NFL

No Huddle – John Fox nomeia Mitchell Trubisky como quarterback número 2 dos Bears

Mitchell Trubisky, quarterback do Chicago Bears

(Crédito: Twitter/reprodução)

No Huddle – O boletim de notícias de NFL do Quinto Quarto

– O head coach John Fox primeiro anunciou que Mike Glennon seria o titular do Chicago Bears sem falar quem era o quarterback número 2, deixando um mistério no ar. Nesta quarta-feira, o treinador acabou com as dúvidas e declarou que Mitchell Trubisky é o número 2 e Mark Sanchez o número 3. “Ele ganhou esse lugar”, disse Fox sobre Trubisky.

– Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, noticiou que o left tackle Duane Brown não se apresentou às instalações do Houston Texans e não deverá participar da partida de abertura de temporada contra o Jacksonville Jaguars. O jogador de 32 anos, que estava em Houston para ajudar as vítimas do furacão Harvey, afirmou recentemente que “definitivamente” irá jogar em 2017.

– Glover Quin, safety do Detroit Lions, revelou o que o wide receiver Larry Fitzgerald pede para os seus marcadores. “Ele vai falar com você em campo e diz: ‘Ei, cara, vou jogar bem para você, não me atinja nas pernas’”.

– A National Football League terá 21 árbitros em tempo integral em uma rodada de um ano de experimento para ver se essa medida melhora a qualidade da arbitragem de suas partidas. O assunto vem sendo discutido há anos e finalmente virou um tópico para o comitê de competição neste ano.

– Ezekiel Elliott, running back do Dallas Cowboys, está treinando normalmente para jogar na semana 1, já que sua suspensão de seis jogos só começará na semana 2 da temporada regular. “Ele parece muito focado. Ele fez um excelente trabalho se preparando”, disse o head coach Jason Garrett.

– O quarterback Nick Foles revelou que cogitou se aposentar enquanto estava em uma das seis equipes que já jogou na NFL. “Muitas pessoas não sabem isso e vou dividir isso com vocês porque acho que é importante. Depois de minha passagem em uma certa equipe da NFL, eu queria me aposentar. Eu queria me aposentar da NFL e eu realmente sofri. Eu não podia pegar a bola por oito meses. Eu não tinha amor pelo esporte e isso foi difícil”.

– Tom Brady, quarterback do New England Patriots, não acredita que o wide receiver Phillip Dorsett terá problemas com o playbook. “Não diria que ele ficará sobrecarregado. Ele é um cara inteligente”.

– O head coach Chuck Pagano está animado com a linha ofensiva do Indianapolis Colts. “Eu nunca me senti melhor em relação à uma offensive line ou a um time de futebol americano. Nunca me senti melhor. Vocês podem escrever isso e registar”.

– Alshon Jeffrery, wide receiver do Chicago Bears, espera levar a melhor contra Josh Norman, cornerback do Washington Redskins. “Ele é um cara grande e usa seu corpo. Eu gosto de enfrentar caras grandes porque eles acham que podem ser físicos contra mim… Eu não entrou no jogo de falácias. Eu só jogo futebol americano”.

– Adrian Peterson, running back do New Orleans Saints, elogiou TY Montgomery, do Green Bay Packers. “Eu vi o que ele fez saindo da posição de wide receiver e tendo esse tipo de temporada. Então espero grandes coisas dele. Eles são bons na posição de running backs em Green Bay”.

– Rob Gronkowski, tight end do New England Patriots, sabe que ninguém pode substituir o wide receiver Julian Edelman. “Você não pode substituir realmente Julian. A maneira como ele joga, o jeito que ele ama o futebol americano não são substituíveis… Como ataque, não será apenas um cara jogando. Será uma unidade. Será todo o ataque intensificando para tentar preencher uma lacuna”.

– O Seattle Seahawks tentou o passe na linha de 1 jarda no Super Bowl XLIX, mas acabou sofrendo a interceptação e perdendo. Marshawn Lynch, running back do Oakland Raiders, se mostrou em parte feliz pelo acontecido. “Estou meio feliz, estou feliz para dizer a verdade, porque provavelmente eu não teria a oportunidade de jogar em minha cidade natal”.

– Depois de ter os menores números da história da franquia em jardas corridas nos últimos anos, o Baltimore Ravens parece estar disposto a mudar sua estratégia. “A palavra é compromisso. Acho que vamos nos comprometer mais neste ano do que nunca (em correr com a bola)”, disse o guard Marshal Yanda.

– T.Y. McGill, defensive tackle do Cleveland Browns, foi acusado de um delito de posse de maconha na Carolina do Norte. Não está claro se a situação jurídica do jogador, que teve seus direitos adquiridos no final de semana, muda sua situação na franquia de Ohio.

– Von Miller, linebacker do Denver Broncos, sabe que não terá vida fácil contra o Los Angeles Chargers. “Eu acho que essa equipe dos Chargers é provavelmente a mais talentosa equipe dos Chargers que já enfrentei nos meus anos na liga”.

– Dan Quinn, head coach do Atlanta Falcons, foi questionado sobre a decepção da derrota no Super Bowl LI. “É algo mais para os fãs. Eu me preocupo com nossa equipe. Se eles estão irritados com isso, tudo bem para mim”.

 

Comments
To Top