado na semana passada.

A reação dos parceiros de time foi a melhor possível.

“Ele fez o Natal de muitos dos caras. É especial por causa de quem ele é – sabe, tendo o hype, tudo ao redor dele, e ele ainda ser capaz de pensar nos seus colegas de equipe. Não apenas nos recebedores, não apenas no ataque, mas pensar em todo o time mostra o quanto ele investe neste programa”, afirmou o wide receiver Ted Ginn Jr. “Não há nada falso nisso ou ‘estou tentando fazer um nome para mim mesmo’. Foi tudo amor verdadeiro e genuíno. E eu acho que todo mundo neste vestiário curtiu encontrar as caixas (de tênis)”, completou.

Thomas, que é garoto-propaganda da marca Jordan, também presenteou a todos do time com um par de fones de ouvido da Beats mais cedo neste ano, depois de assinar um contrato recorde de cinco anos, com valor de mais de US$ 19 milhões por temporada.

“Ele não tinha que fazer isso. Mas isso mostra quão genuíno ele é. É uma irmandade real aqui. É uma verdadeira família. Esse é o tipo de caras que temos neste time. Realmente gostei disso”, disse o defensive tackle Taylor Swallworth, um segundo anista não draftado.

– O Hall da Fama do Futebol Americano Profissional (PFHOF) divulgou a lista de 38 finalistas para a Classe Centenária da galeria de imortais da NFL. E o grupo inclui nomes como os ex-técnicos Bill Cowher e Don Coryell, os contribuintes Art Modell (proprietário dos Browns e dos Ravens até 2011) e Ralph Hay (um dos fundadores da liga) e outras lendas.

Os 38 finalistas serão cortados para 15 (10 jogadores sênior, três contribuintes e dois técnicos) no dia 8 de janeiro em Canton, Ohio, por um painel formado por Hall of Famers, técnicos, ex-executivos da liga, membros do comitê do Hall da Fama e historiadores da liga.

Confira a lista completa de 38 finalistas clicando aqui.

– Após a demissão de Tom Coughlin, vice-presidente executivo de operações de futebol americano, o Jacksonville Jaguars voltou seus relógios para o horário normal. Coughlin, defensor da pontualidade, sempre deixada os relógios das instalações da equipe cinco minutos adiantados. Era o ‘Tom Coughlin Time’.

“Essa foi a primeira coisa que notei quando cheguei aqui. Eu pensava que estava atrasado para as reuniões. Olhei para cima, eu tinha cinco minutos a mais, então foi bom. Essa é a única coisa que mudou”, falou o cornerback A.J. Bouye nesta quinta, do vestiário da equipe.

Em sua época de New York Giants, Coughlin já era irredutível em relação aos horários. “Se você está na hora, você está na hora. Reuniões começam cinco minutos mais cedo”, falou ele em 2004, segundo a ‘ESPN’.

Aliás, ao anunciar a demissão de Coughlin, na noite de quarta, Shad Khan, proprietário dos Jaguars, frisou que suas expectativas são “altas” para os últimos dois jogos da temporada. E isso com certeza aumenta a pressão sobre o técnico Doug Marrone.

Nesta quinta, o head coach falou que a decepção da temporada dos Jags não recai sobre uma pessoa e acrescentou que não sabe nada sobre seu futuro na organização. Marrone ainda frisou que não está focado na segurança do seu emprego.

“Estou trabalhando para tentar vencer esses jogos. Obviamente, estou desapontado. Sei que sou julgado por vitórias e derrotas”, afirmou.

– Um dos favoritos ao prêmio de Jogador Defensivo do Ano da NFL em 2019, o cornerback Stephon Gilmore, do New England Patriots, foi questionado na rádio ’98.5 Sports Hub’ se ele será o vencedor desta honraria. E não titubeou.

“Quero dizer, isso fala por si só. Se você assistir as gravações de cada e todo jogo, não há dúvida”, afirmou o defensive back da melhor defesa da NFL na temporada 2019, segundo o jornal ‘Boston Globe’.

– O confronto entre Philadelphia Eagles e Dallas Cowboys, neste domingo, é crucial para decidir quem levará o título da divisão NFC East para casa (e consequentemente uma vaga nos playoffs). E Carson Wentz tem noção da magnitude desta partida.

Questionado se este jogo é o maior de sua carreira, visto que ele não participou da pós-temporada com a equipe nos últimos anos devido às lesões, o QB dos Eagles disse: “você provavelmente pode dizer isso”.

“Quero dizer, é definitivamente um jogo grande. Nós sabemos a situação”, disse Wentz, segundo o site oficial dos Eagles. “Sabemos o que está rolando. Ao mesmo tempo, estamos tratando como qualquer outro jogo e estamos cientes de tudo. Estamos realmente empolgados e, por um lado, estou realmente empolgado que estaremos em casa. Sei que essa torcida vai comparecer e fazer barulho. Mal posso esperar pelo domingo”, completou o camisa 11.

Comments
To Top