NFL

No Huddle – Julio Jones não vai fazer boicote por novo contrato

Julio Jones, wide receiver do Atlanta Falcons

No Huddle – O boletim de notícias de NFL do Quinto Quarto

– O wide receiver Julio Jones, do Atlanta Falcons, não parece estar muito preocupado com sua situação contratual. Na offseason passada, o recebedor ficou fora dos treinos do time antes de ter seu acordo ajustado pelo time. Agora, contudo, o camisa 11 não pretende fazer o mesmo.

Em entrevista ao ‘TMZ’, Jones disse que não planeja um boicote similar neste ano, justificando sua decisão no fato de que acredita na promessa de Arthur Blank, dono dos Falcons, de fechar um novo contrato com o wideout.

“O Sr. Blank nos deu sua palavra. Isso é ouro… A palavra (de Blank) é que vai ser fechado… Não há estresse da minha parte. Não estou pensando nisso…”, falou Jones. “(Blank) torna fácil para mim ir lá e apenas trabalhar todos os dias e não ter uma daquelas situações onde há um boicote ou qualquer coisa do tipo”, finalizou.

A diretoria dos Falcons já disse várias vezes nesta offseason que eles planejam dar um novo contrato a Jones para tornar o WR um Falcon por “toda a vida”.

Julio Jones tem dois anos remanescentes em seu atual contrato, com valores de US$ 9,6 milhões e US$ 11,426 milhões, respectivamente. Atualmente sendo apenas o 12º recebedor da NFL em média salarial, o astro espera que os Falcons aumentem significativamente seus ganhos com o novo acordo.

– Tedy Bruschi, ex-linebacker do New England Patriots e atual comentarista da ‘ESPN’ dos Estados Unidos, fez uma postagem em seu Instagram nesta segunda deixando claro que ele está “se sentindo muito melhor” depois de sofrer um AVC na semana passada.

Em sua publicação, Bruschi escreveu que, por volta das 10h30 do dia 4 de julho, ele não conseguia mover o braço esquerdo e percebeu que estava com a fala arrastada. Ele escreveu que sua esposa também notou que o lado esquerdo do rosto dele estava caindo quando ele se virou para ela.

“Nós imediatamente sabíamos o que estava acontecendo. Estes são sinais de advertência de um AVC. Nós chamados a emergência e uma ambulância me levou ao hospital. Obrigado por todos os pensamentos amáveis e orações. Estou me sentindo muito melhor”, frisou.

Atualmente com 46 anos de idade, Bruschi já sofreu um AVC anteriormente em 2005, quando ainda era jogador dos Patriots. Ele perdeu as primeiras seis semanas da temporada, mas voltou a jogar oito meses depois do derrame.

– Carl Lawson, defensive end do Cincinnati Bengals, derrubou Aaron Rodgers 2,5 vezes em um jogo da semana 3 da temporada 2017, um dia em que a defesa dos Bengals somou seis sacks contra o Green Bay Packers.

E, em participação no programa Good Morning Football, da ‘NFL Network’, Lawson disse que, na verdade, Rodgers é um dos quarterbacks mais fáceis de se aplicar um sack, apesar da mobilidade do astro dos Packers, já que o camisa 12 está sempre buscando uma grande jogada.

“Honestamente, eu sinto que é mais fácil aplicar um sack em Aaron Rodgers do que na maioria dos quarterbacks. Ele fica lá, e segura a bola. Ao mesmo tempo, aplicar sacks nele não significa nada se você não faz isso por quatro quartos. Vocês sabem, ele deu a volta por cima contra nós”, afirmou.

Lawson também disse no programa que, depois de romper o ligamento cruzado anterior do joelho na semana 8 da temporada passada, ele segue fazendo sua reabilitação e espera estar pronto para a estreia dos Bengals em 2019.

“O objetivo é estar lá na semana 1, e estou me sentindo ótimo. Felizmente, eu posso cuidar do meu corpo, eu tenho muitos recursos diferentes, posso voar para lugares, posso fazer tudo o que precisar porque tenho dinheiro para isso. Então, tem sido um ótimo processo de reabilitação”, analisou.

– Robby Anderson, wide receiver do New York Jets, tem planos ambiciosos para 2019. O recebedor está vindo de uma campanha um tanto quanto decepcionante no ano passado, quando fez apenas 50 recepções para 752 jardas e seis touchdowns, mas ele teve uma reta final de campeonato interessante e pode voltar à sua melhor forma neste ano.

“Aquele foi um ano ruim para mim”, disse Anderson mais cedo nesta offseason, segundo Manish Mehta, do ‘NY Daily News’. “Eu sei minhas capacidades. Eu sei o que desejo me tornar… e isso é o melhor wide receiver na NFL”, pontuou.

– O tight end Delanie Walker, do Tennessee Titans, ficou fora do minicampo do time em junho e o veterano não sabe se ele vai começar o training camp na lista de jogadores sem condições físicas de desempenhar (PUP list).

“Eu vou deixar isso com os treinadores”, disse Walker à jornalista Jenny Vrentas, do ‘SI.com’.

Walker sofreu uma grave lesão no tornozelo na semana 1 da temporada 2018, contusão que exigiu cirurgia e o tirou de toda a temporada. E o atleta de 34 anos de idade levou a reabilitação com calma.

Comments
To Top