NFL

No Huddle – Jack Doyle fecha extensão de três anos com Indianapolis Colts

Jack Doyle, tight end do Indianapolis Colts

No Huddle – O boletim de notícias de NFL do Quinto Quarto

– Jack Doyle não vai a lugar algum. O tight end acertou uma extensão de contrato de três anos de duração com o Indianapolis Colts, como anunciou a equipe nesta sexta-feira (6).

De acordo com Ian Rapoport, jornalista da ‘NFL Network’, a extensão contém mais de US$ 21 milhões de dinheiro ‘novo’, com potencial para chegar a US$ 24 milhões por meio de incentivos por produtividade, segundo uma fonte com conhecimento do contrato.

Veterano com sete anos de experiência na NFL, Doyle está vivendo uma de suas melhores temporadas como profissional. Em 12 jogos até agora, sendo todos como titular, o camisa 84 soma 36 recepções para 377 jardas e quatro touchdowns.

Em sua carreira profissional, que começou em 2013 nos Colts, Doyle soma 236 recepções para 2.105 jardas e 18 touchdowns até agora.

– O New England Patriots vai preencher um grande vácuo em seu elenco com um nome que é um velho conhecido. O jornalista Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, noticiou nesta sexta-feira (6) que os Pats estão trazendo de volta o kicker Nick Folk.

A franquia de Foxborough dispensou Folk na semana passada, depois que o atleta passou por uma apendicectomia. Folk foi testado pelo time nesta sexta, está saudável e, depois que ele for contratado de maneira oficial nesta sexta, ele vai chutar pela equipe neste domingo contra o Kansas City Chiefs.

O time da Nova Inglaterra trouxe Kai Forbath na semana 13, mas já o dispensaram nesta última semana depois de apenas uma partida, na qual ele acertou um field goal de 23 jardas, mas perdeu um extra point de dois chutados.

– Um dia depois de o Dallas Cowboys perder seu terceiro jogo consecutivo, Jerry Jones, visivelmente irritado, falou sobre os problemas da equipe durante uma entrevista de rádio que foi interrompida no meio depois que o proprietário/general manager da franquia texana fez xingamentos em duas oportunidades.

À rádio ‘105.3 The Fan’, em Dallas, Jones disse nesta sexta que ele merece sua parcela de culpa na série de derrotas que fez os Cowboys caírem para 6-7 na temporada 2019.

“Não há ninguém na NFL que é mais responsável pelo que está acontecendo em campo do que eu. Eu certamente tenho esse tipo de frustração também”, falou.

A entrevista teve um começo complicado, com Jones dizendo aos apresentadores que “façam o seu maldito ato juntos” e dizendo que não gostava da atitude deles. Posteriormente, o executivo usou a palavra “me***” duas vezes, levando a ligação a ser desconectada depois que um botão de atraso foi usado em cada ocasião.

– O wide receiver Odell Beckham Jr., do Cleveland Browns, foi vago ao falar sobre seu futuro no Cleveland Browns nesta semana. Mas, apesar de não especular sobre o que os próximos meses reservam, ele fez questão de garantir que não está descontente na franquia de Ohio.

“Ok… Eu NUNCA disse que não estava feliz em Cleveland, apenas como qualquer outro eu espero por melhores resultados. Ponto final. Próxima história, por favor…”, escreveu no Twitter.

– O cornerback CJ Henderson, astro da Universidade de Flórida, anunciou nesta sexta que ele vai pular sua última temporada na universidade e vai entrar no draft da NFL em 2020. Henderson ainda frisou que não vai participar do bowl game do Florida Gators.

“Eu estou empolgado por estar um passo mais próximo de tornar o sonho da minha vida uma realidade”, ele escreveu no Twitter.

Henderson lidou com uma lesão no tornozelo nesta temporada do college football. Em nove jogos dos Gators (10-2), ele somou 26 tackles e 11 passes desviados, incluindo três em cada clássico da SEC contra LSU e Auburn.

Em 2017 e 2018, o cornerback teve seis interceptações combinadas.

Comments
To Top