NFL

No Huddle – Joseph Fauria mentiu sobre ter se lesionado perseguindo um filhote em 2014

Créditos: Twitter

No Huddle – O boletim de notícias de NFL do Quinto Quarto  

– Joseph Fauria, ex-tight end da NFL, afirmou que torceu o seu tornozelo em 2014 enquanto perseguia um filhote de cachorro na escada e que errou os degraus e se lesionou. Contudo, esta não é a história verdadeira. Fauria revelou que se lesionou jogando vôlei com os vizinhos e mentiu porque temia que o Detroit Lions não fosse pagar ele por ter se machucado praticando outro esporte.

“Eu queria mentir para meu head coach? Não, mas eu estava pensando em mim. (Meus amigos) me disseram que se a equipe, os Lions descobrissem que eu estava jogando vôlei e me machuquei jogando vôlei, eles poderia exercer a opção de não me pagar”, contou Fauria.

– Depois de cobrar Martavis Bryant, o head coach Jon Gruden elogiou o wide receiver do Oakland Raiders. “Martavis não é um bom talento, ele é um ótimo talento e vamos continuar a trabalhar isso no nosso ataque. Acredito que hoje ele mostrou o que é capaz de fazer… temos grandes planos para ele”.

– Breshad Perriman, wide receiver do Baltimore Ravens, sofreu uma interceptação na sua primeira partida desta pré-temporada, mas não está preocupado com as críticas. “Não ligo para o que eles veem. Se eles veem apenas a (interceptação), tudo bem. Não importa o que eles viram. Fiz mais duas jogadas depois e outra em que poderia ter marcado (um touchdown) e ainda estariam vendo apenas o erro. Não posso me concentrar nisso”.

– O Arizona Cardinals tem um desafio para você. A franquia de Phoenix irá vender no seu estádio um hambúrguer de 75 dólares que, se você comer em uma hora, você ganhará uma camisa da equipe e um vídeo seu no telão.

– Julio Jones, wide receiver do Atlanta Falcons, sabe que precisa melhorar na red zone após o time da Geórgia não ir bem nessa área do campo em 2017. “É muito importante para mim e para Matt (Ryan) estarmos na mesma página na red zone. Ao longo dos anos, tenho a capacidade de fazer as jogadas e ele de colocar as bolas. É tudo sobre estarmos na mesma página”.

– Robert Griffin III, quarterback do Baltimore Ravens, quer provar que ainda pode jogar futebol americano. “Há percepção que muitas vezes quando você olha na história da liga, caras que são draftados em posições altas e não vão bem, eles geralmente não tem outra chance. Acho que parte disso é porque eles acabam desistindo. Eles perdem o amor, a paixão pelo esporte. Eu não vou desistir. Eu não perdi a paixão”.

– Torrey Smith, wide receiver do Carolina Panthers, falou sobre o ativismo social após usar uma camisa em que estava escrito “escolas, não prisões”. “Para mim ficar sentado aqui e permanecer em silêncio, sei que isso é errado. Quero descobrir maneiras de ajudar, chamar atenção para essa situação particular”.

Comments
To Top