NFL

No Huddle: Gronkowski se desculpa, Jeff Fisher quer voltar, Eli é ultrapassado e mais

No Huddle – O boletim de notícias de NFL do Quinto Quarto

– Rob Gronkowski se desculpou por uma pancada em Tre'Davious White em lance desleal que rendeu uma falta pessoal e que colocou o cornerback no protocolo de concussão. Gronk disse que estava frustrado por alguns lances que a arbitragem não marcou falta a favor dos Patriots. Os Bills não gostaram nada do lance, com Micah Hyde e o treinador Sean McDermott criticando o tight end. “Foi uma jogada suja, com desculpas ou não”, disse Hyde.

– Segundo fontes, Jeff Fisher estaria pronto para voltar à NFL e como head coach. O treinador teria contato assistentes em suas comissões técnicas anteriores e se colocando à disposição para consideração. Treinador do Tennessee Titans no Super Bowl XXXIV, Fisher teve anos finais horríveis nos Rams, sendo demitido no meio da temporada passada na 1ª temporada em Los Angeles.  Mas isso não parece tirar a esperança do veterano treinador.

– Archie Manning nunca deixou de falar com a mídia mesmo nos momentos mais complicados nas carreiras de seus filhos, Eli e Peyton. E com Eli no banco do New York Giants, Archie não fugiu mais uma vez das entrevistas e nelas analisando todas as possibilidades,  até de contemplar o fim da carreira de seu filho: “Eli pode pensar ‘já fiz o suficiente, me sinto bem, tenho uma linda mulher, três pequenas garotas, estou saudável' mas não faz sentido especular”, declarou Manning.

– Todas as pessoas ligadas à NFL ficaram do lado de Eli Manning desde o momento que ele foi colocado no banco pelo New York Giants. Até o pai do principal rival de Eli e seu irmão Peyton em suas carreiras: Tom Brady Sr. Segundo Archie Manning, pai dos irmãos Manning, Brady Sr. mandou uma mensagem “linda” opinando sobre o que Eli significa para os Giants e a liga.

– Continuando no tema Eli Manning, o quarterback do New York Giants foi ultrapassado por um velho conhecido neste domingo. Philip Rivers, draftado em 2004 e envolvido na negociação que fez Manning, draftado pelo San Diego Chargers, ir para Nova York, passou o camisa 10 na lista de passes para touchdown. Com 335, Rivers é o sétimo na lista agora. O líder é Peyton Manning.

– Os jogadores do Denver Broncos não ficaram nada felizes com o onside kick que o Miami Dolphins tentou no último quarto, com 33 a 9 no placar pró-equipe da Flórida. Para Chris Harris, a razão para Adam Gase ter tentado o chute é clara: “ele está bravo com alguém de nossa organização”. Gase foi coordenador ofensivo do Denver Broncos na melhor temporada de um ataque na história da NFL. Mas isso não salvou sua pele quando John Fox foi demitido. Considerado para a vaga de head coach, ele acabou sendo preterido por Gary Kubiak, vencedor do Super Bowl 50.

Curiosamente, o atual treinador dos Broncos, Vance Joseph, foi o coordenador defensivo de Gase na temporada passada.

– Os Giants parecem estar em um estado de letargia completa em todos os sentidos. Segundo fontes, a direção da equipe ainda não conversou com nenhum dos futuros free agents na próxima offseason. Entre esses atletas estão os jogadores de linha ofensiva Weston Richburg e Justin Pugh. Um tal de Odell Beckham Jr. também podia ter recebido uma oferta de extensão, apesar de seu contrato, oficialmente, só encerrar na offseason de 2019. Mas por enquanto, nada feito.

– O Silverdome deveria ter seu anel superior implodido neste fim de semana. Mas uma falha em 10% dos explosivos fez a tentativa ser fracassada, apesar de ter danificado a estrutura que pode potencialmente cair a qualquer momento. Casa dos Lions entre 1975 e 2001, o estádio estava há anos sem utilidade.

– As hashmarks no gramado do Mercedes-Benz Stadium, do Atlanta Falcons, estavam mais próximas do que o devido por causa de um erro ao pintá-las após o estádio ter recebido o jogo entre Georgia e Auburn do College Football. O problema foi notado antes do jogo e tanto os times estavam cientes como os árbitros usaram um sistema alternativo para posicionar a bola.

– Carson Palmer já foi considerado fora da temporada por muitos, mas o quarterback do Arizona Cardinals ainda pensa em voltar quando recuperar seu braço quebrado na semana 7. “Eu me sinto bastante bem”, disse o camisa 3, que poderia voltar na semana 16 contra o New York Giants caso seja retirado da injury reserve.

– Apesar de serem rivais na AFC North, Martavis Bryant e Josh Gordon são amigos. E com o histórico de suspensão de ambos pela NFL por violação de substâncias proibidas, o apoio é mútuo. “Quando ninguém espera que você volte e você volta, isso é uma grande coisa”, disse Bryant antes da reestreia na liga de Gordon contra o Los Angeles Chargers.

 

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top