NFL

No Huddle – A.J. Green e Jalen Ramsey não serão suspensos por briga

A.J. Green, wide receiver do Cincinnati Bengals

(Crédito: Twitter/reprodução)

No Huddle – O boletim de notícias de NFL do Quinto Quarto

– A.J. Green e Janlen Ramsey – wide receiver do Cincinnati Bengals e cornerback do Jacksonville Jaguars, respectivamente – não serão suspensos pela briga que tiveram na partida do domingo. Ambos os jogadores deverão enfrentar multas e o valor mínimo pela primeira infração é de US$ 30.387.

De acordo com a ‘ESPN’, Jansen, que foi ejetado por ter incitado a briga, foi atrás de Green na área dos vestiários dos Bengals, mas ele foi contido pelo pessoal dos Jags e da segurança do EverBank Stadium.

– O Carolina Panthers agora está tranquilo com a possibilidade do quarterback Cam Newton correr com a bola. “Se você olhar para trás e ver os anos de sucesso que tivemos, três anos seguidos (2013-2015), uma grande parte disso foi ele correndo com a bola. Eu não vou parar isso. Vou ser honesto sobre isso. Há uma energia que ele traz quando corre com a boal”, disse o head coach Ron Rivera.

– Tom Savage, quarterback dos Taxans, falou sobre a derrota para os Colts no domingo. “Provavelmente foi o jogo mais frustrante da minha vida. Não vou dar respostas políticas. Eu tenho que fazer os lançamentos. Eu joguei como m****. Isso é o que é”.

– O Segundo Circuito de Cortes de Apelação agendou os argumentos orais sobre uma preliminar do processo de Ezekiel Elliott, running back do Dallas Cowboys, para a quinta-feira, às 17 horas (de Brasília). Gabe Feldman, analista legal da ‘NFL Network' acredita que se Zeke vencer a injunção é provável que ele jogue o resto da temporada.

– John Fox, head coach dos Bears, se recusou a dizer porque o linebacker Danny Trevathan não esteve presente no treino da segunda-feira. O jogador de 27 anos faltou ao treino antes da franquia de Illinois sair para um mini-break. “Realmente não vamos dar nenhuma atualização até quarta-feira”, disse ele.

– O safety D.J. Swearinger acredita que o Washington Redskins deu uma grande prova após vencer o Seattle Seahawks de virada. “Nós recuperamos nossas balas na linha ofensiva. Nós vamos ser uma equipe dominante”, declarou.

– O head Bruce Arians acredita que o Arizona Cardinals deveria ter conseguido mais do que os cinco sacks que deu em C.J. Beathard na vitória sobre os 49ers. “Eu pensei que deveríamos ter tido mais sacks. Era uma linha ofensiva que dava para batermos. Deus Abençoe Beatherd”.

– Tony Dung, ex-treinador da NFL, não pegou leva ao analisar a temporada do New York Giants após derrota por 51 a 17 para o Los Angeles Rams. “Parece que eles desistiram. Mas eles foram disfuncionais ao longo de todo o caminho”.

– Josh Norman, cornerback do Washington Redskins, falou qual foi a estratégia do quarterback Kirk Cousins para liderar a equipe para virar a partida contra o Seattle Seahawks. “Ele apenas continuou lutando. Ele teve coragem”.

– O cornerback Chris Harris acredita que o Denver Broncos chegou no fundo do posso na derrota por 51 a 23 para o Philadelphia Eagles. “Isso é fundo. Se não formos para os playoffs, isso é o pior que você vai ter. Não podemos permitir mais deslizes, especialmente em nossa divisão”.

– O linebacker Terrell Suggs fez um aviso ao Baltimore Ravens. “Você quer dar o seu ataque uma chance de ganhar ou empatar o jogo e fizemos a coisa que não poderíamos fazer: ceder pontos. É melhor consertarmos as coisas ou estaremos do lado de fora olhando de novo”.

– Bill Belichick defendeu que o ex-executivo do Dallas Cowboys, Gil Brandt, merece estar no Hall da Fama. O head coach do New England Patriots afirmou que a honraria deveria ser dada por causa de sua “contribuição ao esporte” e “suas contribuições ao lado pessoal e de scout”.

– O Los Angeles Chargers está com campanha de 3-5 e o head coach Anthony Lynn acredita que a franquia da Califórnia ainda pode vencer a divisão. “Gosto das nossas chances. Gostaria de estar em uma posição melhor, mas tudo continua à nossa frente. Toda a divisão continua à nossa frente. Não estamos fora da disputa ainda”.

– O cornerback Byron Maxwell fez um treino com o Atlanta Falcons. A franquia da Geórgia não irá assinar um contrato com o jogador de 29 anos nesta segunda-feira, mas uma contratação não está descartada.

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top